• Europa
  • Publicado em:

Aventura de moto pela Islândia

Islandia 0Um roteiro tentador para uma viagem de moto, principalmente para quem tem na veia, além do óleo do motor da moto, um pouco de desejo de aventura mas não abre mão de planejamento e segurança. Se lembra do vulcão com nome impronunciável que foi notícia em 2010 porque quando entrou em erupção paralisou a Europa? Pois ele fica na Islândia. Que tal uma viagem de moto por aquele país durante o verão europeu?

Antes de tratar da viagem de moto e o roteiro, vamos falar da Islândia: fora o tal vulcão que causou confusão no ano passado, pouca gente sabe alguma coisa sobre aquele país–ilha que fica a meio caminho entre a Noruega e a Groelândia conforme mapa ao lado. A Islândia é um país nórdico insular europeu situado no Oceano Atlântico Norte. O país possui uma população de cerca de 320 000 habitantes e uma área total de 103 000 km². Sua capital e maior cidade é Reikiavik, cuja área metropolitana abriga cerca de dois terços da população nacional. Localizada na Dorsal Meso-Atlântica, a Islândia é muito ativa vulcânica e geologicamente, o que define sua paisagem. O interior é constituído principalmente por um planalto caracterizado por campos de areia, montanhas e geleiras, enquanto vários grandes rios glaciais correm para o mar através das planícies. Aquecida pela corrente do Golfo, a Islândia tem um clima temperado em relação à sua latitude e oferece um ambiente habitável.

Islandia 3

Esta descrição retirada da Wikipédia mostra um cenário bem diverso do que conhecemos dos países europeus típicos. E é mesmo. A Islândia é um país literalmente em construção, um caldeirão vulcânico onde as forças da natureza dão forma à terra e nos lembram que somos apenas insignificantes expectadores. O encanto desta terra selvagem resulta justamente do caráter puro da sua beleza.

Glaciares de um azul arrepiante, fumarolas sibilantes, lagoas de lama pálida, rios violentos, cascatas gigantescas e cones escuros de vulcões silenciosos forram a paisagem de uma forma tão cinematográfica que parecem irreais. Por entre todo este espetáculo de natureza encontramos algumas das mais belas estradas do planeta, estradas puras, isoladas, forradas de terra negra e cinzas, prontas para nos guiar a todos os recantos desta ilha feita de fogo.

A agência portuguesa Motoxplorers oferece um roteiro de nove dias de viagem de moto por 2 800 km ao redor da Islândia, incluindo aluguel de uma moto preparada para uma viagem com muito fora de estrada. E a vantagem, para nós brasileiros de guia que fala português.

Roteiro:

Começa por uma visita a Gullfoss uma das mais famosas cascatas do país que cai violentamente em vários degraus até um canyon estreito formado pelo rio Hvita. Muito perto, o Geyser que apadrinhou todos os geysers explode de 4 em 4 minutos num espectáculo natural único.

O parque natural de Þingvellir é famoso por hospedar o mais antigo parlamento do mundo e por ser atravessado pela cordilheira MesoAtlantica. É aqui, a enorme falha das placas continentais que pode literalmente ter um pé na América e outro na Europa.

Islandia 5

Com o enorme vulcão Hekla como vizinho você atravessará o deserto negro por estradas de cinza até o Parque Natural de Landmannalaugar, bem no coração das montanhas vulcânicas do interior da Ilha.

Chegando à costa você vai conhecer Seljalandsfoss e Skodafoss, duas das mais belas cascatas da Islândia.

Continuando na companhia do mar do norte chegará ao gigante Glaciar Skálafell, o maior de toda a Europa.

Continuando na companhia A rota continua a caminho dos fiordes do leste. Pelo caminho você encontrará a bela lagoa glaciar de Jökulsárlón e vários braços de glaciar que descem praticamente até o nível do mar. Na pitoresca vila pesqueira de Seyðisfjörður, bem no coração dos fiordes, você ficará alojado num dos mais antigos e charmosos hotéis do país, em funcionamento desde 1920.

Islandia 7

O destino seguinte é o belo lago de Myvatn, localizado numa das regiões com a paisagem mais diversificada de toda a ilha. Florestas de árvores centenárias, crateras de erupções recentes, lamas em ebulição e uma gruta secreta com água transparente a 40º de temperatura. Bem perto você poderá visitar as baleias da baía de Husavic e no regresso para o sul cruzará o parque natural de Jökulsárgljúfur conhecido por albergar a versão do Grand Canyon Islandês. A paragem nas mais potentes cascatas da Europa, Dettifoss e Selfoss é obrigatória.

Atravessando as montanhas do norte descansará no local onde Júlio Verne se inspirou para a sua "Viagem ao centro da terra", o Parque Natural de Snæfellsjökull. Você passará a pouco metros do Glaciar do mesmo nome na rota que o trará de volta à capital Reikiavik. O ultimo dia será reservado ao relaxamento nas água da famosa Blue Lagoon e à exploração da noite animada de Reikiavik.

O vídeo abaixo dá uma idéia da viagem. Recomendo maximizar a tela, pois o filme é em alta definição.

http://vimeo.com/14362821

Deixar seu comentário

Postar comentário sem fazer login

0 / 2000 Restrição de Caracter
Seu texto deve conter 5-2000 caracteres
Seu comentário será enviado para moderação pelo administrador.
  • Nenhum comentário encontrado