9º dia – Nada como chegar em casa!

No café da manhã conheci um casal motociclista, Olavo e Lídia, que partiram do Rio de Janeiro e passariam o feriado prolongado em São José dos Campos para explorar a região de Campos do Jordão e São Paulo. Conversamos um pouco e depois seguimos cada um para seu destino.

Retornei para a BR-116 e logo estava na SP-65. Fazia muito frio naquela manhã, com uma névoa que chegava a molhar. Por volta das 11h estava chegando em casa, feliz por tudo ter dado certo, por ter tido estes dias fantásticos e por ser recebido pela minha esposa Mônica, minha filha Marcella e pela minha queridinha Cocker Spaniel Vicky.

O hodômetro marcava 39.236 km, 2.519 km rodados nesta aventura, que também fica gravada na minha memória.

Fazendo uma reflexão acabei vendo que, desde 2012, já atravessei 9 fronteiras com a MidNight – 1) São Paulo - Minas; 2) Minhas - Goiás; 3) Goiás - Distrito Federal; 4) São Paulo – Paraná; 5) Paraná – Santa Catarina; 6) Santa Catarina – Rio Grande do Sul; 7) Brasil – Uruguai; 8) Minas Gerais – Espírito Santo, e; 9) Espírito Santo – Rio de Janeiro.

Agora é pensar na próxima! O Deserto do Atacama? As Chapadas dos Veadeiros e de Guimarães + o Cânion do Xingó? Quem sabe...

Última modificação: Qua 8 Fev 2017

Deixar seu comentário

Postar comentário sem fazer login

0 / 2000 Restrição de Caracter
Seu texto deve conter 5-2000 caracteres
  • Pedro Lima

    Olá,

    primeiramente parabéns pela viagem, muito legal as fotos e forma como você descreve os detalhes gostei bastante! Sou de Recife e recentemente mudei para Valinhos, pretendo no final do ano fazer a minha primeira grande viagem (Valinhos - Recife) ainda não sei se vou conseguir tempo suficiente pra fazer. E a Mid??? Moto show já tive oportunidade de pilotar uma, será minha próxima aquisição me apaixonei pela moto!!!!!

    Um forte abraço...