67° dia - 02/07/13 - 3a. feira - Prudhoe Bay (ALASKA).

Prudhoe Bay

Acordamos ainda tontos da realização de um sonho. Mas a ficha ainda não tinha caído... Aos poucos foram chegando mensagens, maravilhosas por sinal e lendo, demos conta do que estava acontecendo e do que tínhamos feito...

Saímos para um tour de ônibus pela área proibida para quem não trabalha na cidade. Passamos por um lago com dois cisnes e depois por uma raposa que tinha encontrado um esquilinho (coitado) para almoço. Teve uma parada para quem quisesse tomar banho no Ártico e um "véinho" de uns 60 anos, corajoso, subiu as barras da calça e entrou no mar gelado. Não resisti e fui também. O Ruy molhou a ponta do dedo "mindinho" da mão esquerda... rsrs.

Prudhoe Bay Prudhoe Bay Prudhoe Bay Prudhoe Bay

O hotel era básico, mas confortável. O Steve, novo amigo, nos ajudou muito com relação ao Ferry Waterway entre Anchorage / Alaska e Canada que estamos pensando em fazer na volta.

Prudhoe Bay Prudhoe Bay

Passamos no Correio local para carimbar nossos passaportes e colocar os adesivos do Águias de Aço e PHD no mural e a dona de lá tirou nossa foto com uma Polaróide e fixou no outro mural de fotos 2013.

Prudhoe Bay Prudhoe Bay Prudhoe Bay Prudhoe Bay

Tinham nos falado da preocupação com qualquer gota de óleo derramado na área, que até era motivo para cancelar contrato de exploração de petróleo e levam tão a sério que o motorista de uma camionete com um vazamento no motor colocou uma proteção inflável de plastico por 10 minutos enquanto ia no hotel.

Prudhoe Bay

Descansamos muito, comemos mais ainda e dormimos demais...

Redação PHD Fernando

Comentários (3)

This comment was minimized by the moderator on the site

Parabéns...Pelo seu sonho realizado....você merece....... Ruy sempre lembremos de você..... Deus Abençõe .... De sua prima (BASTIANINHA) LILIANA FERREIRA .....BJS....

This comment was minimized by the moderator on the site

PARABÉNS, meus camaradas, por mostrarem que quem acredita faz, não tem essa de ficar em casa ou nos cafés da vida falando...tem que ir, tem que fazer e isto é a vida. Sinto-me como se estivesse ao lado de voces, compartilhado cada parada, cada conserto na máquina (rsrsrsr), cada lugar e cada local onde as pessoas ainda são pequenas, tem discrimnações e ainda olham com desconfiança, não perceberam que o nundo foi feito para nós, para aqueles que acreditam como voces, como nós. Para o ano que vem estarei se Deus quiser na estrada, na estrada da vida, da minha vida, vivendo o mundão que Deus nos entregou para vive-lo. Um grande abraço e saudações.

This comment was minimized by the moderator on the site

É Roberto... Vc pegou a essência da coisa... A viagem é isso que vc falou. Tem que ir a frente, ir pra cima. Como diz nosso parceiro de um trecho da viagem, o Bida, ficar em cada babando mo poodle não tá com nada! Espero vc na estrada! Abs!

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

  1. Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Caracteres
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.

Livros sobre viagens pela América do Sul e Himalaia

Mais viagens pelas Américas

Viagem de moto dos Estados Unidos ao Brasil

Abaixo, um vídeo com a reportagem sobre a chegada de três motociclistas brasileiros em Poços de...

Viagem de moto de Ilhabela ao Alaska

Já publicamos aqui um artigo sobre a viagem do Adriano Henrique Vanderstappen para o Alaska, De...

Seguindo o verão pelas Américas

Um casal entrando nos sessenta anos de idade que há dez anos descobriu o motociclismo turístico e...