Viagem de moto Rodovia Transamazônica

"As viagens longas, aventuras sempre dramáticas exigem preparação e planejamento pra serem saboreadas na sua plenitude. Temos que deixar a vida a limpo, quase como se fossemos deixá-la pra trás, casa, filhos, bichos, trabalho, tudo tem que estar na melhor condição que nos seja possível. Não é fácil pra nós...

Mas vale a pena, pois além das aventuras, desta vez temos por destino terras onde amigos queridos, alguns que ainda nem conhecemos fisicamente, nos esperam de braços e corações abertos.

Sim, esperamos mesmo fazer jus às expectativas daqueles que se preparam pra receber-nos em tantas cidades distantes... quanta honra !

Obrigado, amigos que compartilham essa aventura, seja trilhando os quilômetros das estradas, seja lendo e acompanhando na mente nossos caminhos. Que esta viagem seja mais uma consolidação desta ponte de amizade chamada "Biduzidos", que nos liga de norte a sul !"

14/07 Pernoite em Catalão-GO
15/07 Aniversário do Wallace e pernoite em Uruaçu-GO
16/07 Pernoite em Paraíso-TO (738)
17/07 Pernoite em Araguaína-TO
18/07 Pernoite em Marabá
19/07 Marabá
20/07 Saída para Carolina-MA
21/07 Carolina
22/07 Carolina=> Araguaína (110)
23/07 Araguaína
24/07 Pernoite em Natividade
25/07 Saída para pernoitar em Brasília
26/07 Brasília/Motocapital
27/07 Brasília/Motocapital
28/07 Brasília/Motocapital
29/07 Pernoite em Campo Belo
30/07 Chegada em casa.

Um vento franco e quente vindo do norte varreu e revigorou nosso moto grupo. Rapidamente fomos envolvidos e quando nos demos conta estávamos num projeto maior: Queríamos conhecer o nascedouro dessa onda renovadora, dessa gente cheia de alegria e energia que amava o motociclismo de uma Forma tão simples e sedutora. Iríamos ao nortão encontrá-los.

No princípio o projeto era subir de moto até Marabá e dali junto com os amigos do norte, feitos no fórum, retornar a Brasília para participar de um enorme evento motociclístico. Mas o sonho se tornou mais ambicioso e logo envolvia conhecer todas as capitais do nordeste e suas principais praias, entrando a partir de Fortaleza para o oeste, passando por Teresina para chegar a Marabá. Os quase 9.000 km da viagem foi meticulosamente planejados e já principiávamos selecionar os hotéis, pousadas e passeios quando o inesperado aconteceu. Meses antes eu fora questionado pelo FF quanto à firmeza de nossa decisão de viajar e respondi que apenas um problema de saúde nos afastaria dos planos. Como uma maldição, pouco mais de um mês antes do 05 de julho, a data prevista para iniciar a aventura, fui diagnosticado com problemas de vesícula que exigiam imediata cirurgia. Tive que realizá-la no dia 13 de junho e isso mandou por água abaixo o projeto . Desistir ? Nem pensar. Mas fomos obrigados a remodelá-lo de acordo com as novas condições. Voltamos ao início. Marabá seria o objetivo inicial e Dalí voltaríamos conhecendo tudo quanto possível.

Estávamos preocupados não apenas com minha recuperação, mas também pelo fato de que sairíamos sozinhos, Marcia e eu por muitos e muitos quilômetros de estradas desconhecidas. Apesar da confiabilidade de nossa Harley Electra, não negligenciamos as revisões, trocamos pneus, preparamos mapas, GPS, equipamentos e ferramentas para emergências, enfim cercamos tudo quanto possível para aumentar nossa autoconfiança. A ansiedade era muito grande e podíamos percebê-la também de nossos anfitriões.

Relato de Viagem de Moto

Comentários (1)

This comment was minimized by the moderator on the site

Olá, Genaro e Márcia!
Esta aventura teve de tudo, do bom e do melhor: amigos, poeira, estrada, motos...Parabéns pelo relato.
Do "Véio Gô" dos Biduzidos

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

  1. Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Caracteres
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.

Livros sobre viagens pela América do Sul e Himalaia

Mais viagens pelo Brasil

Viagem de XT 600 - de BH à Tríplice Fronteira

Foi assim meu planejamento de viagem, me aventurar sozinho em uma moto com 16 anos de uso....

Viagem de moto até Diamantina

Com quase três séculos de fundação, passando de povoado a arraial até chegar a município,...

De moto até o Salto do Yucumã

Pilotando uma Yamaha Fazer YS 250, durante nove dias do mês de maio passado, o paulista Douglas...