viagem de moto até o Deserto do Atacama

Acordamos às 6h e a primeira tarefa do dia foi cuidar da cavalaria, que tinha deixado de fazer no dia anterior. Segundo ensinamento militar do Coronel Santana, antes de você, cuide dos seus cavalos. Após lubrificar as correntes da moto, tomamos café e preparamos a partida.

Deixamos Imbituva por volta de 8h, paramos para uma tradicional foto no portal da cidade e seguimos em direção Guarapuava. Fizemos uma esticada de 200 km até a primeira parada, próximo à cidade de Candoi, onde abastecemos as motos e fizemos um lanche. Logo seguimos até Pato Branco "dai". Até um pouco antes de pato branco estrada boa, não duplicada e com pouco trânsito. Muitas plantações de soja. Santana mencionou vontade de parar na estrada para tirar uma foto no meio do campo para fazer um contraste do preto com amarelo.

Paramos em Pato Branco, uma cidade grande, onde fazia muito calor. Deste ponto em diante a estrada judiou de nós, calor, caminhões e estrada com asfalto ruim.

Chegamos a Dionísio Cerqueira por volta das 16h30.

Comentários (0)

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

  1. Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Caracteres
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.

Livros sobre viagens pela América do Sul e Himalaia

Mais viagens pelo Chile

Atacama - Paso Jama e Paso San Francisco

Durante 17 dias, Seis motociclistas, dois de São Paulo capital (Ricardo - GS1200 e Sérgio -...

Rumo ao Atacama

Os motociclistas Marcos Luis Evangelista e Marcelo realizaram uma viagem de moto que durou 16...

Carretera Austral

A Ruta CH-7, conhecida como Carretera Austral, tem 1.240 km de extensão, boa parte não...