Sou iniciante no ramo das viagens de moto e vou deixar aqui meu pequeno passeio pela BR-262, de Vila Velha, no Espírito Santo, para Alto Caparaó, em Minas Gerais. Para iniciar o relato, realizei esta viagem em uma Falcon NX 400, ano 2004. Moto muito conservada e com manutenção em dia.

Na Falcon fomos minha esposa e eu. Meu irmão e sua namorada acompanharam a viagem em uma XRE 300.

Partimos de Vila Velha às 05h30 com objetivo inicial de irmos a Hidrolândia, no distrito de Iúna, ES, já na região do Caparaó. Como a viagem foi realizada em Janeiro/2019 e o calor na grande Vitória estava chegando à casa dos 40 °C em alguns termômetros do centro, decidimos utilizar apenas uma camisa manga longa fina de algodão e uma calça Jeans.

Subindo a serra de Campinho, iniciou o sofrimento. O que tinha de calor na região metropolitana, tinha também de frio nas montanhas capixabas. Arrependi-me amargamente de não ter levado pelo menos uma luva e uma jaqueta. Não sei qual a temperatura em Domingos Martins, mas quando fizemos a primeira parada para lanche no posto da Fazenda, em Pedra Azul (na entrada para Afonso Cláudio), tínhamos rodado cerca de 120 km e meus dedos estavam dormentes. Pedi para minha esposar retirar o fecho do capacete, pois não conseguia.

Após um pão de queijo e um café bem quente, partimos para abastecer em Ibatiba, ES. Tínhamos rodado 170 km e, quando verifiquei o consumo da Falcon, ela tinha feito 23,5 km/l. A XRE do meu irmão fez 25 km/l.

Viagem de moto alto caparao

Continuamos a viagem e na entrada da Hidrolândia, o tempo estava fechado e com muitas nuvens. Como já tinha ouvido falar que as águas da região, mesmo no calor, são bem geladas, acabamos desistindo, pois o tempo estava ameno e a água deveria estar congelante.

Partimos então para Alto do Caparaó, em Minas Gerais, com o novo objetivo de subir na estrava do Pico da Bandeira até a Tronqueira (2.000 metros de altitude).

De Vila Velha até Alto Caparaó foram 270 km rodados e chegando na entrada do parque não conseguimos subir de moto, pois é proibido. Decepção!!! Já tinha subido de carro em 2014, mas não sabia que era proibido subir de moto.

Viagem de moto alto caparao

Para alegrar o passeio após esse banho de água fria, resolvemos almoçar no Caparaó. Recarregamos as energias e descemos para Iúna com o objetivo de novamente conhecer as águas transparentes do Caparaó.

Na volta, o calor já estava intenso e o asfalto pronto para fritar ovo. Passamos na famosa Hidrolândia - recomendo a todos que façam uma visita às cachoeiras e poços de água transparente da região. A água é gelada, mas a natureza local é sem igual.

De Hidrolândia retornamos para Vila Velha com sentimento de dever mais que cumprido.

No total foram 580 km rodados. A Falcon saiu muito bem na BR-262, com muitas curvas serra acima. Não pegamos chuva no caminho, mas muito frio e muito calor.

Comentários (0)

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

  1. Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Characters
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.

Livro sobre viagem de moto até o Atacama