Uma aventura pelo Marrocos

Pela manhã, resolvi dar um passeio nas Dunas e escutei um grande barulho de motos. Mais tarde, enquanto aguardávamos a hora da partida, fiquei sabendo tratar-se do Rallye Pan África. Quem me passou essa informação foi um espanhol que participava do ralleye e para quem entreguei um adesivo de nosso Moto Clube. Ele colou em sua carenagem e o “Cão Fiel” virou participante na corrida.

Na saída das Bivouac, fomos examinar a pequena descida onde a areia era mais fofa, de forma a evitar tombos com as motos. Após uma pequena lombada, existia uma trilha mais dura, indicada para as motos. “Quase” todos passaram com sucesso sem cair, porém quando olhei para trás, mais uma vez nosso querido FCC atolava. Faltaram as fotos para registrar o feito.

Iniciamos nossa viagem às 7h15 da manhã, pois teríamos mais de 550 km para rodar com nossas motos nesse dia. Subimos a Cordilheira do Atlas com passagem na aldeia de Imilchil com seus lagos Khenifra e Ifrane. Ifrane é chamada no Marrocos como a Suíça Marroquina por causa do esporte, do clima mais frio, dos jardins e chalés de telhados vermelhos.

Nesse dia iniciávamos o nosso retorno em direção à Europa. Um trecho de 281 km perto da costa, que acreditávamos seria o mais rápido. A opção foi seguir um caminho mais curto, pelas Montanhas do Médio Atlas, porém, encontramos um trânsito pesadíssimo, muitos ventos e uma viagem noturna muito estressante.

Página 2 de 2

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.