• Europa
  • Publicado em

Roteiro: Islândia

Viagem de moto pela IslândiaA Islândia é um país insular no Atlântico Norte, a meio caminho entre o continente europeu e a Gronelândia. Tem 103 mil quilômetros quadrados (aproximadamente como a área do estado de Pernanbuco no Brasil) e uma população perto dos 300 mil habitantes. É um país literalmente em construção, um caldeirão vulcânico, onde as forças da natureza dão forma à terra e nos lembram que somos apenas insignificantes espectadores.

Vulcões como o impronunciável Eyjafjallajökull, que lançou cinzas por importantes rotas aéreas do norte da Europa, trazem vida e medo aos islandeses. É exatamente esse movimentado ciclo geológico que move a espetacularmente inóspita e selvagem paisagem do país. Mais de 170 piscinas geotérmicas, geleiras, lagos, a bela cascata de Gulfoss e o Parque Nacional Thingvellir estão entre as principais atrações, um paraíso para quem curte atividades ao ar-livre e belos panoramas.

Viagem de moto pela Islândia

Viagem de moto pela Islândia

O encanto dessa terra selvagem resulta justamente do caráter puro da sua beleza, que têm atraído um número cada vez maior de motociclistas do mundo inteiro, para percorrer algumas das mais belas pistas do planeta, pistas puras, isoladas, forradas de terra negra e cinzas, prontas para nos guiarem a todos os recantos dessa ilha feita de fogo.

Viagem de moto pela Islândia

O motociclista português Carlos Azevedo, da Motoxplorers, empresa especializada na organização de viagens de aventura de moto e que mantem um roteiro bastante procurado por brasileiros na Islândia, enumera algumas das razões para o fascínio que a ilha exerce sobre os motociclistas.

  1. Beleza natural - a ilha tem sido descrita de muitas formas, mas uma constante em qualquer relato é a sobrenatural beleza deste território. A Islândia está no top 10 de qualquer ranking de países a visitar.
  2. O clima - Apesar de localizada a 66° de latitude Norte, a Islândia não é hostil para o viajante de moto se este escolher criteriosamente a data da sua viagem. Para um território tão ao Norte o clima pode ser bastante suave no curto Verão. De fato, a janela de tempo para visitar de moto essa ilha maravilhosa é bastante pequena, sendo Julho o mês com menos probabilidade de precipitação e melhores garantias de bom tempo.
  3. 24 horas de luz ao dia! Durante o mês em que se recomenda a visita de moto, Julho, o sol pôe-se à meia-noite e levanta-se às três da manhã, nunca sendo verdadeiramente noite. Isto quase causa uma disfunção sensorial, com o corpo do viajante querendo aproveitar ao máximo todos os instantes da viagem e o relógio biológico apontando para o descanso.
  4. Estradas lindas sem nenhum trânsito - A população do mundo está para explodir, mas a Islândia é um dos territórios menos povoados do mundo, com densidade só comparável à gelada Gronelândia.O trânsito reflete isso mesmo, sendo possível rodar dezenas de quilômetros sem cruzar com um único veículo.
  5. A vida noturna de Reikjavik - não é próprio chamar-lhe vida noturna, pois em Julho o Sol mal desaparece para logo reaparecer, mas a vida social na capital é ultra-intensa, com os modernos bares sempre cheios de pessoas bonitas comemorando o curto Verão.
  6. A comida - só a experiência culinária justifica por si uma viagem até a Islândia. A atual cozinha Islandesa é refinadíssima, intercalando especialidades tradicionais com inovação gastronômicas.
  7. Paraíso para observadores de aves, focas, baleias... - a influência humana na paisagem é reduzidíssima. A preservação natural do território torna-o um santuário para estas e outras espécies
  8. Atrações naturais fabulosas - na Islândia podemos ver em ação o Geysir, o original que deu nome a esse fenômeno, as maiores e mais belas cachoeiras do mundo, vulcões ativos e inativos, glaciares imensos, lagoas onde flutuam icebergues, lagos criados pela junção de placas tectônicas continentais... a lista é infinda. Rodar de moto no meio de tudo isso é um sonho difícil de se imaginar acordado.
  9. Spas naturais com água aquecida pelos vulcões - o centro da atividade social dos islandeses e dos motociclistas que por lá fazem turismo são as piscinas termais de água quente. Ao fim de um dia repleto de atividade de moto, nada como relaxar dentro da água a 37°C, observando os picos gelados no horizonte e à luz do Sol que se põe à meia noite.
  10. Segurança e hospitabilidade - A Islândia é o país com democracia parlamentar mais antiga do mundo, criada em 930 (você leu bem, novecentos e trinta, não falta o um na frente, não!). O seu avanço social é bem perceptível na segurança que se respira nas ruas, onde as mães deixam tranquilamente os bêbês nos carrinhos à porta das lojas enquanto fazem compras.

Video Islandia

Se você ficou atraído por esse roteiro e gostaria de saber como realizá-lo, entre em contato com a Motoxplorers. Parceira Oficial da BMW Motorrad, opera há quatro anos uma rota na Islândia que se tornou referência e da qual já participaram mais de 40 motociclistas. Os grupos são pequenos para oferecer melhor serviço aos motociclistas, que podem usufruir melhor da camaradagem que se cria nestas viagens. O roteiro da Motoxplorers na Islândia é guiado por experientes motociclistas portugueses, com conhecimento extenso da Islândia. As motos utilizadas são as da gama trail da BMW, as versáteis F700GS e G650 Sertão. A Motoxplorers leva também um staff de apoio num carro 4X4, no qual as garupas podem descansar nas etapas mais exigentes. Os alojamentos são premium e estão incluídos no pacote, assim como as refeições (café da manhã e jantar). Como as vagas são limitadas, as inscrições esgotam rápido e com muita antecedência - para realizar esse sonho, visite: http://motoxplorers.com/islandia.html

Deixar seu comentário

Postar comentário sem fazer login

0 / 2000 Restrição de Caracter
Seu texto deve conter 5-2000 caracteres
  • Nenhum comentário encontrado