Entrar

Expedição América do Sul de Scooter

  • Categoria: América do Sul
Viagem de moto pela América do Sul

O vendedor rondoniense Marcelo José Aguiar Dias (46) já realizou viagens de moto por vários destinos no Brasil e de países vizinhos. Agora está se preparando para o que possivelmente será o seu maior desafio: ele pretende percorrer as estradas de 8 países da América do Sul e vários estados brasileiros pilotando um scooter Neo 125 da Yamaha.

A viagem iniciará em Porto Velho, Rondônia e terá a duração de 120 dias. Nesse período ele pretende percorrer a Rodovia Transamazônica e depois seguir até Belém, a partir de onde vai percorrer toda a região costeira do Brasil até o Rio Grande do Sul. Naquele estado Marcelo encontrará com três amigos com os quais atravessará o Uruguai e seguirá até Ushuaia, na Argentina, extremo sul do continente, retornará para o norte pela costa do Oceano Pacífico no Chile e Peru, onde despedirá dos amigos que retornarão ao Brasil pelo Acre. Marcelo continuará viagem pelo Equador, Colômbia e Venezuela, retornando ao nosso País por Roraima, depois Manaus e chegará ao ponto de partida pela BR-319.

Foram cerca de 3 meses planejando o roteiro, os lugares que quer conhecer e tentando prever os principais desafios que enfrentará, como atravessar a região amazônica no período de chuvas, chegar a Ushuaia durante o inverno e percorrer a BR-319, conhecida como a Rodovia Fantasma.

Viagem de Scooter America do Sul roteiro
Roteiro da viagem

Marcelo ainda tem dúvidas se conseguirá passar pela Venezuela, país que atravessa no momento uma grave crise política e econômica. Se tiver problemas, tentará transporte por barco da Colômbia para a Guiana.

Parte do percurso será feito na companhia dos amigos Mac Donald (Yamaha Ténéré XTZ 250cc); Razec Castro (Yamaha Ténéré 660cc); e Fábio Amanda (Honda 500).

Antes de partir, Marcelo concedeu ao Viagem de Moto uma entrevista onde conta sua história e os planos para essa viagem.

Quais as viagens de moto que você fez foram as mais marcantes para a sua vida e quais motos utilizou?

  • 2012 – de Porto Velho até a Ilha Margarita (Venezuela), saindo de barco e retornando pela Transamazônica com uma Ténéré 600cc;
  • 2013 – de Porto Velho até o Rio de Janeiro, percorrendo 9 Estados do Brasil com uma Honda Strada 200cc;
  • 2014 – pela Bolívia, Chile e Peru com uma Honda Pop 100. Uma das viagens mais marcantes.
  • 2015 – percorri a Transamazônica e os estados do Amazonas, Pará, Maranhão, Tocantins, Goiás e Mato Grosso com uma Ténéré 660cc.
  • 2016 – fui para o Peru com uma Yamaha Ténéré 250cc, onde conheci a cidade mais alta do mundo (La Rinconada) e retornei ao Brasil pela Bolívia, passando pela estrada da morte. Foi outra viagem marcante.

Viagem de moto pela América do Sul
Viagem de moto pela Bolívia e Peru - arquivo pessoal

Como surgiu a ideia de viajar pela América do Sul com um Scooter?

A ideia de fazer essa viagem de moto surgiu há 20 anos, quando fui de bicicleta de Rio Branco no Acre até a cidade de Ilo no Peru. A princípio eu utilizaria uma Yamaha Ténéré 250cc, mas depois de diversas pesquisas não encontrei nenhum relato de que alguém tivesse feito esse trajeto com um Scooter. Ao mesmo tempo, coincidiu com o lançamento do Scooter Neo 125 pela Yamaha. Comprei a ideia por ser algo novo e inusitado.

Porque escolheu a Yamaha Neo 125?

Principalmente pelo desafio pessoal de superar o que algumas pessoas duvidam, que uma moto de baixa cilindrada consiga fazer.

Você fez alguma preparação física especial para fazer essa viagem?

Perdi peso, para efetuar essa viagem, mas agora já tão próximo, ganhei os quilos de volta por causa da ansiedade.

Como você traçou o roteiro? Utilizou algum software, sites, etc.)?

Utilizo sempre o Google Maps.

Você leu e recomenda algum livro, site, blog que utilizou durante a preparação e ajudou no planejamento da viagem?

Sempre leio relatos do site Viagem de Moto e faço pesquisas no próprio Google.

Viagem de Scooter America do Sul 02
Bolívia Chile e Peru com uma POP 100 - arquivo pessoal

Quais as principais preocupações que você tem antes de iniciar a viagem?

Nesse primeiro momento minha preocupação é com a Transamazônica, pois está chovendo muito ainda nessa região. O acesso até Ushuaia, também é preocupante, pois em julho provavelmente haverá muito vento lateral e apenas de 6 a 8 horas de luz por dia, das 10 as 17 horas.

Qual trecho você acredita ser o mais desafiador ao longo da viagem?

O trajeto para chegar a Ushuaia na Argentina, no mês de Julho, período de inverno.

Quais acessórios você instalou na sua moto?

Tanque auxiliar de 13 litros, bolha frontal e GPS.

Quais equipamentos (roupas, luvas, etc.) você irá utilizar?

Estou levando dois tipos de segunda pele, jaqueta impermeável, balaclava, e capa de chuva.

O que mais pretende levar na bagagem?

Barraca específica para ventania, pequeno material de camping, poucas roupas, um par de tênis, chinelo, uma bota e ferramentas.

Quais documentos foram providenciados?

Passaporte, carteira internacional de habilitação, cartão de vacinas, cópia os documentos da moto, RG e CPF.

Você fez algum tipo de seguro pessoal ou para a moto?

Tenho dois seguros de vida. A moto também está segurada, com abrangência para toda a América do Sul.

Você está iniciando a viagem em maio. Tem algum motivo especial para escolher esse período para a viagem?

A saída será em maio porque pretendo encontrar com os amigos no início de julho no Rio Grande do Sul para seguirmos juntos até Ushuaia.

Viagem de Scooter America do Sul 04
Bolívia Chile e Peru com uma POP 100 - arquivo pessoal

E com relação à segurança? Dá para viajar tranquilamente pelos países e regiões do roteiro ou é preciso alguma atenção especial com relação às condições das estradas ou violência?

A Transamazônica, na região das aldeias indígenas, é sempre um trecho tenso. O trecho de Ushuaia é complexo devido aos vendavais e frio e na fronteira com a Colômbia com a Venezuela, que ainda continua fechada e não tenho certeza se vou conseguir atravessar.

Como serão as pernoites? Você fez reservas de hospedagem antecipadamente?

Não fiz ainda reservas principalmente porque não sei o tempo exato que vou levar para cruzar a Transamazônica.

Dos lugares que pretende visitar quais você elege como especiais?

Fordlândia na Transamazônica; Ushuaia na Argentina; Los Caracoles no Chile.

E como será sua alimentação durante este período?

Sempre levo barras de cereais e macarrão instantâneo.

Na sua opinião, o que um motociclista precisa ter para realizar uma viagem como essa?

Sonhar e pensar positivo, pois sempre existem pessoas te dizendo, que você não vai conseguir, etc..

Quais os conselhos e dicas que você daria para quem quer encarar as estradas de moto, por um roteiro parecido com esse que você irá percorrer?

Força de vontade, amar a natureza, respeitar seus próprios limites e evitar viajar à noite.

Como os leitores do ViagemdeMoto.com poderão acompanhar sua viagem? Você tem algum blog?

Tenho o Facebook: Expedições Marcelo Dias ( lá estão todas as viagens que realizei), Instagran, com mesmo título.

O que espera encontrar durante o percurso e principalmente quando chegar ao destino?

Na Transamazônica, ver animais pela estrada. Na ascensão a Ushuaia, quero ver muita neve. Na Colômbia, provar o café deles, que dizem ser o melhor do mundo, e também conhecer a cidade de Medellín.

Por fim, porque fazer uma viagem como essa, deixando a família e os amigos, se sujeitando aos riscos da estrada e ao clima?

Tudo começou, quando realizei minha primeira viagem de bicicleta, saindo de Guajará Mirim (RO), até a cidade de La Paz na Bolívia, quando consegui chegar a 4.700 metros de altitude em 1996. Essa viagem é meu sonho há mais de vinte anos, de conhecer Ushuaia.

O clima adverso sempre me fascinou, mesmo morando em uma região muito quente! Riscos corremos todos os dias. Meus filhos já estão grandes e acredito ser essa a hora ideal, pela minha idade e pelas experiências de outras viagens.

Comentários (8)

  1. Luis Carlos de Castilhos

Parabéns Marcelo! Estaremos acompanhando suas postagens.

  1. Marcelo Dias    Luis Carlos de Castilhos

Obrigado, já estou ansioso! Mas só saio dia 05.06...me acertando aqui na empresa!

  1. Nereu Leandro de Moraes

Belíssimo roteiro, Marcelo. Dia 26 partiremos de João Pessoa Paraíba pela Transamazônica até Labrea-AM, encerrando em JARU, com 4 motos 110CC, num percurso aproximado de 5.700 km.

  1. Marcelo Dias    Nereu Leandro de Moraes

Opa! Beleza, será que vou encontrar vocês pela Transamazônica? Pois vou atrasar um pouco, saindo dia 05/06. Boa viagem a todos vocês!

  1. Alcebiades Paulino Silvério Neto

Estou super na torcida amigo!! te desejo todo sucesso do mundo!!
Como diria o Raul...
" O que eu queria mesmo era ir com vocês, mas já que eu não posso, boa viagem até outra vez"
Parabéns pela coragem e iniciativa!
Te encontro pelo Mundo!
Abraço!

Grande Alcebíades!...vou postando diariamente, no Facebook amigo: Expedições Marcelo Dias! Obrigado pela dicas de sempre!

  1. João Marcos Maceno

Que Deus lhe acompanhe meu irmão, na próxima estamos juntos. Abs.

  1. Marcelo Dias    João Marcos Maceno

Grande João! Estou aguardando chegar o tanque auxiliar, a bolha para instalar o GPS... Acredito sair até dia 25 desse mês!
Obrigado pelas grandes dicas e elaboração do trajeto chefe!

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Characters
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização