Viagem de moto pelo Nordeste - BR-101

Na saída da pousada percebi um barulho estranho na transmissão da moto. Na medida em que o motor ia aquecendo, o ruído sumia. Parei na cidade de Iconha e encontrei uma loja para consertar meu celular.

A placa queimou e precisou trocar. Infelizmente perdi todas as fotos da viagem (por sorte, minha esposa arquivou todas as que enviei pelo whatsapp).

Próximo a Campos dos Goytacazes procurei uma oficina para esticar a correia de transmissão, pois o ruído que citei acima aumentou.

Cheguei a Itaboraí (RJ) e acabei entrando erroneamente pelo centro da cidade e peguei a hora do rush. Perdi muito tempo e consegui chegar a Magé somente por volta das 20h, depois de ter rodado quase 655 km.

Encontrei o Hotel Vagalume na rodovia BR-493 e, como estava muito cansado (mais por rodar naquele trânsito terrível de Itaboraí), tomei um banho e dormi bem cedo.

Viagem de moto Nordeste - Rio de Janeiro

Comentários (0)

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

  1. Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Caracteres
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.

Livros sobre viagens pela América do Sul e Himalaia

Mais viagens pelo Brasil

Viagem de moto até Concórdia (SC)

O motociclista Renato fez durante o feriado de Corpus Chisti, em junho passado, uma viagem solo...

Amigos, motos velhas, estrada e as cachoeiras da Serra da Canastra

Quem não gosta de viajar? Já estávamos querendo fazer isso há meses, mas as complicações do dia a...

Passeio de moto pela Serra da Moeda

No domingo, dia 4 de junho, resolvi fazer um passeio com o meu filho Álvaro. Lembrei que o Celso...