Viagem de moto até o Chile – Deserto do Atacama

Acordamos cedo (se é que conseguimos dormir) e tocamos de volta a Purmamarca. Saímos com -1ºC. Na Estrada pegamos -6ºC.

O aquecedor de manopla da BMW fez diferença. Para o Sergio e o Walter, duas paradas para "descongelar" as mãos.

Mas o amanhecer naquele lugar, e naquelas condições é UNICO.

A mangueira do Camelbak congelou... Tirei um pouco esquentando a mangueira e joguei sobre a mala lateral. 20km apos, congelada. E notem que tem sol....

Naquele trecho, encontramos o Jean, que vinha do RS, também com destino de San Pedro de Atacama. Trocamos algumas informações e fotos. Mais tarde ele se juntaria a nós no hotel em Purmamarca.

Entre Purmamarca e o altiplano, CUIDADO COM TRECHOS SUJEITOS A QUEDA DE PEDRAS.

Também, pela manhã os animais parecem mais ativos e dispostos a cruzar a pista. CUIDADO!!! lhamas, carneiros, jegues, etc. (kkkkk cuidado com o jegue argentino)

Para ter idéia... Olha o riachinho na beira da pista.

E finalmente chegamos de volta a Purmamarca para aguardar a abertura da fronteira.

Estamos completamente ansiosos e um pouco desanimados também.

Comentários (0)

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

  1. Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Caracteres
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.

Livros sobre viagens pela América do Sul e Himalaia

Mais viagens pelo Chile

Atacama 2015

Um grupo composto por cinco brasileiros em três motocicletas realizou entre os dias 31 de janeiro...

Atacama, uma nova viagem

No mês de setembro passado, três motociclistas de Guaratinguetá / SP - Flávio, Jacob e Regato -...

Do Atlântico ao Pacífico

Entre outubro e novembro do ano passado, três paulistas, o casal Bruno e Cláudia, acompanhados...