Como não tenho condições de fazer grandes roteiros devido à minha atividade profissional, a partir de Curitiba realizo trechos de até 700 km/dia nos raros finais de semana de folga. Nos dias 7, 8 e 9 de novembro, fui recordar as Serras Catarinenses que mais gosto, Rio do Rastro e Corvo Branco.

Fiz essa viagem em março 2012 pilotando minha "azul" Harley-Davidson Heritage acompanhado da minha esposa. O objetivo foi conhecer a região sul a partir de Curitiba, que já conhecia. Então, estabeleci o seguinte roteiro: Curitiba- Blumenau- balneário Camboriú – Serras catarinenses (Urubici, São Joaquim e a Serra do Rio do Rastro) – Floripa – Serra gaúcha

Menos conhecida que a Serra do Rio do Rastro, mas percorrendo uma região igualmente muito bonita, a SC-301, conhecida como a Estrada da Serra ou estrada da Serra Dona Francisca, possibilita aos viajantes um belíssimo visual da região norte do Estado de Santa Catarina. Ela liga a região de Joinville ao planalto serrano, até a cidade de São Bento do Sul.

Sempre que queremos vender uma moto nos despedimos dela em grande estilo. Desta vez estamos vendendo a minha Drag 2008, depois de muitas aventuras está na hora de adquirimos uma nova. Assim, meu último passeio com ela fomos pelas Serras Catarinenses.

Quinta-feira, 15/11/12. Saí de casa às 05h30 para me encontrar com um grupo de amigos em Sorocaba-SP. O objetivo? Fazer uma viagem de moto até a Serra do Rio do Rastro. É um local fantástico, que está concorrendo no topo como a mais espetacular estrada do mundo.

O motociclista Otávio Araújo, o Gugu, realizou mais uma de suas viagens, dessa vez percorrendo 3.100 km até as Serras Catarinenses para encontrar com amigos. São Joaquim, Lages, Urubici e Urupema são alguns dos lugares que visitou.

Planejamos visitar o Cânion do Guartelá, em Tibagi no Paraná, o sexto maior cânion do mundo e o maior do Brasil, durante o feriado da Semana Santa. Saímos de Goiânia em 5 motos, uma Vulcan 900, 2 Lander 250 Motard, uma Sundown 200 cc e uma Fan 150.

2012 foi um ano de preparação. Desde o seu início, coloquei na cabeça que iria fazer uma longa viagem com minha Harley-Davidson Electra Glide Classic, ano 2005, apelidada por alguns amigos de "A Encantada". Analisei vários roteiros e destinos, cheguei mesmo a cogitar o Ushuaia, 'La Tierra del fin del mundo', na Patagônia Argentina, mas como nem sempre o que queremos é o que podemos fazer, essa vai ficar pra outra oportunidade. No final, defini o destino: Chile, passando pelo Chaco Argentino, San Pedro de Atacama, chegando até Antofogasta, fotografar 'La Mano del Desierto' e retornar, o que levaria uns 17 ou 18 dias.

Um dia, eu e minha esposa tivemos um sonho: conhecer as Cataratas do Iguaçu. Realizamos esse sonho em uma viagem que durou 11 dias, quando percorremos 3.565 km com nossa Yamaha YBR 125 Factor. E fizemos mais do que imaginávamos. Além das Cataratas, conhecemos a Usina Hidrelétrica de Itaipu, Puento Iguazú na Argentina e Cidade Del Este no Paraguai.

Ver mais artigos

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.

Livros sobre viagens pela América do Sul e Himalaia

Mais viagens pelo Brasil

De Vila Velha a Alto Caparaó

Sou iniciante no ramo das viagens de moto e vou deixar aqui meu pequeno passeio pela BR-262, de...

Roteiro: Santana dos Montes

Santana dos Montes está situada a 130 km de Belo Horizonte e tem em seus casarões, fazendas...

Urubici, SC

Durante o feriado do carnaval os motociclistas do moto grupo Andarilhos de Fim de Semana, de...