Desde criança eu tenho um grande fascínio por motos e viagens. Mas somente aos 30 anos de idade eu tive a oportunidade de comprar a minha primeiro moto. E como o sonho de percorrer o brasil era grande, após um bom planejamento, parti para minha primeira viagem de moto saindo de Belo Horizonte com um destino em mente: chegar aos grandes Lençóis Maranhenses.

Procurei por toda a internet dicas para esta viagem, porém não encontrei nada que me ajudasse, por isto resolvi escrever este artigo e compartilhar com os leitores do Viagem de Moto. Eu e minha namorada Carol somos de São Paulo e nunca havíamos feito este trajeto. Entre Fortaleza e Jeri existem algumas das mais belas praias e lagoas do Brasil, e imaginava que uma viagem de moto por este caminho seria magnífica.

Vou relatar para vocês uma viagem de moto que realizei entre 30 de dezembro de 2009 e 29 de janeiro de 2010, durante a qual percorri 5.056 km de estradas de quatro estados brasileiros: São Paulo, Espírito Santo, Rio e Bahia. Nesta viagem tirei muitas fotos, que podem ser vistas na apresentação abaixo, e tive o prazer de rever velhos amigos e conhecer muitos novos.

Estava tudo pronto para passarmos o Natal juntos, meus irmãos e eu. Mas, uma notícia inesperada nos pegou de surpresa: nosso irmão Gil que mora em Teresina dera entrada na UTI com altas taxas de diabetes. E não pôde vir mais para o Natal. Então, decidi fazer uma surpresa: decidi ir a Teresina. De moto. Mas era uma decisão que eu precisava pensar com calma, pois era nada mais nada menos que 1200 km para ir e voltar. Não eram os meros 120 km que eu estava acostumado a fazer indo a praia de Flecheiras ou à Serra de Guaramiranga no Ceará. Então, tinha que pensar, pois o que mais me preocupava era a dormência e dor causadas pelo longo tempo sentado na moto. Aquilo era de um desconforto terrível e não sei como lidaria com isso. Poderia atrasar a viagem com longas e frequentes paradas.

O empresário mineiro Diogo Lima fez em dezembro uma viagem de moto para a Chapada Diamantina, na Bahia. O interessante na viagem do Diogo é que ele utilizou uma Yamaha Drag Star para ir até a Chapada, e seus relatos mostram claramente que os passeios pelo Parque Nacional não são impossíveis de fazer utilizando motos customs, como muitos motociclistas imaginam.

Pagina 5 de 5
Ver mais artigos

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.

Livros sobre viagens pela América do Sul e Himalaia

Mais viagens pelo Brasil

3900 km em uma Harley-Davidson pelo litoral

Ter uma Harley Davidson é mais que ter um veículo, que ter um bem material. Ter uma Harley é ter...

Viagem de moto do Nordeste ao Sul do Brasil

Em outubro de 2014 decidi fazer uma viagem de moto até o sul do Brasil, saindo de Natal (RN). A...

Amigos, motos velhas, estrada e as cachoeiras da Serra da Canastra

Quem não gosta de viajar? Já estávamos querendo fazer isso há meses, mas as complicações do dia a...