2º dia: Itaobim - Salvador - 745 km pela BR 116

Mesmo no Domingo, véspera de feriado, a quantidade de caminhões chega a ser inexplicável. Como pode ter tanto caminhão disputando um pequeno espaço de estrada???

Hoje o caminho foi por três estados, Bahia, Sergipe e Alagoas.

Logo cedo em Salvador peguei a estrada no sentido da Rodovia do Coco, debaixo de chuva, sol e vento...... Depois de cometer alguns erros na capital do Estado da Bahia, consegui chegar na estrada verde que liga Salvador a Aracaju.

Continuando a viagem, terça bem cedo, partimos de Maceió com destino a Praia da Pipa situada na cidade Tibau do Sul, no estado do Rio Grande do Norte.

Para desviar da BR 101, optamos por subir pela rodovia estadual margeando o litoral, o que nos propiciou um passeio super agradável com várias paisagens incríveis.

Depois de rodar sete dias percorrendo os Estados de MG, BA, SE, Al, PB, PE e RN, chegamos a Canoa Quebrada no Ceará.

Sabendo que o calor seria o nosso principal parceiro na viagem, optamos por acordar às 6 horas da manhã e às 7 horas estávamos na estrada.

Hoje nos despedimos de Canoa Quebrada bem cedo com destino a Jericoacoara, ainda no estado do Ceará. Na noite anterior, na pousada, conhecemos um casal de Fortaleza que nos passou várias dicas de pousadas, restaurantes, locais para visitar e estradas a percorrer, evitando a BR principal.

Nosso segundo e último dia em Jericoacoara. Lugar incrível, paisagens maravilhosas. Com certeza o pôr do sol mais bonito que já vimos até hoje.

Hoje tivemos a oportunidade de fazer um passeio de bugre que durou o dia todo. Conhecemos dunas, lagoas, mangues, cidades soterradas e pessoas fantásticas que ali vivem.

Dando sequência à programação, saímos de Jericoacoara quarta-feira às 8 horas com destino à Jijoca de Jericoacoara. Nosso transporte, numa pick-up D-20, foi feito pela areia fofa e por muitas dunas.

Ficamos impressionados como os nativos da região que pilotam suas motocicletas pelas dunas, sempre em alta velocidade para não cair na areia fofa e com a maior destreza.

Olá Turma,

Partimos de Lençóis na sexta feira chegando em São Luis por volta das 13 horas. Percorremos 260 km por estradas boas e com pouco trânsito de veículos. Chegando próximo à capital do Maranhão, o único acesso à ilha é feito por rodovia em péssimo estado de conservação, asfalto irregular e trânsito intenso de veículos pesados. Em São Luis seguimos direto para a pousada que havíamos feito a reserva.

Pagina 1 de 2
Ver mais artigos

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.

Livros sobre viagens pela América do Sul e Himalaia

Mais viagens pelo Brasil

Trilhas e caminhos inéditos no Nordeste

Prefiro viajar sem destino, sem pressa e usando apenas uma bússola (e raramente um mapa)....

Projeto Rotaway Brasil Independência

Olá pessoal, tudo bem? Para quem ainda não sabe, dia 07 de setembro deste mês iniciarei uma viagem de...

Rastro da Serpente

Sábado pela manhã, após o café na The One Harley-Davidson e encontro com vários Amigos Harleyros,...