Entrar

Serra do Rio do Rastro

  • Categoria: Sul do Brasil
Roteiro viagem de moto Serra do Rio do Rastro

Quinta-feira, 15/11/12. Saí de casa às 05h30 para me encontrar com um grupo de amigos em Sorocaba-SP. O objetivo? Fazer uma viagem de moto até a Serra do Rio do Rastro. É um local fantástico, que está concorrendo no topo como a mais espetacular estrada do mundo.

Partimos às 7 horas, passando pelas cidades de Itapeva, Jaguariaíva, Castro, Ponta Grossa, Prudentópolis e finalizando, já à noitinha, em Guarapuava-PR.

No Paraná, alguns pedágios têm valores elevados e é cobrado também dos motocas: R$ 2,70 - R$ 3,30 e outro de R$ 4,20.

Nesse primeiro dia, fizemos com muita tranquilidade 572 km por estradas em excelentes condições.

Por ser novembro, mês em que as chuvas começam a chegar, tivemos que fazer várias paradas para colocar capa de chuva, tirar capa de chuva.

Pernoitamos em Guarapuava (www.hotellorenzetti.com.br).

Saímos na manhã da sexta-feira. A primeira parada do dia foi na cidade de Entre Rios, uma colônia de alemães. Em seguida passamos por Faxinal do Céu.

Continuamos nossa viagem, num trajeto de muitas belezas naturais. Almoçamos numa cidadezinha e, em seguida, colocamos a moto na estrada, pois tínhamos por objetivo chegar a Lages-SC ainda na sexta-feira para, no dia seguinte, partir cedo para o nosso objetivo maior, a Serra do Rio do Rastro.

Nesse segundo dia, percorremos 470 km de muitas curvas, para direita e para esquerda, sucessivamente e cruzamos a fronteira do Paraná com Santa Catarina.

É preciso dizer ainda que passei alguns apuros. Era minha primeira viagem mais longa, com pouco mais de 3.000 km rodados na vida. Em determinado momento, virei o olho para apreciar as belezas que tínhamos à nossa volta e, ao voltar a atenção para a estrada, quase esbarrei em tartarugas de divisão de pista e em plena curva para a direita. Então, todo o cuidado é pouco.

Em Santa Catarina, conhecemos Treze Tílias, uma cidade fundada por imigrantes italianos e Austríacos após a segunda guerra mundial.

Passamos por Campos Novos e Vargem com o dia ainda claro, o horário de verão nos ajudou, e muito, neste quesito. Mas quando chegamos em S.J. do Cerrito já era noite e não havia hotel ou pousada na cidade. O jeito foi prosseguir mais 42 km até Lages e pernoitar no Apart Hotel Lages: http://www.aparthotellages.com.br.

Acordamos todos ansiosos no sábado para chegarmos na serra. Saímos cedo, torcendo para que o tempo não estivesse fechado com serração, muito comum no período da tarde.

Fizemos uma parada no Snow Valley para um café e às 11 horas chegamos à Serra. Encontramos uma paisagem fantástica, de tirar o fôlego realmente, por tamanha beleza e exuberância. As fotos não conseguem descrever o que os olhos viram.

Nesta viagem, visitamos também a Usina de Energia Eólica e o Cânion de Aparados da Serra.

Comentários (6)

  1. MARCELO

Parabéns pela viagem. Obrigado pelas dicas . Serão úteis pois vou este ano. Abs

  1. Dinho Sprenger

Dica da mini Serra do Rio do Rastro, antes de Joinville, entrada por Pirabeiraba sentido de São Bento do Sul encontra-se a Serra Dna. Francisca, a estrutura turística na região litorânea é bem desenvolvida, vários restaurantes e pousadas para todos os gostos e bolsos, em São Bento também pode-se contar variadas mordomias. Pode ser um local de visitação e descanso para quem ruma em direção a Bom Jardim da Serra. Fica a sugestão de destino ou mesmo um tira gosto para quem ruma destino Serra do Rio do Rastro. Programo fazer um passeio na região no próximo final de semana e documenta-lo para posterior postagem. O plano de voo é sair de Curitiba dia 7 apos café na The One (10:00), destino Camburiú, no sábado temos evento na marina tedesco (barcos e motos), domingo retorno a Curitiba via São Bento, Mafra, Lapa e Araucária com passagem pela Serra Dna. Francisca. Dependendo somente do patrocínio de São Pedro ao Climatempo.

  1. dinho sprenger Ctba/PR

Curitiba/Florianopolis/Tubarão/Lauro Muller/São Joaquim/Lages/Curitiba em 25/26/27 de Julho de 2013 c/ HD Iron. Saida de Ctba dia 25 às 16:30, sabado pela manha Café na Floripa/HD, de lá escoltado pelo PHD Paulo e sua cachorrinha (anda na moto) deixou-me na saída p/ Tubarão, estrada 10, p/ deitar o cabelo e visual lindo. Entre no trevo para Lauro Muller via Gravatal, a partir daí reduza a velocidade, trechos urbanos, aproveite a paisagem, após Bom Jardim da Serra vem a Serra do Rio do Rastro, suba com calma, vantagem da moto é poder parar em qualquer cantinho seguro tirar fotos e aproveitar a paisagem. P/ almoçar tem uma churrascaria (excelente) após o mirante 1º a direita no sentido lages que só a vista vale cada centavo pago. Estive por lá no inverno rigoroso, cuide do gelo na pista ou caindo de encostas, nesta época o visual é o melhor do ano, sem nuvens. Lages/Curitiba 116 muito boa, embora pista simples, recomendo entrar p/ Campo Tenente/Lapa evitando obras em fazenda rio grande.

  1. Angelo

Parabéns, role assim é pra poucos e com muita coragem! Estou vendo um lugar pra ir e de moto partindo de SP, esse role esta bem bacana, quem sabe nao faço e depois venho aqui contar minha experiência! abs

  1. Guilherme Orlando

Parabéns pela viagem e pelas fotos, ano que vem, em julho vou para lá, estou querendo fugir da chuva que vocês pegaram.

  1. Luiz Gustavo

Favor enviar o roteiro completo desta viagem, assim como hotéis ou pousadas nas estrada, restaurantes e cidades para pernoitar.<br /><br />Obrigado<br /><br />Luiz Gustavo

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Characters
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização