Ando de moto desde os 6 anos e desde sempre fui apaixonado por motos, paixão motivada ainda mais porque minha família tem uma empresa no ramo de peças para motos. Quando fiz 19 anos acabei comprando minha Honda Shadow 600. Após 1 ano eu a vendi e recentemente comprei uma Harley-Davidson Dyna Super Glide Custom 2011, moto que sempre foi meu sonho de consumo.

Para aproveitar o feriado de Tiradentes, eu e mais cinco amigos decidimos pegar estrada rumo à Serra do rio do Rastro, passando também pelo Rastro da Serpente e o litoral de Santa Catarina.

Saímos de Jacareí, interior de São paulo, no dia 21 de Abril em seis motos: Eu com minha Shadow 750, Heleno com sua midnight preta, Willian com a midnight azul, Plinio com uma NC700, Wendel e João em duas XRE 300.

Antes de relatar minha primeira viagem de moto, gostaria de contar um pouco da minha história. Sempre tive vontade de ter uma moto, mas devido ao excesso de atividades, ou influenciado pelo pessimismo das outras pessoas, acabei não conseguindo satisfazer essa vontade. Cheguei aos 39 anos e ainda não tinha carteira.

Nasci no Paraná e fui morar em São Paulo quando tinha 2 anos de idade e há 3 moro em Vinhedo. Desde que me conheço por gente eu ia para a casa de minha avó em Bandeirantes (PR). Como infelizmente ela sofreu um derrame e estava morando com meu tio, resolvemos que colocaríamos a casa do Paraná à venda, pois ficaria vazia e abandonada. Eu era o único da família que poderia tirar uns dias de folga para a tarefa da venda da casa. Além disso, de moto sai muito mais barato viajar. Mas na verdade eu estava adorando a tarefa. Tantas vezes fui para o Paraná e agora iria de moto, isso estava sendo o máximo para mim.

Tenho uma Fazer 250 Blue Flex 2014/15 que já me acompanhou em algumas viagens, sempre com minha digníssima na garupa. Minha viagem de moto mais longa foi de 1300 km em três dias, desvendando o litoral norte paulista e agora estou com um projeto um pouco mais ousado, pretendo rodar o dobro de distância em quatro dias de viagem para conhecer o litoral e as serras catarinenses e tendo como principal objetivo a Serra do Rio do Rastro.

Amigos bikers, bom dia. Quero fazer um relato atualizado sobre a situação da estrada conhecida como Rastro da Serpente. Não vou fazer o relato da nossa viagem, quero só atualizar a situação da estrada, deixar um comentário a respeito da Rastro e mais algumas dicas.

Ver mais artigos

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.

Livros sobre viagens pela América do Sul e Himalaia