• Américas
  • Publicado em

Viagem entre a Colômbia e o Panamá poderá ser feita por ferryboat

Ferry
Adriatico, o ferryboat que navegará entre Colón e Cartagena

Um dos maiores sonhos dos motociclistas que realizam viagens de longa distancia é fazer a travessia entre a cidade argentina de Ushuaia e a localidade de Prudhoe Bay no Alaska, pontos que representam os dois extremos das Américas.

Muitas vezes os aventureiros acabam desistindo de realizar esse sonho ao saber dos custos e das grandes dificuldades e barreiras encontradas pelas pessoas que fizeram a travessia, como a burocracia nas muitas fronteiras entre os países, insegurança e estradas ruins. Mas a maioria dos viajantes afirmam que a maior dificuldade está em transpor a região conhecida como Darién Gap, um trecho de floresta que conecta os subcontinentes da América do Sul e Central, entre a Colômbia e o Panamá, cujos governos, por questões políticas, não têm interesse em construír uma estrada entre os dois países. Para transpor essa barreira, as opções são transportar as motos através de avião de carga entre Bogotá e Cidade do Panamá ou por barco pelo Golfo de Urabá, serviços que na maioria das vezes são feito de forma perigosa e cara.

A partir de outubro desse ano a Colômbia e o Panamá estarão conectados por meio de um serviço regular de ferry que cobrirá a rota marítima entre as cidades caribenhas de Cartagena e Colón, permitindo uma viagem muito mais rápida e econômica entre as Américas Central e do Sul para transpor o temível Darién Gap.

"Queremos conectar as Américas e aumentar o comércio entre os dois continentes através desta via, que se realiza hoje só com transporte de cargas e navios de cruzeiro", informou o gerente geral da empresa de turismo Colón 2000, Augusto Terracina.

Ele anunciou que o ferry "Adriático", iniciará o serviço comercial em 24 de outubro deste ano. O barco conta com 397 cabines e 300 assentos e tem capacidade para transportar 1.320 passageiros, 300 carros e 100 conteineres de 40 pés, além de instalações especiais para animais de estimação. Os serviços de bordo incluem três restaurantes, três bares, uma discoteca, um cassino e uma loja de free shop.

Terracina explicou que a viagem entre as duas cidades Caribenhas ocorrerá todas as segundas e quartas-feiras de Colón para Cartagena e o retorno ocorrerá às terças e quintas-feiras. O barco sairá dos portos às 19 horas.

O custo da viagem no convés, que dura cerca de 18 horas, será de US$99 cada pessoa por trecho com direito a poltrona similar a utilizada em aviões de carreira e cabines para um, dois, três e quatro pessoas terão preços a partir de US$ 140 dólares por pessoa.

Terracina disse que a empresa já se ​​reuniu com as autoridades do Panamá e tem encontro marcado com o governo colombiano, para acertar os últimos detalhes e os procedimentos para imigração, alfândega, policiais e sanitários.

Mais informações e reservas podem ser obtidas no site ferrypanamacartagena.com.

Importante

Ao planejar sua viagem, observe que o ferry só funciona entre novembro e abril.

Deixar seu comentário

Postar comentário sem fazer login

0 / 2000 Restrição de Caracter
Seu texto deve conter 5-2000 caracteres