Entrar

Serras Catarinenses de moto

  • Categoria: Sul do Brasil
Viagem de moto Serra do Rio do Rastro

Quem for descer a Serra do Rio do Rastro (SC-438), recomendo uma parada no mirante do topo da serra, que tem uma vista espetacular, tomar um chocolate quente na lanchonete (se estiver frio tem até lareira), bater um papo com a dona (filha do primeiro desbravador que fazia entrega de correspondências nos anos 40/50) e ouvir as maravilhosas historias da serra.

O Ivan, dono da pousada Rio do Rastro Resort em frente (basta atravessar com cuidado a rodovia é outro "must see" ou "must stay" porque a pousada é um charme só) fala poeticamente que a serra é como uma mulher bela, sensível e ao mesmo tempo temperamental (novidade, hem?). Quando está romântica ela se despe do seu vestido branco etéreo e se mostra sem pudor (a serração vai embora). Quando está de mau humor ela se retrai, se cobre com esse manto branco e, recatada, ninguém mais a vê.

À noite é um outro espetáculo: por ter iluminação pública, é como um colar de contas luminosas serpenteando sem fim... Valem as duas experiências! Quando fui pela primeira vez fazia 2 graus negativos em São Joaquim! Era mais de meia noite e só alguns malucos foram conhecer a serra (Ruy Barbosa, Sergio "Brasanitas", Wilmar e Vivi de Blumenau e eu).

Descendo, curta cada curva, pare para fotos nos locais apropriados (é tudo organizado e conta com lixeiras em cada ponto). Se houver caminhão em curva em sentido contrário, pare e espere porque eles são obrigados a usar as duas pistas.

Já no nível do mar chega-se em Lauro Müller.

Para a Serra do Corvo Branco (SC-439), um espetáculo à parte (uma das paisagens mais lindas que já vi!), andar 13 km na direção de Orleans, São Ludgero (+ 13 km) e Braço do Norte (+ 7,5 km). Entrar à esquerda em direção a Grão Pará (+ 15 km). Daí em diante são mais 30 km de estrada de terra com alguns trechos úmidos e muitos buracos o que dificulta muito para motos customs como nossas Harleys. Chegando ao pé da serra, apesar de o asfalto estar bem desagregado, é um alívio. É melhor que a terra e as paisagens são de tirar o fôlego. São um grande espetáculo e a serra sobe numa sequência de curvas 180 graus, quase na vertical, faceando paredões de rocha pura.

Tive que fazer subindo porque descendo, partindo de Urubici, o trecho de terra que antecede a descida estava muito molhado por conta da umidade que vem sempre da serra. Não fosse a experiência de off-road e traill que tenho, teria caído umas três vezes. Ou seja, não recomendo!

Chegando ao topo, uns poucos quilômetros depois, entre à esquerda na estrada do Morro da Igreja (na esquina tem uma vendinha com coisas da terra, muito bacana) e desfrute da super vista da Pedra Furada. IMPERDÍVEL.

Ah! Curta Urubici porque é um lugarejo super charmoso com excelentes restaurantes e pousadinhas!

Queria agradecer aos meus amigos Marilene Caixetinha, Ricardo Veado e Yáscara e Ivan e Neusa pela paciência em me esperar três horas entre subida e descida da serra, mas como disse pra turma, queria fazê-la por se tratar de foro intimo.

Agradeço também ao amigo Leonel e esposa, harleyros de Mato Grosso, pela preocupação "in loco" com minha aventura.

Comentários (8)

  1. Francisco

Parabéns pela viagem, agora fico com uma dúvida. Tenho uma fatboy e até hoje só fiz o trecho Curitiba-Florianópolis. Quero viajar entre o natal e ano novo, será que esse trecho é complicado visto que não tenho muita experiencia?<br />Parabens pelo blog.<br />Abs.

  1. Aluísio Boschetto    Francisco

Caro amigo, se você pretente fazer o roteiro das serras, vai sentir um pouco de dificuldade. Se você vir pela BR 116, chegando em LagesSC- até ai tudo bem, de Lages você deverá seguir pela BR 282 até proximo a Bom Retiro, pegando para Urubici, passando pela serra do Panelão, bastante curvas, mas...

Caro amigo, se você pretente fazer o roteiro das serras, vai sentir um pouco de dificuldade. Se você vir pela BR 116, chegando em LagesSC- até ai tudo bem, de Lages você deverá seguir pela BR 282 até proximo a Bom Retiro, pegando para Urubici, passando pela serra do Panelão, bastante curvas, mas asfalto rasualvemente bom,. Em Urubici você deve visitar a Igreja Matriz que é muito linda, depois retorna até o bairro "Esquina", onde você vai pegar uma Rodovia Recem Inaugurada, muito boa, vai passar pela Cascata Véu de Noiva e Morro da Igreja, a subida é de concreto, mas no alto as imagens são espetaculares. (Pedra Furada). Descendo vocè vai pra Serra do Corvo Branco, novamente pela rodovia nove, até 5 Km do Corte principal, nestes cinco Kms, é bastante pedrinhas (Cascalho) solta. Descendo a Serra você vai pegar uma estrada de Chão (Tipo areião) até Grã Para, seguindo por (Asfalto) Orleaens, e Lauro Muller, onde da inicio a subida da Serra do Rio do Rastro, subindo o trajeto será Bom Jardim da Serra e São Joaquim. Aí você podera seguir novamente por Urubici, escelente rodovia, e pegar a BR 282 seguindo por Florianópolis, ou retornar por Lages. Espero ser esta a informação que precisava. abração.

Ler Mais
  1. Danilo Horio

Fernando, <br /><br />Acabei de passar por este trecho. <br />Sai de Brusque em direção a Urubici. Enfrentei estrada de terra por botuverá (maldito GPS. Me fez andar 60km em + de 2 horas, porém com paisagens deslumbrantes!). <br />Serra do Corvo estava visualmente coberta pela seriação, assim...

Fernando, <br /><br />Acabei de passar por este trecho. <br />Sai de Brusque em direção a Urubici. Enfrentei estrada de terra por botuverá (maldito GPS. Me fez andar 60km em + de 2 horas, porém com paisagens deslumbrantes!). <br />Serra do Corvo estava visualmente coberta pela seriação, assim como a serra do Rio do Rastro. <br /><br />Uma pena. Mas fica o desejo de retornar pra curtir essa paisagem Linda. <br /><br />Depois de 15 rodando sozinho de sportster, tá na hora de voltar pra casa, rumo a presidente prudente. <br />Forte abraço!

Ler Mais
  1. Ruy Barbosa

Caro Fernando Fatboy<br /><br />Obrigado pela oportunidade de relembrar o passeio noturno, que fizemos, pela Serra do Rio do Rastro-SC, com muito muito frio e garoa. Foi de fato uma aventura.<br />Obrigado também pelo relato do passeio na Serra do Corvo Branco-SC. Quero, um dia, passar por...

Caro Fernando Fatboy<br /><br />Obrigado pela oportunidade de relembrar o passeio noturno, que fizemos, pela Serra do Rio do Rastro-SC, com muito muito frio e garoa. Foi de fato uma aventura.<br />Obrigado também pelo relato do passeio na Serra do Corvo Branco-SC. Quero, um dia, passar por lá.<br /><br />Um grande abraço<br /><br />Ruy Barbosa/BH

Ler Mais
  1. Aluísio

Parabens pela escolha do local, é muito lindo, já fiz este trajeto umas tres vezes, e sempre tem emoções. abração.

  1. Fernando Duarte    Aluísio

Valeu Aluísio!

  1. Marco Damázio tenere

Só uma dica pra quem for para essas Serras no inverno. Vá bem equipado pois o frio que faz nessas regiões de Lauro Muller, Orleans, Braço do Norte, Grão Pará, Bom Jardim da Serra, Urubici e São Joaquim, é extremamente congelante. A menor temperatura registrada no Brasil, ocorreu no belíssimo...

Só uma dica pra quem for para essas Serras no inverno. Vá bem equipado pois o frio que faz nessas regiões de Lauro Muller, Orleans, Braço do Norte, Grão Pará, Bom Jardim da Serra, Urubici e São Joaquim, é extremamente congelante. A menor temperatura registrada no Brasil, ocorreu no belíssimo morro da igreja a uns 15 atrás e foi de 17° negativos. Então, proteção e muita atenção.<br />Parabéns Fernando, o texto e as fotos ficaram excelentes.

Ler Mais
  1. Fernando Duarte    Marco Damázio tenere

Valeu Marco! Bem lembrado!<br />Aliás por falar em frio, como disse um ex-governador de MG, a temperatura ideal é zero grau...<br />ZERO GRAU? Como assim Sr. Governador???<br />É porque não tá frio nem quente...<br />Abração!

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Characters
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização