Estamos (Ela🙏, a Gilda🏍 e eu💪) iniciando mais um rolê, dessa vez pelos litorais do sul do Brasil, Uruguai, Argentina e Chile, atravessando a Patagônia e chegando, com as bençãos de DEUS e sob a poderosa proteção da Virgem Imaculada, até o arquipélago da Terra do Fogo, na região mais ao sul do continente americano e passando por USHUAIA, considerada a cidade mais austral do mundo!!!

Dia "molhado, Choveu mais de 70% do percurso que fiz durante a viagem – aproximadamente 420 km de Mostardas à cidade mais extrema do Brasil no Sul: Chuí (RS). Mas graças ao bom equipamento que tenho, cheguei ao término do dia com minha roupa e corpo totalmente secos. 🙏

Amanheceu um dia bonito, que me recebeu com sol e belas paisagens no Uruguai. 👇Devo ressaltar que foi a entrada em um país mais rápida e menos burocrática de toda minha vida. Parei na Aduana, apresentei o passaporte e no máximo em 3 min já estava liberado!!! Retornei à Gilda e ao passar pelos fiscais, me perguntaram se tinha a Carta Verde (seguro obrigatório que tiramos um válido para os países do Mercosul); disse que sim e me liberaram sem revista da bagagem e nem pedir para ver o seguro. Show!!!

Amanheceu mais um dia muito bonito, desta vez com céu de brigadeiro. Acordei antes das 5h (como de costume), rezei um terço e logo após o dia amanheceu. Saí do quarto para tirar uma foto👇, apesar do frio (este frio está me acompanhando há dias, desde Canelas (RS), mas estou "tentando me adaptar", usando direto a camisa de segunda pele, algumas vezes luva de lã por baixo da luva de couro e o tubo de lã de proteção do pescoço, que ganhei do meu filho tão amado João, quando escalamos o Pico do Marins em 2017 (isto sim é presente útil!!!), pois sei que na Tierra del Fuego o bicho vai pegar!!!😫

Acordei tarde, logo após às 6h, e sai para caminhar no Parque Rodó. Caminhei rápido por pouco mais de 1h. Sinto falta de fazer uma trilha com a Gildinha🚲😞 Tomei café, arrumei as coisas, defini meu itinerário (vagueando preferencialmente pela costa, mas desviando de Montevidéu) e fui. Dia lindo com sol e temperatura agradável. Estradas muito boas, com pouco movimento.

Conforme combinado com o Gugu (63a), tomamos o desayuno às 8h e papeamos mais um pouco. Muitas histórias... Mas por que um motociclista argentino ávido por aventuras com as duas rodas, que mora na Dinamarca e possui passaporte sueco, teria uma Harley-Davidson Dyna 2007 com apenas 28 mil km e emplacada na Espanha???

Hoje teve as 4 estações: sol, chuva, calor e frio. No final da noite, vento muito forte com chuva. Acordei cedo como de costume (logo após as 4h, ainda escuro). Fiz o relato e conclui quando o sol estava nascendo. Como o café inicia às 8h, aproveitei para caminhar. Coloquei uma bermuda, camiseta, tênis e saí.

Pagina 1 de 3
Ver mais artigos

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.

Livros sobre viagens pela América do Sul e Himalaia

Mais viagens pela América do Sul

Duas motociclistas que determinam seus limites

Elas gostam de quebrar paradigmas, tanto na hora de escolher os modelos das suas motos quanto no...

Um casal recifense e 14.875 km de aventura!

Somos Rosana e Luciano, recifenses, que percorremos com nossa moto Honda CB 500X um total de...

Atlântico – Pacífico: As belezas do extremo sul das Américas

A expedição “Atlântico – Pacífico: As belezas do extremo sul das Américas” faz parte de um plano...