Entrar

Subindo a Serra do Rio do Rastro e descendo a Serra do Corvo Branco

  • Categoria: Sul do Brasil
Viagem de moto Serra do Rio do Rastro

Nos dias 18 e 19 de janeiro, o motociclista catarinense Sérgio Couto fez a viagem de estréia com a sua Honda XRE 300, percorrendo as Serras do Rio do Rastro e do Corvo Branco. A rota realizada foi a seguinte:

1º dia: Gaspar / Brusque / São João Batista / Major Gercino / Angelina / Rancho Queimado / Braço do Norte / Lauro Müller (Neste Ponto é subida da Serra do Rio do Rastro) / São Joaquim / Lages

2º dia: Lages / Urubici (Neste Ponto é a descida de Serra do Corvo Branco) / Grão Pará / Braço do Norte / Laguna / Florianópolis / Gaspar.

Total: 854 Km rodados.

Saida de Gaspar no dia 18 de janeiro às 10 horas a bordo de uma Honda XRE 300. Fiz a viagem sozinho e gostei. Foram dois dias de visuais maravilhosos e de conhecer pequenos município de Santa Catarina. Peguei chuva forte logo na manhã do primeiro dia, na altura da cidade de Major Gercino. Foi apenas trovoada de verão, que logo passou. O restante da viagem ocorreu entre momentos de sol intenso e pancadas de chuvisco. Fui o tempo todo com capa de chuva e tudo o mais.

A partir de Major Gercino, até Angelina, é estrada de chão com muitos morros. Aconselha-se motos do tipo trail. Entre Angelina e Rancho Queimado, foi asfalto em ótimo estado. Entre Rancho Queimado e Santa Rosa de Lima, mais 20 km de estrada de chão com subidas e descidas íngremes. Até este ponto da viagem passei por lugares muito lindos, cachoeiras, barragens e outros pontos.

A primeira parada para fazer um lanche e alongar um pouco foi em Braço do Norte. Segui direto para Lauro Müller e subi a Serra do Rio do Rastro. Depois fui a São Joaquim, onde abasteci. Tinha ainda quase meio tanque. A média da moto foi de 27 Km por litro de combustível. Muito econômica e confortável.

Cheguei em Lages às 19h30. Dormi num hotel simples no centro da cidade, mas muito limpo, com excelente atendimento e localização (R$ 30,00 pelo quarto). É um hotel muito usado por viajantes, representantes, etc. Jantei e fui dormir.

No segundo dia de viagem acordei às 6h, arrumei as coisas, organizei a segunda parte do trajeto, tomei café no centro de Lages e segui para Urubici pela BR-282, tendo saído de Lages às 8h. Cheguei no pico da Serra do Corvo Branco às 09h30. Estava com nevoeiro intenso, não deu para tirar as fotos que eu gostaria, mas valeu muito.

Viagem de moto Serra do Rio do Rastro

Desci a serra em direção direção ao Litoral por onde retornei pela BR-101. Passando por Tubarão / Laguna / Palhoça / São José e muitas outras cidades e balneários situados nesta rota.

Cheguei em casa, são, salvo e realizado às 19h30 do dia 19 de janeiro. Foi a minha primeira viagem de moto sozinho com a XRE 300. Pretendo fazer outras rotas curtas para depois realizar, talvez, viagens mais longas. Vale a pena.

Se tiverem oportunidade, passem por este roteiro, é muito lindo.

Comentários (31)

  1. Frank

Show!! Estou partindo semana que vem fazer essas duas serras com uma apache 150 desde Santos minha segunda grande viagem. Estou a procura de hoteis baratos. Sabe me informar o nome deste hotel no centro de Lages... Estarei testando o aplicativo Trip Advisor para encontrar hoteis parece ser extremamente util.<br /><br />Abraço.

  1. Djow    Frank

no centro de Lages tb tem o Lages Plaza, a 2 anos fiquei la e custava 45reais a diaria, e tem um baita café da manhã, cama box, tela de 32" com tv a cabo e ar condicionado quente e frio, o dono to hotel era um argentino mt gente fina, e em São Joaquim e Urubici tb tem bons hoteis e pousadas e o povo e la é bem receptivo

  1. Sergio Luis Fagundes Couto    Frank

O nome do Hotel no centro de Lages é Paris.<br />Abraço e boa viagem!

  1. Marco    Frank

Frank, no alto da Serra do Corvo Branco existe um hotel albergue de ótima qualidade. 30 reais pra dormir, beliche, com direito a banho. Vale muito a pena caso queiras dar uma economizada em hotel.

  1. Dinho Sprenger

No dia 9 de novembro de 2013, realizei exatamente o trajeto do nome do artigo, após percorrer a Serra do Rio do Rastro na sexta dia 8 a noite, 2 vezes com a estrada praticamente só para mim, no sábado após rever os quatis do mirante rumei para Urubici descendo o Corvo Branco sentido Tubarão. Realmente a parte de terra não é das melhores, mas qualquer Motocicleta vence, quando mais custom maior o cuidado requerido, bik então??? Destaco que o trecho de terra esta atualmente em obras, ai sim, com chuva até trator vai ter dificuldades...

  1. Alexandre Baumgartner

grande SERGIO<br />fim de julho estaremos participando do URUBIFRIO em Urubici<br />nos acompanha?

  1. Sergio Luis Fagundes Couto    Alexandre Baumgartner

COM CERTEZA!!!!!!!!!!!!!!<br />UM ABRAÇO<br /><br />QUERO VER SE CONSIGO CONVENCER A MÁRCIA A IR JUNTO HEHEHEHE.

  1. Fabio Vieira    Alexandre Baumgartner

Qual é data, e como será o percurso?

  1. Alexandre Baumgartner    Fabio Vieira

http://www.xreonline.com.br/viewtopic.php?f=9&t=4337<br />da uma olhada nesse site, aproveita e faz seu cadastro, custa nada e sempre combinamos uns passeios<br /><br /><br />Att<br />Alexandre Baumgartner

  1. Marco

Quem descer a Serra do Corvo Branco, como motos que não sejam trail, nem perca seu tempo. A estrada é para motos trail. Quem for de moto esportiva, ou como nosso amigo quer ir de xj6 vai ter problemas. Só um aviso de quem já fez esse trecho várias vezes.

  1. juliano    Marco

não é tão ruim assim o trecho de chão, em dias de chuva (desci de moto, caminhão diversas vezes debaixo de chuva e encalhei algumas vezes) pode ser mais difícil, então é bom se programar e ficar de olho na previsão, mais é estrada firme, estando seco da pra andar legal desde que cuide.

  1. José Carlos

Bela viagem!!! Roteiro maravilhoso!!!! Vale a pena cada km percorrido.... cada centavo gasto... que ao final se transformam num grandioso momento: o sabor de ter ido, conhecido, e vislumbrado paisagens e momentos inesquecíveis!!! Em novembro/2012 tive o prazer de conhecer a Serra do Rio do Rastro e Uribici... pena que foi muito corrido.. parti de Londrina-Pr, e em 3 dias retornando com um saldo de 2.000 kms de pura emoção e prazer!!! Pretendo voltar novamente, com mais tempo e poder aproveitar melhor os lugares.

  1. Joel Oliveira Gomes

Encarei em janeiro a Serra do Rio do Rastro....aventura que vale a pena....Parabéns

  1. wilmar

Posso falar a verdade? senti uma ponta de inveja "BOUA", rsrs, me senti viajando lendo seu relato da viajem, oooo coisa boa, mais o tempo não está me permitindo nem comprara moto e nem viajar, =( sucesso

  1. Fabio Vieira

Estou para fazer um trajeto parecido com o seu, sou de Joinville, irei pela BR 101 até Tubarão depois viro para Braço do Norte em direção a Serra, seguindo para a Serra do Corvo Branco e o morro da antena em Urubici. Até hoje o mais próximo que cheguei foi a Braço do Norte, e a viagem calculei em torno de 900 KM, gostaria de saber qual o hotel que você se alojou, e se tem algum ponto crítico para abastecimento. Pretendo ir com minha Lander 250 ou Fazer 250 da minha exposa, vai depender do tipo de chão que irei pegar.

  1. giovane    Fabio Vieira

Fabio o dia que você decidir fazer essa viagem se precisar de uma companheiro me avise. Sou de B Camboriú tenho XJ6 N abraço.

  1. Fabio Vieira    giovane

Legal Giovane, não me leve a mal até porque além da Lander 250 eu tenho uma Fazer 250, é possível de ir com sua moto para essa viagem mais você terá algumas dificuldades não pela fato da suspensão mas por que o pneu da sua moto é muito liso à esse tipo de terreno, mas se eu fosse você eu iria mesmo com essa dificuldade a mais até porque a Serra do Corvo Branco é apenas uma pequena parte da viagem apesar de ser umas da principais, a Serra do Rio do Rastro é trânquilo, sugiro que vá em um dia ensolarado para facilitar. <br />Quanto a viagem farei eu e minha noiva, caso você tenha alguma companheira ficaria legal.<br />Abraço.

  1. Sérgio Couto    Fabio Vieira

Bom, no meu caso, após subir a serra do Rio do Rastro fui até Lages e dormi no Hotel Paris no centro. Simples, mas muito limpo, com atendimento 10. É muito utilizado por representantes. E o mais importanteR$ 30,00 sem café da manhã. Para casal R$ 60,00. No seu caso seria interessante dormir em Urubici onte tem várias pousadas e hotéis para todos os gostos e bolsos. Quanto a moto eu utilizaria como 1ª opção a Lander devido a um trecho de estrada de chão entre GrãoPará e alto da Serra do Corvo Branco. Espero ter ajudado. Um abraço e ótima viagem p/ vcs.

  1. Fabio Vieira    Sérgio Couto

Obrigado por responder. Abraço.

  1. juliano    Fabio Vieira

Nos hospedamos em Orlenas, mais em Urubici tem pousadas e hotéis interessantes, ficamos em Orleans porque descemos a serra no primeiro dia e deixamos pra subir no segundo dia o Rio do Rastro, mais senão eu ficariam encima de alguma das serras em uma pousada, acho o clima da serra melhor. Mais não fui eu quem agendou a viagem nem reservou nada, então não tive opção, da próxima vez vou só eu e minha frau ou eu com meu irmão de motoca tbm, ai a gente escolhe onde ficar. Abraço.

Seja o primeiro a comentar este artigo.
Carregar Mais

Deixar seu comentário

Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Characters
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização