Viagem de moto pela América do Sul

Saí bem cedo, às 5h30 da manhã, para continuar minha viagem de moto. Passei pela aduana argentina com muita tranquilidade, pois com passaporte é mais fácil que se eu fosse com o RG. Se tivesse só o RG eu teria que ficar preenchendo papel, mas com o passaporte foi só carimbar e pegar a autorização da moto para rodar na argentina.

Esse primeiro dia na Argentina foi meio tenso, passei por vários postos de gasolina que não aceitam cartão de credito. Havia planejado gastar o dinheiro em espécie só na volta. Mesmo assim eu abasteci três vezes no credito e uma foi em Reais, em um posto perto da cidade de Posadas, onde o frentista aceitava a moeda brasileira.

Cheguei a Presidente Roque Sáenz Peña as 16h30 e me hospedei em um hotel simples, mas confortável, por U$ 18,00.

Percorri 830 km

Comentários (0)

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

  1. Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Caracteres
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.

Livros sobre viagens pela América do Sul e Himalaia

Mais viagens pela América do Sul

Expedição Andes - Amazônia

Durante 51 dias, o motociclista Paulo Stangler, de Brasília, fez uma viagem solo de mais de 18 mil km...

Giro Latino de Ténéré 250 e Lander 250

No mês de março passado os motociclistas Carlos Boni e Noellen realizaram uma viagem de moto por...

Viagem de Moto pela América do Sul

O engenheiro goiano André Dias (41) tinha Um sonho: fazer uma viagem de moto pela América do Sul....