Entrar

De Patos de Minas a Montevidéu sobre duas rodas

  • Categoria: Uruguai

Montevideu

O objetivo do ser humano deve ser sempre procurar a sua felicidade. Seja no trabalho, na família, no lazer e outras áreas de sua vida. Para atingir esse objetivo, ele usa os recursos do fundo de sua alma, como o instinto, a intuição, a vontade de fazer a sua felicidade e não esperar que os outros a façam por ele.

Sempre tive um espírito aventureiro e, dentro dele, a paixão e admiração pelas motos. Desde criança, sonhei em ter uma, que só vim a adquirir após alguns anos de trabalho. Comecei com as trilhas, enduros e rallies, o que me trouxe muita alegria e satisfação, e algumas cicatrizes também.

Com o passar do tempo, fui acomodando, mas o espírito aventureiro sempre falou mais alto. A uns dois anos atrás, pesquisando na internet, vi as fotos da Serra do Rio do Rastro e achei maravilhosa. Pensei na hora "quero ir lá de moto". Olhando mais detalhadamente no mapa, vi que não ficava muito longe do Rio Grande do Sul e do Uruguai e sua Capital Montevidéu. Decidi estender a viagem até lá.

Daí por diante começou o planejamento. Primeiro precisava de um companheiro. Já tinha feito uma viagem sozinho de moto até Palmas – TO. Foi uma ótima viagem, mas às vezes faltava um companheiro para dividir as histórias, os comentários e até tirar fotos. Dessa vez o trecho era bem maior, com mais dificuldades e perigos. Não era conveniente ir sozinho, mesmo por questão de segurança ou suporte no caso de problemas com a moto.

Montevideu 03

O primeiro que pensei foi no meu irmão Rogério. Ele sempre compartilhou comigo o amor pela natureza, pela aventura e pelas motos. Ele aceitou prontamente.

Planejamos a compra das motos, a data da viagem, a poupança, a coincidência das férias, reserva de hotel no destino final e a compra das passagenspara as esposas, que foram de avião.

Tudo planejado, a data da partida chegou rapidamente. Saímos nós dia 02/03/2013, debaixo de chuva, mas muito felizes e entusiasmados, rumo ao nosso destino. A chuva logo passou, mas depois de Uberaba, meu Deus do céu. Que pé d'água violento! Os carros estavam parando à beira da estrada e nós quase tivemos que parar também.

Adentramos São Paulo e seus imensos canaviais. Parecia que não ia parar mais tanta lavoura de cana. Só parou após atravessar a fronteira com o Paraná. Lá, o relevo já é bem mais acidentado e as lavouras são diversificadas e apareceram as primeiras florestas de araucária. Em Santa Catarina, aumentou a expectativa pela chegada à Serra do Rio do Rastro, assim como a apreensão pelo clima. A chuva estava nos acompanhando sempre.

Almoçamos em São Joaquim, a dita cidade mais fria do Brasil, com altitude por volta dos 1.300 metros, marcados no GPS. Chamou-nos a atenção, as maravilhosas lavouras de maçãs. Eu nunca havia visto um pé de maçã carregado. Estavam em plena colheita. Quando chegamos ao mirante da Serra do Rio do Rastro, ficamos tristes. A neblina tampava tudo e não tivemos a vista maravilhosa das fotos que vimos antes. Ficamos um pouco lá e descemos para Lauro Muller, a uns 20 km dali. Olhando no GPS, a altitude despencou de 1400m para 200m em 7 km de descida. Daí até Montevidéu, a altitude não passou disso mais nenhuma vez.

Montevideu

Tínhamos a intenção de voltar ao mirante no dia seguinte, se o tempo estivesse bom. Infelizmente não teve jeito, e saímos cedo, debaixo de muita chuva, que só foi passar umas 3 horas de viagem depois, já no Rio Grande do Sul. Lá a BR-101 é fantástica. De um lado, a baixada dos grandes lagos, que abriga o vento oceânico e as imensas torres de usinas eólicas. Do outro lado, uma cadeia de montanhas que se estendem por umas duas horas de viagem ou mais, quase toda plantada com bananeiras. Deixamos a BR-101 e fomos em direção a Porto Alegre, onde fizemos o anel viário e vimos uma parte dos grandes lagos. Seguimos em direção a Pelotas e Jaguarão, onde entramos no Uruguai. Ali a nossa expectativa aumentou, por ser a primeira vez que entrávamos em terras estrangeiras. Fizemos os trâmites legais, abastecemos as motos em Rio Branco e fomos ver como que era isso.

Foi muito bom. Estradas de pista simples, mas muito bem conservadas. Asfalto liso e o país muito plano. Como disse antes, a altitude nunca passava de 200 m.

Fomos almoçar em uma cidade de nome Minas, a 90 km da capital. Lá conhecemos um povo receptivo, amigo e acolhedor, o que nos encantou durante toda nossa estadia.

Montevideu

Até aí, foram quase 3.000 km. Não tem como descrever a alegria de levantar a cada dia e pensar "hoje vou passear de moto o dia todo". Chegamos a Montevidéu por volta de 16:00h.

No dia seguinte, fomos ao aeroporto receber nossas esposas e planejar alguns passeios. A cidade tem muitas construções antigas, mas tudo muito limpo e bem cuidado. A segurança pública e a educação no trânsito chamam a atenção. Tem uma parte nova com muitas mansões e uma avenida a beira mar com um calçadão de quase 18 km. A cidade é muito bonita, com seus quase 300 monumentos, bairros elegantes, a orla, o mercado do porto, os parques, a praça central e o Teatro Solis, que é um caso a parte. Um dia, fomos ao distrito de Maldonado, a aproximadamente 140 km de distância, onde fica Punta Del Este e vimos alguns cassinos enormes. É uma região turística muito bonita e próspera.

Montevideu

Ficamos seis dias no Uruguai. A volta foi uma ótima viagem também. Viemos por outro trajeto. O trecho no Uruguai foi plano como sempre e muito pouco povoado. Passamos por muitas cidades, mas todas muito pequenas. Já no Brasil, atravessamos muita lavoura de soja do Rio Grande do Sul até o Paraná. Em São Paulo, a mesma paisagem de canaviais intermináveis. Pegamos um pouco de tempo chuvoso, mas com menor intensidade. Nós não viajamos nenhum dia durante a noite, mas na volta andamos até mais tarde. Não tivemos nenhum problema com as motos, nem pneu furou.

Montevideu

Chegamos em 17/03, em menor tempo que na ida, felizes pela aventura maravilhosa e por tantas coisas que conhecemos e vivemos, pela descoberta de uma parte fantástica do Brasil e de um país amigo e acolhedor.

Já estamos com saudades da viagem de moto e começamos a planejar outra, para daqui a uns três anos. Pretendemos conhecer a Cordilheira dos Andes, o deserto do Atacama e o Lago de Sal, no Chile. Vamos trabalhar e ver se vai dar tudo certo.

Roteiro Montevideu

Abaixo, o roteiro da viagem de aproximadamente 6.500 km.

Rota de ida   Rota de volta
Patos de Minas - MG   Montevidéu - URU
Uberaba - MG   San jacinto - URU
Ribeirão Preto - SP   Tala - URU
Araraquara - SP   Fray Marcos - URU
Jaú - SP   Casupá - URU
Barra Bonita - SP   Reboledo - URU
Pratânia - SP   Cerro Colorado - URU
Avaré - SP   Illescas - URU
Itaí - SP   José Batle Y Ordóñez - URU
Taquarituba - SP   Cerro Chato - URU
Itaberá - SP   Santa Clara de Olimar - URU
Itararé - SP   Tupambae - URU
Semgés - SP   Fraile Muerto - URU
Jaguarialva - PR   Melo - URU
Pirai do Sul - PR   Isidoro Noblia - URU
Castro - PR   Acegua - URU
Ponta Grossa - PR   Acegua - RS
Palmeira - PR   Bagé - RS
Porto Amazonas - PR   Santa Maria - RS
Lapa - PR   Cruz Alta - RS
Rio Negro - PR   Ibiruba - RS
Mafra - SC   Tapera - RS
Papanduva - SC   Ernestina - RS
Monte Castelo - SC   Passo Fundo - RS
Santa Cecília - SC   Getúlio Vargas - RS
Ponte Alta do Norte - SC   Erechin - RS
São Cristóvão do Sul - SC   Catanduvas - SC
Ponte Alta - SC   General Carneiro - SC
Correia Pinto - SC   União da Vitória - PR
Lages - SC   São Mateus do Sul - PR
Painel - SC   São João do Triunfo - PR
São Joaquim - SC   Palmeira - PR
Bom Jardim da Serra - SC   Ponta Grossa - PR
lauro Muller - SC   Castro - PR
Crisciúma - SC   Piraí do Sul - PR
BR-101 - SC   Jaguariaiva - PR
Porto Alegre - RS   Arapoti - PR
Guaíba - RS   Venceslau Braz - PR
Camacuã - RS   Santo Antônio da Platina - PR
Pelotas - RS   Ourinhos - SP
Jaguarão -RS   Marilia - SP
Rio Branco - URU   Lins - SP
Placido Rosas - URU   Ubarana - SP
Vergara - URU   São José do Rio Preto - SP
Treinta y tres - URU   Barretos - SP
Jose Pedro Varela - URU   Miguelopolis - SP
Pirajá - URU   Uberaba - MG
Mariscala - URU   Nova Ponte - MG
Minas - URU   Patrocínio - MG
Solis de Mataojo - URU   Patos - MG
Piedra del Toro - URU    
Empalme de Olmos - URU    
Pando - URU    
Montevideo - URU    

Comentários (18)

  1. Daniel França

Excelente viagem!

Sinto falta nas histórias dos detalhes das motos. Podia ser um padrão nos artigos do site detalhar no final as motos e acessórios utilizados na viagem.

  1. Daniel França    Cesar Frank Caixeta

Obrigado pela resposta Cesar!

Comecei a pouco tempo no mundo das motos, mas já estou planejando uma viagem. Acho interessante dicas como que tipo de equipamento para encher pneus, se trocou o banco para maior conforto, etc.

Muito obrigado pela resposta, como já disseram em outros comentários,...

Obrigado pela resposta Cesar!

Comecei a pouco tempo no mundo das motos, mas já estou planejando uma viagem. Acho interessante dicas como que tipo de equipamento para encher pneus, se trocou o banco para maior conforto, etc.

Muito obrigado pela resposta, como já disseram em outros comentários, além de motociclista, ainda escreve muito bem, abraços!

Ler Mais
  1. Jarbas Silva

Caramba, muito show, Meu nome é Jarbas Silva, sou de Patos de Minas também e sou apaixonado por moto.Estou de planos de ir por este mesmo trajeto de vocês até Montevidéu, porém continuar de barco até Buenos-Aires e de lá para Santiago no Chile, seguindo pela costa do pacifico até Machu-Picchu no...

Caramba, muito show, Meu nome é Jarbas Silva, sou de Patos de Minas também e sou apaixonado por moto.Estou de planos de ir por este mesmo trajeto de vocês até Montevidéu, porém continuar de barco até Buenos-Aires e de lá para Santiago no Chile, seguindo pela costa do pacifico até Machu-Picchu no Peru, dai voltando pelo Paraguai até Foz do Iguaçu, e então até Patos de Minas. Estou adquirindo uma Yamaha FAZER 250, e sei que ela não chega nem perto das de vocês, mas é com ela que eu vou se Deus quiser. Pergunto quando vocês estão marcando a próxima viagem? E se não for muito incomodo me passem um meio de contato para que eu possa conversar com vocês e tirar algumas duvidas. Abraços e obrigado.

Ler Mais
  1. Cesar Frank Caixeta    Jarbas Silva

Jarbas Silva,
Desculpe-me pela demora, mas eu estava viajando e não tive como lhe responder antes. Por favor, entre em contato comigo pelo e-mail cesar.frank@terra.com.br , informando o número de seu telefone que entrarei em contato o mais breve possível. Terei o maior prazer em conversar e lhe...

Jarbas Silva,
Desculpe-me pela demora, mas eu estava viajando e não tive como lhe responder antes. Por favor, entre em contato comigo pelo e-mail cesar.frank@terra.com.br , informando o número de seu telefone que entrarei em contato o mais breve possível. Terei o maior prazer em conversar e lhe passar todas as informações que eu puder.
Um abraço,

Ler Mais
  1. Kenzo

Fala Cesar!! Pô rapaiz, que relato bacana, que viagem showwww!! Parabéns p vcs. Vida longa! E quem sabe um dia eu seja companheiro?! Abç

  1. Cesar Frank Caixeta    Kenzo

Kenzo,<br />Obrigado pelo "Vida longa". Quanto a ser companheiro, você é bem vindo sempre. Um abraço!

  1. claudia azevedo

ola!! fiquei impressionada com a distancia percorrida. Muito legal. estou indo ao Uruguai e gostaria de algumas dicas sobre as cidades. Alem de Punta alguma outra que seria imperdível? um abraco.

  1. César Frank Caixeta    claudia azevedo

Prezada Cláudia,<br />Tem uma cidade que eu não fui, mas meu irmão e companheiro de viagem foi de ônibus, e disse que a estrada e a cidade são muito bonitas e que vale a pena ser visitada, que é Colônia Del Sacramento a aprox 2h de viagem a leste de Montevidéo. Nessa cidade tem um porto que é o...

Prezada Cláudia,<br />Tem uma cidade que eu não fui, mas meu irmão e companheiro de viagem foi de ônibus, e disse que a estrada e a cidade são muito bonitas e que vale a pena ser visitada, que é Colônia Del Sacramento a aprox 2h de viagem a leste de Montevidéo. Nessa cidade tem um porto que é o melhor local para atravessar para a Argentina. Tem uma empresa chamada Buquebus Turismo, que usa uma embarcação grande e bastante segura para a travessia. A chegada no porto de Buenos Aires é bem proxima ao centro da cidade.<br />Espero que vá e curta bastante. Boa viagem.

Ler Mais
  1. DOUGLAS AQUINO

Primo, além de motociclista, você também é um escritor de primeira. Muito boa aventura.

  1. Cesar Frank Caixeta    DOUGLAS AQUINO

Douglas,<br />Meu relato foi somente a expressão autêntica do meu sentimento. Como estamos programando, e se Deus quiser dará tudo certo, nós também feremos nossa viagem de aventura em 2015.<br />Um grande abraço,

  1. Carlos

Parabens!!........Bela viagem, espero fazer uma igual em março de 2014.<br />As dicas de vcs foram ótimas.......<br />Só queria saber se preciso de algum documento fora dos comuns usados no Brasil p\ rodar no Uruguai??<br />Abraços

  1. Cesar Frank Caixeta    Carlos

Caro Carlos,<br />Para rodar no Uruguai, você vai precisar dos documentos comuns no Brasil - Carteira de Motorista e Documento do veículo, além do documento normal de entrada na aduana. É necessário também adquirir um seguro chamado Carta Verde, que no meu caso que comprei com validade de 10...

Caro Carlos,<br />Para rodar no Uruguai, você vai precisar dos documentos comuns no Brasil - Carteira de Motorista e Documento do veículo, além do documento normal de entrada na aduana. É necessário também adquirir um seguro chamado Carta Verde, que no meu caso que comprei com validade de 10 dias custou aproximadamente R$140,00. Nesse valor já está incluido a tarifa do despachante e um bônus que o governo Uruguaio estava concedendo para abastecimento nos postos credenciados na rede nacional de combustíveis ANCAP, no valor equivalente a aproximadamente 20 litros de gasolina. Esse bônus pode ser usado após pelo menos 72h de permanência no pais. Entrei no Uruguai por Jaguarão, e não tive dificuldade em adquirir o documento. Tive informações que em todas as cidades da fronteira é fácil comprar o seguro. Planeje sua viagem e aproveite bastante.<br />Um abraço,

Ler Mais
  1. Osmar Stefanini

Cesar e Rogerio, Parabens! Bela viagem, estou me planejando para fazer uma viagem de Valinhos/SP a Montevidéu no próximo ano e suas dicas foram ótimas, abs

  1. Cesar Frank Caixeta    Osmar Stefanini

Osmar Stefanini,<br />Espero que você pleneje e curta bastante. Uma viagem dessas não é só um passeio, mas também um investimento em cultura e aprendizado. Boa sorte!

  1. marcelo

quando e a proxima aventura

  1. Cesar Frank Caixeta    marcelo

Marcelo,<br />Estamos planejando para 2015, por Peru, Bolívia, Chile, Argentina, Paraguai e de volta pelo Brasil. Vamos ver o que dá....

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Characters
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização