Alma de Condor

Acordei cedo, imagina se não. Não havia café da manhã no hotel, o que não chegava a ser uma coisa ruim. Composto novamente para a estrada, encontrei o Steve já junto à sua Super Ténéré, malas prontas, de partida. Nós nos despedimos, eu dei a ele uns adesivos de bandeirinhas do Brasil,

O motociclismo é uma atividade que tem nas viagens de longa distância um de seus pontos de maior significado. Existem outros: técnica de pilotagem, consciência dos limites, espírito de liberdade, índole gregária, rebeldia contra valores antigos e sonolentos, etc...

Dessa vez eu tinha comprado um relógio de pulso, contrariando totalmente o que o Wyatt, personagem do Peter Fonda em Easy Rider, faz logo no início da jornada deles para o leste dos EUA, de Los Angeles a New Orleans. É legal essa cena.

O dia de hoje trazia uma novidade, que era o rumo norte, depois de tantos dias rodando a oeste. Sinal que eu começava a atingir um ponto crucial na viagem. Saí não muito cedo, após o café da manhã no hotel, que não dava pra recusar.

Cedo, pela manhã, abri as cortinas e vi que o tempo estava bom. Tinha parado a chuva. Olhei a V-Strom no estacionamento em frente à recepção. Estava ali tranquilinha, me esperando. É, vamos lá V-Strom, vamos para mais uma jornada.

Ai, que dor de cabeça! Foi assim que acordei em Watson Lake. Acho que tinha viajado um pouco demais na cerveja. Quando cheguei na cidade, no final da tarde do dia anterior, outras duas motos estavam chegando também, e os caras ficaram hospedados no andar de baixo do mesmo hotelzinho.

O dia amanheceu carregado de nuvens. Não havia breakfast no motelzinho. No quarto ao lado, o meu colega harleyro já tinha saído para Anchorage, a cidade mais populosa do Alaska, ao sul do território. Metódico, ele tinha um paninho pra polir cada pedacinho de sua Harley,

Página 4 de 4

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.