Viagem de moto pela Transamazônica

Marabá, PA a Anapu, PA - 370 km

Acordamos às 5 horas da manhã, pois mesmo com tudo previamente ajeitado sempre falta algo para arrumar. Café da manhã tomado e fomos para estrada.

Os primeiros quilômetros de asfalto são um pouco frustrantes, mas deixam a vontade de conhecer logo a verdadeira estrada ainda maior. Após uma reta e sem avisos ela chega, uma terra vermelha e bem compactada, marcada por sinais das ultimas chuvas, que deixam rastros endurecidos pelo sol.

Fomos sentindo a estrada com uma tocada leve, pois tínhamos muitos quilômetros para percorrer. A poaca veio após alguns quilômetros, depois de uma subida estilo lombada, e do nada apareceu: profunda, extensa e sem aviso ! O primeiro contato foi difícil, provocou grande instabilidade na moto e susto em todos. Os primeiros 60 km de terra são os piores de quase toda a BR- 230, até chegar na localidade de Cajazeira.

Também tive o primeiro contato com a negociação das ultrapassagens, tarefa que é dificultada pela pouca visibilidade, pelo excesso de poeira levantada pelo veiculo que vai à frente, e ao desconhecimento do que poderemos encontrar. Em uma destas ultrapassagens, dei de cara com uma poaca seguida de um buraco não muito profundo, mas que poderia desestabilizar a frente da moto. A única opção foi baixar uma marcha rapidamente e um toque na embreagem para tirar a roda dianteira do chão, o que facilitou a continuação da trajetória e deu ganho de velocidade para terminar a ultrapassagem.

Uma parada para uma água de coco e rearrumar a bagagem e continuamos ate Novo Repartimento, onde almoçamos e tomamos um suco de açaí.

Após o almoço, ao dar partida, a moto do Fabio disparou a partida e só parou depois de acabar a bateria, mesmo desligando a chave. Por sorte sempre há varias oficinas de motos em todas as vilas e cidades, pois há uma grande quantidade de motos na região.

Rapidamente foi trocado o relé de partida e após uma tranco por causa da bateria descarregada, seguimos viagem.

Chegamos por volta das 5 horas em Anapu, ficamos no hotel Paraná e jantamos no restaurante Sabor Picanha um self service por quilo com uma ótima carne assada.

Gasolina a R$ 3,16 o litro, Hotel a R$ 30 por pessoa, almoço com suco de açaí a R$ 10, jantar com suco R$ 13,50 água de coco R$ 2

Comentários (4)

This comment was minimized by the moderator on the site

O que exatamente é uma POACA?

This comment was minimized by the moderator on the site

Robson, poaca é a poeira fina que cobre as estradas de terra no período seco, escondem os buracos e tornam bastante difícil, além de sujo, pilotar uma moto.

This comment was minimized by the moderator on the site

Amigos, primeiramente parabéns pela viagem. Estou pra fazer essa viagem tambem e gostaria de um contato por email com algum de vcs. Grato

This comment was minimized by the moderator on the site

Ricardo, Obrigado. Abraço, robram2004@hotmail.com

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

  1. Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Caracteres
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.

Livros sobre viagens pela América do Sul e Himalaia

Mais viagens pelo Brasil

Expedição Jalapão

Essa grande aventura começou a ser sonhada há 3 anos com o renomado motociclista Antônio, mais...

Viagem para comemorar o Dia do Motociclista

Uma da melhores viagens que já fiz para comemorar o dia 27 de julho, Dia do Motociclista. Dia 26,...

Viagem de moto de Natal até Belém

No início de dezembro passado recebi um convite dos meus amigos Fuzileiros Navais, para participar de um...