Américas

Viagem de moto pelas Américas

Sinomar 1O motociclista Sinomar Godois, o "Velho Doido" comprou sua primeira moto em 2008, quando aprendeu a pilotar. Desde então não parou mais. Já viajou para o Atacama, o Nordeste do Brasil e para Ushuaia, viagem que se tornou a primeira etapa de uma grande aventura: chegar aos dois extremos das Américas. Em abril deste ano ele saiu de Morrinhos, no interior de Goiás, na companhia de sua esposa Edivânia para realizar a segunda etapa, chegar ao Alaska, de onde está retornando. Ele encontrando-se neste momento nos Estados Unidos.

A odisseia de um septuagenário

SimonGandolfi4Motos grandes e rápidas e veículos de apoio são para os fracos. É o que prova o inglês Simon Gandolfi, de 73 anos, quando ele compra uma "pequena moto de entrega de pizza" no México e percorre toda a América Espanhola até chegar a Ushuaia.

Por que um homem razoavelmente são, aos 70 anos, percorre a América latina em uma motocicleta de pequeno porte - um homem que está acima do peso, sofreu dois ataques cardíacos, tem um problema nas costas e sobrevive com uma pequena aposentadoria? A idade tem muito a ver com isso. Minha esposa é mais jovem que eu quase 30 anos. Eu suspeito que os nossos filhos, na adolescência tardia, me consideram um embaraço. Eu sou confundido com o seu avô - ou um velho vagabundo.

Viagem de moto de Ilhabela ao Alaska

DSC01214Já publicamos aqui um artigo sobre a viagem do Adriano Henrique Vanderstappen para o Alaska,  De Ilhabela ao Alaska em 2011. Na ocasião, ele estava se preparando para a viagem.

Ele partiu para sua aventura no dia 1 de junho e depois de 48 dias, ontem, ele atravessou a fronteira do Canadá com os Estados Unidos, já retornado do deu destino, que alcançou no dia 9 de julho. 

Viagem de moto até o Alaska com uma CG

Diego Giacomeli 2

Em 2010, dois amigos, os vendedores Diego Giacomeli e Gustavo Biazotto de Igaraçu do Tietê (SP), fizeram uma viagem em duas motos pequenas, uma Honda CG 125cc ano 1997 e uma Honda CG 150cc ano 2004. Eles visitaram 24 estados brasileiros, dez países da América do Sul e em junho do ano seguinte um deles, Diego Giacomelli, chegou ao Alaska, no extremo norte das Américas.

Guerreando nas Américas

Guerreando 1 O jornalista aposentado carioca Luiz Melo resolveu jogar tudo para o alto, vendeu casa, carro e todos os seus bens, comprou uma moto Dafra Kansas 150 cc e partiu para percorrer as estradas, primeiro de vários estados brasileiros, depois de países da América do Sul e, uma coisa levando à outra, foi parar nos Estados Unidos.

A viagem que começou em fevereiro de 2009 já percorreu doze países das Américas e não terminou ainda. No momento ele está Guatemala, se preparando para seguir para o México, Estados Unidos e Canadá. Depois ele pretende despachar tudo para a Europa ou África para continuar sua viagem. O objetivo é dar a volta ao mundo.

Aventura em duas rodas - de Traxx 110cc até o Alaska

flavio kenupViajar de moto por longas distâncias, sozinho, exige motivação, determinação, planejamento, um pouco de coragem, dinheiro e uma moto potente e confortável, correto? Nem tudo. Determinação, planejamento e um pouco de coragem pode até ser, mas dinheiro e moto potente e confortável, nem sempre.

É o que prova o motociclista Flávio Kenup. Em Dezembro de 2005, ele realizou com grande sucesso a sua primeira aventura, quando foi de Teresópolis no Rio de Janeiro até a Terra do Fogo – Ushuaia, depois de atravessar países como o Uruguai, Argentina, Chile e Paraguai em uma Honda Biz, rodando 15.000 km em 45 dias. Agora, durante oito meses e meio entre 2007 e 2008 ele percorreu 57.000 km de estradas de 14 países até o Alaska com uma motocicleta Traxx Sky de 110cc.

Conhecendo os povos das Américas de moto

Projeto Povos das AmericasO brasiliense Jorge Geovani está na estrada para realizar um projeto ousado: na primeira etapa ele percorrerá as estradas das Américas; a segunda, que pretende realizar em 2012, consistirá em seguir para a Europa e depois para o Norte da África; para finalizar o projeto, a terceira etapa ocorrerá em 2013, quando percorrerá estradas de alguns países do Nordeste da África e parte da Ásia.

O foco das viagens de moto do Jorge será conhecer os povos dos países que visitará, sua cultura, o seu sistema educacional e, principalmente, como os professores e alunos lidam com a violência nas escolas.

De Ilhabela ao Alaska

AlaskaO paulistano Adriano Henrique Vanderstappen se prepara para rodar de moto cerca de 42 mil quilômetros (ida e volta) de Ilhabela, litoral de São Paulo, até o Alaska, Estados Unidos.

Motociclista há 24 anos e motoviajante há cinco, já fez viagens ao Chile, Argentina, Uruguai, Paraguai além de ter rodado bastante pelo Brasil.

Alaska, objetivo da vez

Americas

O casal Walter e Ula, de Rolândia, Paraná, partiu no último sábado, dia 2, para uma viagem de moto que prevêem durar 214 dias, durante a qual pretendem percorrer 70.000 km de estradas. Seu destino é a cidade de Prudhoe Bay, no Alaska, Estados Unidos, Extremo norte do Continente Americano.

Seguindo o verão pelas Américas

KleinUm casal entrando nos sessenta anos de idade que há dez anos descobriu o motociclismo turístico e o transformou num hobby. Ao longo desses dez anos Beth e Heinz Klein fizeram muitas viagens que incluíram Argentina, Chile, Paraguai, Uruguai e pequena parte da Bolívia. Agora estão na estrada novamente, sem prazo para acabar, numa aventura um pouco mais ousada: pretendem "varrer" o continente americano com sua moto, do Ushuaia ao Alaska.