Viagem de moto até o Chile – Deserto do Atacama

Saímos de Rio Cuatro sem saber em que cidade iríamos parar. Fomos em frente e chegamos a Santa Fé, onde encontramos um hotel legal e pagamos 200 pesos argentinos por pessoa com café da manhã. Tomamos umas cervejas e resolvemos não sair para jantar, apesar da cidade ser bonitinhas, mas o cansaço falou mais alto.

O Cesar e a Rose saíram para comprar uma bota nova para ela, pois a bota não resistiu à viagem, rsrsrsr. Eles relataram que gostaram muito de andar pela cidade, muito linda.

O Helcio e o Igor pediram lanche no hotel. Enfim, descansar, mas o Anesio estava preocupado com um barulho que o triciclo estava fazendo. No dia seguinte iria providenciar o conserto, que ele acreditava ser da correia.

Comentários (0)

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

  1. Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Caracteres
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.

Livros sobre viagens pela América do Sul e Himalaia

Mais viagens pelo Chile

Atacama, uma nova viagem

No mês de setembro passado, três motociclistas de Guaratinguetá / SP - Flávio, Jacob e Regato -...

De Biz nos Andes

Grupo de motociclistas de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, integrantes do moto grupo Bodes do...

Até o Chile em família

Tudo começou (para variar!!!) em uma mesa de boteco. Definimos simplesmente que íamos! Foi mais de um...