Viagem de moto pela Argentina - Ushuaia

Queríamos ficar três noites em Ushuaia, porém só conseguimos duas por causa do fim de semana. Por isso, tivemos que nos despedir da cidade, mas iniciamos o retorno para casa realizados por termos cumprido a missão a que nos propusemos nesta viagem de moto.

A nossa meta na volta era passar pelos quatro processos de migração entre Argentina e Chile, enfrentar o rípio, o vento, da Patagônia, a balsa para atravessar o Estreito de Magalhães e pernoitar na Hosteria da Ketty em Puerto San Julián. Missão dura.

Às 8 horas saímos da Hosteria Residencia Linares, com a temperatura a 7 graus em Ushuaia, um vento constante e frio que incomodou até próximo a Rio Grande. Depois o sol aqueceu um pouco e o espírito ficou esperto para enfrentar o rípio e o vento.

Seguimos com atenção redobrada por causa dos Guanacos e pequenos avestruzes, além do forte vento.

Às 20h15 estávamos em Puerto San Julián, com o dia ainda claro, mas sem sol. Fomos para a pousada da Katte, achamos vaga, trocamos de roupa e fomos para o posto de serviço fazer um big lanche, porque devido à hora, os restaurantes próximos estavam fechados.

Trajeto: Rutas 3 - Rio Grande, Rutas em direção de Onaissin/Povenir no Chile (rípio), Rutas 257 sentido Balsa, Rutas 3 Rio Gallegos e Puerto San Julian.
Distância percorrida no dia: 974 km
Postos de Abastecimento: San Sebastian, Rio Gallegos, Cmte Luiz Piedra Buena, Puerto San Julián.
Rodovias: Rutas 3 e 257 em excelente estado
Hotel: Hosteria La Casa de Katty