Entrar

Discover Our Earth

  • Categoria: Mundo

Mundo 1Depois de oito meses e meio na estrada, atravessar cinco continentes e percorrer mais de 64000 quilómetros termina a aventura para um grupo de ambiciosos viajantes. A empresa galesa de expedições em moto, GlobeBusters, partiu da Áustria em novembro e liderou um grupo de motociclistas através da Europa, África, América do Sul e América Central, Austrália é Ásia.

Cruzaram finalmente a linha de chegada, na Áustria, no final de julho. Enquanto a maioria das pessoas optaria para dedicar um pouco de tempo para si depois de coordenar uma expedição desta magnitude, Kevin e Julia Sanders, a equipa da GlobeBusters, formada por marido e mulher, já estão a planejar a próxima aventura.

“Discover Our Earth” (Descobrir a nossa Terra), que era o nome da expedição, acabou por tornar-se a mais longa expedição organizada de moto já realizada e será um feito difícil de igualar,” afirma Kevin. “Colocou também a GlobeBusters no topo das expedições de moto e, neste momento, estou em contato com o Guinness World Records que está analisando a possibilidade de nos atribuir um recorde por esta viagem épica.

“Todos os anos a GlobeBusters vai reforçando as suas ações e estamos sempre em busca de novas ideias e destinos para permitir aos motociclistas concretizarem os seus sonhos de participação numa aventura global em uma moto. Neste momento, a nossa quarta expedição Trans-Americas está começando no Alasca e a nossa primeira expedição Trans-Canadá já está no meio. Já estamos a planejar a próxima expedição “Discover our Earth” e esperamos poder alargá-la ainda mais, incluindo mais locais da América. Todos aqueles que quiserem realizar uma verdadeira expedição à volta do mundo devem contactar-nos o mais rápido possível, pois a lista de espera já é grande!”

Kevin participou na globalidade da expedição, do princípio ao fim, enquanto a Julia ficou trabalhando nos escritórios da empresa a partir de casa – embora tenha feito algumas viagens de avião para participar em alguns momentos da expedição, como na zona Australiana. Ela esteve também presente para felicitar o marido e o grupo no final da viagem.

“O último dia da expedição, dia 246, foi uma etapa de 320 km na Áustria. Fizemos uma concentração a cerca de 65 km do hotel onde terminava a etapa e vários motociclistas juntaram-se a nós. Éramos cerca de 30 pessoas nos últimos 65 km da etapa. Quando chegamos, havia uma multidão à nossa espera com bandeiras, confetes e balões.

“A primeira coisa que fizemos quando estacionamos foi felicitarmo-nos entre abraços e lágrimas de alegria. Acho que também soltei algumas lágrimas de alívio! Tiramos muitas fotografias do grupo e participei numa cerimonia tradicional de cerveja, agora que podíamos tomar as nossas bebidas para celebrar! No final do dia houve lugar para os discursos e apresentações para depois realizarmos a última refeição de grupo muito bem regada com vinho. Terminamos a noite com um bom uísque e um charuto cubano.”

Durante esta incrível expedição, o Kevin diz que as motos tiveram uma performance impressionante, nunca desiludiram os condutores e conseguiram converter alguns motociclistas que conduziam outras marcas.

“Durante o percurso de 64.000 quilómetros, conduzimos em todas as condições, desde os -7°C aos mais de 44°C. Conduzimos em todo o tipo de piso desde desertos a montanhas, ao nível do mar e em altitudes superiores a 4000 metros. Tivemos direito a chuva, calor, humidade, frio, pó, lama e atravessamos cursos d'água. As motos superaram todos os desafios que lhes apresentamos. Havia diversos modelos entre R 1200 GS e R 1200 GSAs, bem como R 1150 GS, F 800 GS e F 650 GS. A maioria dos modelos eram as R 1200 GSA – porque são modelos fáceis de reparar caso ocorra algum problema na estrada, embora a grande GS seja à prova de tudo. Basta meter gasolina, rodar a chave e fazer quilômetros. Todas as motos chegaram ao destino sem problemas!

Um dos segredos do sucesso da GlobeBusters é a pesquisa que é realizada para cada expedição. No entanto, a duração da expedição “Discover Our Earth” obrigou a uma atenção permanente ao cenário político e aos conselhos do Ministério de Negócios Estrangeiros durante a viagem. Para manter o grupo em segurança foi necessário implementar pequenas alterações em determinados pontos do itinerário.

Kevin comentou: ”Na primeira fase da viagem, estava previsto passarmos por Dakar, no Senegal. Mas devido ao elevado risco de raptos e violência contra estrangeiros, o conselho dos Negócios Estrangeiros foi alterado e decidimos que era muito arriscado ir até lá. Alteramos a rota para um percurso mais alargado por Marrocos e pelo Saara Ocidental, até Dakhla.

“Outra alteração foi na Patagónia, quando nos dirigíamos para a Tierra Del Fuego e Ushuaia, a cidade mais a sul do mundo. A fronteira entre a Argentina e o Chile estava fechada no lado chileno devido a manifestações e protestos contra os aumentos de combustível. Regressamos ao nosso hotel anterior e voltamos à fronteira no dia seguinte, quando conseguimos atravessar até entrar na Tierra del Fuego. No entanto, no regresso não pudemos visitar as Torres del Paine, no Chile, devido a novas situações de violência e bloqueios, por isso encaminhamos o grupo para áreas da Patagonia, na Argentina, para contornar as zonas mais afetadas.”

Agora em casa, Kevin e Julia só preveem voltar a liderar uma expedição em 2012. Vai ser o mais longo período que vão passar na sua casa no Reino-Unido, nos últimos dois anos. Para Kevin, o final da expedição significa que agora terá um merecido período de tempo só para eles. No entanto, vai estar disponível para realizar apresentações ou palestras sobre as viagens que a GlobeBusters pode oferecer aos grupos, clubes ou concessionárias de motos que estiverem interessados. Quem estiver interessado em agendar uma apresentação ou em garantir um lugar na expedição “Discover Our Earth 2012”, deve contactar: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo., ou telefonar para o número: 08452 304015, ou visitar: www.globebusters.com para obter mais informações.

Comentários (1)

  1. Cascaes

Parabens aos motociclitas guerreios;aventureiros, desta linda viagem.<br />Cordialmente,<br />Motociclista - Cascaes. Joinville-SC<br />Email, cascaesbrasil@gmail.com

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Characters
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização