No segundo dia de viagem saí de Registro (SP) às 5h20 com o trajeto programado para rodar 4 estados e 950 km. Durante os primeiros quilômetros de São Paulo até o Paraná tive como companhia nas serras da BR-116 uma neblina e um friozinho intensos.

Neste dia peguei a estrada mais tarde um pouco. Saí de Buenos Aires às 10h sentido Vicuña Mackena. Depois de um longo trecho pela Ruta 7, tive que pegar um desvio de aproximadamente 130 km, pois a 7 estava interditada em uma parte. Por volta das 19h cheguei ao destino do dia.

Depois de sete dias de viagem de moto, tirei um dia inteiro só para turismo em Mendoza. Que cidade espetacular!!! Localizada aos pés da Cordilheira dos Andes, Mendoza ostenta o título de capital internacional do vinho. Não por acaso, é responsável por 70% da produção de vinhos da Argentina e é conhecida por produzir o melhor Malbec do mundo.

Após um bom dia de descanso e turismo estava pronto para pegar a estrada novamente para continuar minha viagem de moto. Saí cedo de Mendoza e comecei a subir a Cordilheira dos Andes sentido Paso los Libertadores, na fronteira entre Argentina e Chile.

Pagina 1 de 3
Ver mais artigos

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.

Livros sobre viagens pela América do Sul e Himalaia

Mais viagens pelo Chile

Viagem de moto até o Chile

Durante 19 dias entre abril e maio passado fizemos uma viagem de moto de 9.530 km e percorremos...

Viagem de moto ao Atacama

O casal Ale e Mile junto com o amigo Marcelo fizeram no mês de março deste ano uma viagem com duas...

Região dos Lagos no Sul do Chile

Em novembro passado, três casais das cidades de Palmeira das Missões e Soledade no Rio Grande do...