Na primavera de 2010, eu estava indo em direção oeste pela Highway 50, e quase no Smokey Valley passei por esse cara da foto ao lado. Olhei algumas vezes mais para ver se eu não estava tendo alucinações.

Um pouco à frente na estrada, ele encostou e eu parei também para tentar entender o que estava acontecendo. Seu nome é Victor Boocock, um apaixonado por motocicletas, que estava realizando um sonho: fazer uma viagem sozinho entre Nova York e São Francisco em uma Harley-Davidson de 1914. Uma viagem de 4.700 km de costa a costa dos Estados Unidos.

Estados Unidos

Estados Unidos

Estados Unidos

Estados Unidos

Estados Unidos

Observe o tanque auxiliar. Com uma pequena bomba de mão, ele bombeia pressão para dentro deste tanque para forçar o combustível a ir para o tanque principal.

Estados Unidos

Quando nos encontramos ele estava com problemas. Sua moto estava perdendo força depois de todos esses quilômetros percorridos. Agora ela parecia ter cerca de 6 cavalos de potência. E seus problemas estavam apenas começando: nós tínhamos pela frente duas montanhas - Scott Summit e Austin Summit, e sua moto com certeza não teria força para transpô-las.

Estados Unidos

Assim - infelizmente não tenho fotos ou vídeo desta parte -, eu tive que empurrá-lo até o topo do Scott Summit.

Depois eu tive que descer até minha moto, montá-la, subir o morro e começar a empurrá-lo novamente. Mais e mais e mais. Foi uma loucura.

Estados Unidos


Aqui ele empurra sua moto até o topo.

Estados Unidos

Nós decidimos que deveríamos usar uma corda para eu puxá-lo até a próxima cimeira (Austin Summit) com minha moto.

Uhhh, mas quando fizemos uma pausa, um casal muito gentil veio em uma picape e se ofereceu para puxar sua moto.

Estados Unidos

No topo do Austin Summit - aproximadamente 2300 metros - ele está agora sobre as grandes colinas.

Estados Unidos

E os polegares para cima!

Estados Unidos

E lá vai ele...

Estados Unidos

Comentários (3)

This comment was minimized by the moderator on the site

Olá amigo parabéns pela viagem, e mais ainda por está próximo a uma lenda( HD-1945), que ainda parabenizar pelo espirito motociclista do Senhor Boocock que fez essa bravura sozinho, e a vc tb por dar um apoio ao sr.Boocock, isso mostra que em diversas partes do mundo sempre temos um auxilio de algum motociclista, estando ou não em grupo, um forte abraço e boas estradas, mais uma vez Parabéns pela viagem.

This comment was minimized by the moderator on the site

Gde. Jon, vcs são 2 gdes. felizardos. Vc por poder fazer esta viajem tão maravilhosa e sonhada por muitos e o Senhorzinho da HD 1945 por estar realizando o sonho dele com esta super máquina histórica. Parabéns Forte abraço. Edgar

This comment was minimized by the moderator on the site

Amigo John, eu sou de Jaboatão/PE/Brasil, emquanto você dava uma grande ajuda ao Amigo Victor na sua moto de 1914. Ele por outro lado queria lhe ensinar a entender, como uma pessoa com uma moto aparentemente tão frágil conseguiria tal façanha. É muita perseverância mútua não acha? Grande abraço à ambos e FELIZ DIA DO MOTOCICLISTA.

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

  1. Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Characters
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.

Motos Adventure - expedição de moto pelo mundo

Livro sobre viagem de moto até o Atacama