6º dia - Roque Saenz Peña - Chaco - San Salvador de Jujuy

Pensa numa reta grande e uma curvinha, agora pensa uma reta maior, depois outra curvinha suave, depois outra reeeeeta e lá vai 4 horas. Pensa em sol forte! Muuuito forte! Pensa num calor forte! Muito forte! Agora pensa na reta, no calor e no sol. Foi a melhor definição que encontrei para o trecho entre Roque Saenz Peña e Jujuy. Depois de quase 8 horas deste jeito, chegamos bem, mas muito cansados. O final foi gratificante.

Saímos às 8h e a estrada estava vazia, com asfalto bom e novo e com muitas obras. No trecho de 30 km antes de Monte Queimado até 30 km depois, a estrada acabou. Muitos buracos grandes, alguns pra quebrar até eixo de carro em um descuido.

Quando paramos para abastecer em J. Victor Gonzales e colar o adesivo dos Dragões, tivemos uma grande surpresa! Encontramos o adesivo da viagem de 2014 do Hermes, Ledinha, Ale e Aline.

Depois do posto, veio enfim a recompensa: passada a longa planície do Chaco, avistamos, longe e imponente, ELA, a cordilheira dos Andes! A primeira vista da cordilheira a gente nunca esquece. Depois fomos nos aproximando e ela cada vez mais bonita. Enfim, estávamos agora a seus pés.

Deixar seu comentário

Postar comentário sem fazer login

0 / 2000 Restrição de Caracter
Seu texto deve conter 5-2000 caracteres
Seu comentário será enviado para moderação pelo administrador.
  • Nenhum comentário encontrado

Conteúdo relacionado - América do Sul