Colors: Green Color

Se você ama viajar de moto, aproveite o inverno para se divertir sobre duas rodas pelas estradas brasileiras. Não há quem não reconheça que a sensação de liberdade ao pegar a estrada de moto é enorme e cada quilômetro da paisagem é duplamente aproveitado. A viagem começa no planejamento e, por isso, a escolha do percurso se torna ainda mais importante. Além da paisagem a ser percorrida, a qualidade e a segurança da pista precisa ser observada com antecedência.

Nesta viagem, eu percorri exatos 2862 km com a minha companheira fiel, uma Honda Shadow 750. Saí de Nepomuceno no Sul de Minas Gerais no dia 24 de Junho, passei por Perdões, Campo Belo e segui pela BR 354 até a BR 040 em Paracatú. Em seguida fui para Alto Paraíso de Goiás, porta de entrada do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros. Depois segui para a cidade histórica de Pirenópolis, onde fica o Museu Rodas do Tempo.

A cada ano, um grupo de proprietários de Ténéré brasileiros se reúne em alguma região do país para um encontro. Esse ano o evento ocorreu em Alto Paraíso de Goiás, em plena Chapada dos Veadeiros.

Participaram mais 50 motociclistas de todas as regiões do Brasil com suas Ténéré 250, 660 e 1200. Vieram do Rio de Janeiro, BH, Goiânia, São Paulo e outras partes do Brasil.

Olá galera, meu nome é Mauro e vou compartilhar com vocês a minha primeira viagem de moto, quando fui da cidade em que moro, Campo Grande - MS, rumo a Aquidauana - MS, percorrendo cerca de 300 km no total com minha Honda XRE 300.

Sou um apaixonado por moto, preferencialmente customs. Hoje tenho uma Yamaha Virago XV 250. Gostaria de contar uma viagem que fiz há dois anos atrás, quando ainda eu tinha uma Honda Titan 150 cc.

A viagem foi excelente, de belos visuais. Em sua maior parte, as estradas estavam muito boas.

Fiz essa viagem em junho de 2013, quando saí de Belo Horizonte e fui em direção ao Nordeste e Norte do Brasil, com a intenção de conhecer as capitais desta região a partir de Fortaleza, passando pelo Sertão Nordestino ao invés de ir pelo litoral.

Tracei então o roteiro abaixo, preferindo o trajeto pela BR-135, via Montes Claros, para pegar a BR-116 próximo a Pedra Azul no Vale do Jequitinhonha, Minas Gerais:

Em fevereiro de 2013 eu fiz um passeio de aproximadamente 3.200 km durante oito dias até a Chapada dos Veadeiros, em Goiás, na minha Harley-Davidson Heritage Softail Classic.

Fiz o seguinte roteiro, mostrado no mapa abaixo: Belo Horizonte - Brasilia - Itiquira – Alto Paraíso do Goiás (portal da chapada) – Pirenópolis – Goiás velho e Belo Horizonte.

Como eu disse anteriormente, estou me preparando para fazer uma grande viagem ao norte e nordeste do nosso glorioso Brasil. Enquanto isso, vou treinando com passeios em cidades com distancia menores. Uma oportunidade para pegar mais confiança em rodar numa auto estrada foi atender o convite de um sobrinho que mora no município de Morrinho, distante 128 Km de Goiânia.

Meu sobrinho Lee Anderson, um empreendedor, trabalha com o fornecimento de sinal para internet na região. Pensando em melhorar o ganho mensal, decidiu com a esposa (D. Andrielle), montar uma lanchonete especializada em "crepe e tapioca".

Durante 27 dias, três motociclistas do moto clube Asas do Delta, da cidade de Parnaíba, no estado do Piauí, fizeram uma viagem de 9.841 km de sua cidade até Foz do Iguaçu no Paraná, percorrendo 10 estados brasileiros e encontrando amigos por todo o percurso.

Cento e onze dias de viagem, 15.455 quilômetros rodados, esses foram o tempo e a distância que o motociclista rio-grandino, Jair Oliveira, de 56 anos, levou para viajar do Chuí (RS) ao Oiapoque (AP) sozinho em sua moto Suzuki 250 CC. "Sempre sonhei em fazer essa aventura. Conhecer um pouco mais do Brasil que só conhecia em leituras. Como sou mergulhador, na ida viajei pelo litoral para conhecer o maior número de praias possível", revelou Jair.

Uma aventura emocionante pelo Brasil. Pilotando a Yamaha XJ 6 F (Maria Antonieta), percorri 5.489 km, por seis estados, mais o distrito Federal. Um dos momentos mais emocionantes da minha vida. Vivendo de perto a realidade do povo brasileiro, chegando ao limite extremo sobre duas rodas. Passando pela linda costa brasileira, enfrentando desde o início o caos nas estradas brasileiras, totalmente esburacadas, com trechos com alto índice de assaltos, entrando no sertão, vendo de perto a miséria no Brasil, a triste realidade da seca, passando pela Chapada Diamantina, seguindo rumo ao Centro Oeste, com destaque pra chegada a Brasília em meio a protestos.

Pagina 3 de 6

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.

Motos Adventure - expedição de moto pelo mundo

Livro sobre viagem de moto até o Atacama