Rio de janeiro

Lost Island Expedition

Paraty 18

Meu objetivo era conhecer dois destinos muito conhecidos do Estado do Rio de Janeiro com a minha “Grampola”, uma Yamaha Fazer 250cc: Ilha Grande e Paraty. Meu percurso era simples: Belo Horizonte, Santos Dumont, Angra dos Reis (Ilha Grande), Paraty, Trindade e depois retornar para Santos Dumont e finalizar em Belo Horizonte.

Uma viagem é sempre uma aventura, mas uma viagem de moto é sem dúvida uma aventura que nos exige bem mais preparo e disposição. Sobre duas rodas a exposição a riscos é contínua, mas em contrapartida somos contemplados com belas paisagens e uma sensação de liberdade sem igual.

Pelos caminhos do Ostrascycle 2015

 2015 03 31 2

Entre os dias 21 e 30 de março, eu e dois amigos do Moto Grupo Motobelle Adventure fizemos uma viagem de moto de 3.500 km de nossa cidade, Goiânia-GO, até Rio das Ostras-RJ para participarmos do Ostrascycle 2015, encontro internacional de motociclistas. A seguir eu descrevo o dia a dia dessa viagem, os lugares que visitamos e a nossa participação no evento.

Por aí - Búzios

bruno maron 3

Saí de São Paulo capital, por volta das 7 horas da manhã do dia 15 de Fevereiro de 2015, um domingo de carnaval, com destino a Búzios no Rio de Janeiro. Mas para entender o porquê dessa viagem, vamos voltar no tempo quatro meses antes, quando ela foi desenhada pela vida, mas principalmente, uma recompensa por boas ações.

Santa Maria Madalena e São Pedro da Serra

Rio de JaneiroO casal Alessandro Cerri e Mile resolveu fazer um passeio no fim de semana para conhecer um pouco das Serras do Rio de Janeiro. Os destinos escolhidos foram o município de Santa Maria Madalena e São Pedro da Serra, Distrito de Nova Friburgo.

O passeio, que permitiu sentir um pouco do clima das serras em sua plenitude, quando chegou a fazer frio, contrastou com a temperatura de saída de Rio das Ostras, onde moram, em pleno verão.

Penedo e cidades históricas do Rio de Janeiro

Visconde de MauáEm julho de 2012, aproveitando o encontro de motociclistas de Penedo – RJ e já experimentando o sabor de "estar" aposentado, preparei um roteiro próximo àquela cidade, incluindo locais que não conhecia, para fazer uma viagem de moto.

ROTEIRO:

Belo Horizonte – São Tomé das Letras – Caxambu – Penedo (com visita a Visconde de Mauá) – Angra dos Reis – Parati – Ubatuba (subindo a Serra do Mar) e Belo Horizonte

Dessa vez fui só e rodei aproximadamente 2.800 Km em 10 dias.

Contornando os limites do Rio de Janeiro

Contornando RJ 15Entre os dias 7 e 10 de outubro passado os motociclistas cariocas Jucabala e Pallas, este último acompanhado da namorada Fernanda, fizeram uma viagem de moto contornando os limites do Estado do Rio de Janeiro. Foram 42h30min para percorrer 1.864 km e visitar 45 cidades.

Ambos utilizaram a Yamaha Fazer 250 passando em média quase 11 horas por dia sobre as motos para conhecer lindos lugares do Estado do Rio de Janeiro, alguns desconhecidos dos próprios cariocas.

Minha primeira viagem de moto

Viagem pela Rio Santos

Meu nome é Ezequiel Pereira de Souza, sou estudante de Engenharia Elétrica e amo motocicleta desde meus 16 anos, quando ingressei como ajudante de uma oficina de motos na pequena cidade de Condeúba – BA.

Sempre fui fissurado por montar e desmontar “coisas”, para ver como funcionava ou simplesmente para ver como era por dentro. Assim, tive facilidade para trabalhar na pequena oficina de um amigo, Jair. Foi lá também que dei minha primeira volta de moto, na garupa, é claro.

Rio das Flores e Conservatória

Viagem-de-moto-Conservatória

A motocicleta é um veículo que serve de válvula de escape para grande parte de nossos problemas. Nada como um passeio de moto nos finais de semana para espairecer. Sempre temos opções de conciliar uma agradável viagem com um bom Encontro de Motos. Este é o caso de Rio das Flores, localizada no Vale do Paraíba e que teve sua época áurea no ciclo do café.

Anualmente na primeira semana de abril, já temos agendado um passeio para aquela região.

Estrada e liberdade

Rio de Janeiro 01O carioca Maurício, conhecido como Jucabala, tem uma Yamaha Fazer 250cc e está sempre na estrada com sua moto. Depois das viagens ele registra os acontecimentos, os lugares e, principalmente, muitas belas fotos em seu blog Estrada e Liberdade.

A seguir, um trecho do relato do passeio que fez com o catarinense Pablo pelas praias da Região dos Lagos no Rio de Janeiro, bem como algumas fotos:

Paraty - a cidade

Paraty 1Enfim, a chegada triunfal! A antiga Vila de Paraty também ficou conhecida pela qualidade de suas cachaças, já que com o fechamento da Estrada Real os moradores da região não recebiam mais os viajantes a caminho do porto que foi desviado para o porto de Angra dos Reis. Então, partiram para esta fonte de renda artesanal. Só entre os anos de 1940 e 1950, com a chegada dos primeiros automóveis e a abertura da Rio – Santos, Paraty começou a ser vista pelos paulistas com olhos para o turismo, o que fixou novamente a economia da região que já se encontrava em séria decadência.

Encontramos, lógico que mediante reservas, pousadas muito aconchegantes com diárias em torno de R$70,00 incluindo café da manhã supimpa.

Paraty - A viagem

Roteiro 1Ah! vocês querem saber da viagem não é?

Ok. Enfim, no dia 14/03/2011 partimos de Itanhaém – SP (onde zeramos o hodômetro parcial) em direção a Paraty – RJ, mas, com algumas escalas: decidimos visitar o Santuário de Aparecida na região de Guaratinguetá – SP.

Partida de Itanhaém - SP 1ª parada para descanso de 20 min em SP Distância percorrida - aproximadamente 115 km

Depois de uma esticada nas canelas e de ver o Sol nascer em meio à subida da serra entre Cubatão e São Bernardo do Campo, seguimos em direção ao merecido café da manhã em Jacareí, via rodovia Presidente Dutra. Uma dica é seguir pela rodovia Ayrton Senna até a rodovia Carvalho Pinto, e de lá acessar a rodovia Presidente Dutra. Você vai evitar uma quantidade imensa de caminhões, ainda mais se for em uma segunda-feira pela manhã, como foi o nosso caso.

Paraty - a revisão da moto

Moto na revisaoAgora é que são elas. Vamos começar a revisão!

Retirei o cabeçote e vi que o serviço foi bem feito, os dutos ainda estavam limpos e os retentores de válvulas e as próprias valvulas eram todos novos e originais. Isto é muito importante, principalmente quando se trata de peças internas do motor. Se não tivesse sido bem feito, seria uma grande mão-de-obra para refazer o serviço.

Paraty - a escolha da moto

Moto escolhida-Honda CB500A idéia principal era viajar com uma moto potente, em boas condições mecânicas e, principalmente, com apenas R$15.000,00 no bolso.

Este era o projeto inicial. Depois de um ano afastados das viagens de moto, eu e minha esposa resolvemos pesquisar o que poderíamos comprar com este montante. Depois iríamos planejar uma viagem de aproximadamente 800km, considerando que teríamos apenas 10 dias de folga.

Passeio de moto até Itaipava

ItaipavaSábado pela manhã, dia de sol, mais dois alucinados para dividir a estrada e moto que havia passado nas mãos de mecânicos e ainda não havia ido para a estrada. Condições facilitadoras para um pequeno passei de 190 kms no sábado pela manhã.

Saímos às 8h30min de um posto BR aqui na Lagoa, após abastecer e tomar um expresso com pão de queijo.

Apesar de convocar um número maior de alucinados, acabamos sendo três. Três Fats que partimos para Itaipava (BR-040) às 8h45.

Encontro Harley-Davidson Petropolis - Itaipava

DSC00162Neste fim de semana prolongado participamos do 1º Encontro Unificado Chapters Brasil, com proprietários de Harley-Davidson, em Itaipava - Petrópolis, RJ.

Por causa da briga na justiça entre a Harley e o grupo Izzo, que representa a marca no Brasil, não ocorreu o tradicional Hog Rally, e este evento em Petrópolis foi realizado por uma empresa de eventos contratada por alguns chapters para suprir a sua falta.

Conteúdo relacionado - Viagens pelo Brasil