71° dia - 06/07/13 - sábado - Anchorage (ALASKA).

O Dennis, que conhecemos na ida em Coldfoot, nos pegou de camionete e gentilmente nos ofereceu o breakfast. Foi na Harley conosco, ajudou a descrever os problemas para os mecânicos e nos deixou no hotel para voltarmos depois com as motos para a Harley. Enfim! foi super gentil e amigo.

Mais um dia inteiro para consertar as motos, mas finalmente descobriram o problema da minha e aparentemente está tudo OK pra viagem. A do Ruy foi trocada a vedação do garfo. O tratamento dado pelo Craig, supervisor (a foto com um poster ao fundo é com ele em uma moto de arrancada) e o interesse do mecânico Billy foram fundamentais para o êxito do serviço, ao contrário da H-D de Fairbanks, que foi um desastre pela falta de profissionalismo e conhecimento técnico e só nos trouxe aborrecimento e prejuízo.

Anchorage

Mudamos de hotel porque o Mush Inn de ontem "ninguém merece"...

Como era dia (7 horas da noite) ainda com sol, apesar do frio de rachar e do vento fortíssimo, fomos para o sul conhecer Girdwood, dica do Dennis.

A estrada era de um visual deslumbrante.

AnchorageAnchorageAnchorageAnchorage

Interessante também é que havia uma feira local (forest fair) e as pessoas eram bem hippies. Pena que o teleférico do hotel mais elegante de lá já estava fechado, senão seria um passeio com visual fantástico.

Na volta, abastecemos num posto da cadeia Tesoro, comum por aqui, e conhecemos o Dan, cujo quiosque Garrett é muito interessante de tantas fotos que tem. Super boa gente, ficou surpreso e alegre quando falamos que vínhamos do Brasil. O cara, enorme, é do tamanho da simpatia e eu fiquei menor ainda na foto com ele...

AnchorageAnchorage

Voltamos para o hotel quase meia noite, ainda claro (ver foto do GPS com a hora do pôr do sol às 23h34).