Entrar

2º dia - São Pedro da Aldeia - Registro

Viagem de moto até Ushuaia - Argentina

Depois da bagagem arrumada na moto, peguei estrada em direção ao Sul. A ideia inicial era passar pelo Rio, contornar São Paulo pelo Rodoanel, pegar a BR-101 acompanhando o litoral e dormir na cidade de Registro, com previsão de percorrer cerca de 800 km no dia.

No início peguei as mesmas estradas que havia percorrido na segunda-feira, quando fui ao Rio verificar os problemas com a moto: a Via Lagos e a Niteroi-Manilha. Cerca de 5 km antes de chegar a Niteroi o trânsito estava parado, mas foi fácil passar pelo corredor. Atravessei a Ponte Rio-Niteroi e peguei a Av Brasil para chegar à Via Dutra, estrada que liga o Rio a São Paulo. Até cerca de 100 km depois do Rio a estrada estava com um trânsito terrível, duas pistas em cada sentido, mas muitos caminhões que ocupavam todas as pistas, dificultando a ultrapassagem. Depois o trânsito melhorou, assim como a estrada, que ficou ótima.

Em Taubaté encontrei com o meu amigo Gugu que foi ao posto com sua Varadero para me encontrar. Depois dos abraços e de uma rápida conversa, nos despedimos e eu segui viagem.

DSCN1301

Logo depois de Taubaté peguei a Rodovia Carvalho Pinto e em seguida a Ayrton Senna, duas excelentes estradas, com limite de velocidade de 120km/hora. Aproveitei para acelerar a moto. Cheguei ao novíssimo trecho do Rodoanel de São Paulo que acabou de ser liberado ao tráfego. Assim que forem concluídas as obras será uma estrada de primeiro mundo, como as outras duas que havia pegado antes. Três faixas em cada sentido, muito bem sinalizada e estrutura incrível. Apenas faltam postos de combustível. Por segurança, peguei a Via Anchieta, fui até São Bernardo do Campo onde abasteci e retornei para o Rodoanel.

Eu havia planejado pegar a Rodovia dos Imigrantes e seguir para o Litoral, pegando a Régis próximo a Miracatu, mas resolvi mudar e seguir pelo Rodoanel, atravessando a Serra do Cafezal. Que inferno!!! foram cerca de 30 km de congestionamento, sem lugar para ultrapassar. Tive que passar pelo acostamento, correndo o risco de levar multa, mas o calor estava infernal e o triansito não andava. Quando estava no alto da serra começou a chover fraco. Por causa do calor resolvi não trocar a jaqueta de verão pela outra impermeável e acabei me molhando bem.

Antes de chegar a Registro parei em um posto para abastecer e aproveitei para jantar no restaurante do próprio posto. Na saída encontrei a primeira placa indicando a distância que tenho que percorrer até o destino dessa viagem, Ushuaia: 5.170km.

Estou hospedado no Laf Hotel, longe da estrada e com um preço razoável. Assim que entrei no hotel começou a cair o maior pé d'água.

Comentários (2)

  1. Paulo Ayçar

Amigo - parabéns pela Jornada. Como está tirando estas maravilhosas fotos?

  1. rafael de figueiredo barata

leitura de cabeceira garantida, ontem à noite li o primeiro dia e hoje pela manhã, o segundo, "bãodimaisdaconta". Vai e volta com Deus, amigo.

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Characters
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização