Acordamos tarde no segundo dia no fim do mundo, afinal nos últimos 13 dias só madrugamos. Para quem me conhece, é um sacrifício. Gosto muito de dormir, mas não sou preguiçoso.

Fomos almoçar e o nosso guia sugeriu Parrilla. Falei que não gosto de carneiro, não gosto disso e daquilo. Pois não é que estava bom? Nunca comi uma carne de carneiro tão boa. E olha que não era cordeiro al fueguino.

Agora descobri que meu sobrinho Wladimir é que não sabe preparar carneiro. Vou tentar plagiar, ou piratear a receita... O certo é que vou fazer de tudo para que meu sobrinho faça um carneiro decente.

Depois do almoço, fomos a um passeio no canal de Beagle.

Meus amigos, se imaginava que tinha passado o maior frio da minha vida ontem a noite é porque não conhecia ainda o de hoje. Levando a moto para a revisão em oficina bem perto do hotel, cai na besteira de ir sem as luvas (umas oito quadras) para a oficina: os dedos da minha mão quase congelaram. Ao chegar, fui desligar a moto e não senti a chave. Entrei em desespero, perdi meus dedos, e agora???

O Pablo veio me ajudar e jogou um balde de água fria nas minhas mãos ao dizer que só faria a revisão da moto depois da danada da ciesta. Disse a ele que deixaria a moto lá mesmo, abandonada ao léu, sem querer pilotar ela de volta. O cara compreendeu a situação e ficou com a moto, me prometendo devolver às nove e meia da noite (a essa hora ainda tem sol aqui em Ushuaia). Daqui a pouco vou busca-la. Ainda bem que o tempo mudou, tá até uma linda noite de sol (pode isso Arnaldo?).

Amanhã cedo partimos para Punta Arenas no Chile, atravessaremos novamente 100 km de rípio e vamos ver se dá para chegar antes das 19 horas. Se tudo der certo, vamos dormir e seguir no outro dia para Puerto Natales, cidade que dá apoio turístico para as Torres Del Paine (está entre os dez lugares mais bonitos da terra, segundo um famoso canal de televisão, especializado em "Geografia".

Depois conto a "Historia" desse passeio.

Ushuaia

Combustível: R$ 0,00
Alimentação: R$ 190,00 (comemos parrilla)
Hospedagem: R$ 150,00
Manutenção: R$ 0,00
Diversos: R$ 400,00 (presentes e mais presentes)
Total: R$ 410,00

Comentários (2)

This comment was minimized by the moderator on the site

Opa! Vocês viajando e aproveitando tudo que Deus preparou nessa natureza maravilhosa do extremo-sul do continente, e nós aqui, na sala de casa curtindo juntinho com vocês, mesmo sem conhecê-los pessoalmente. Postem mais fotos, para que possamos curtir um pouquinho mais e nos deliciar com sua viagem. Parabéns. E para nós, proprietários de midnight, seria muito interessante comentários teus a respeito do comportamento da "menina": manutenção, consumo, problemas, etc. Pelo meu conhecimento, é a primeira "MID" que vai até Ushuaia engarupada.

This comment was minimized by the moderator on the site

Prezado Mauro, acredito que seja integrante do Midnight Riders, também sou. És o segundo leitor que quer saber alguma ,coisa sobre o comportamento da Midnight. Cara,a moto por si só está muito bem, não aconteceu nenhum problema com ela até agora. Somente o pneu traseiro Bridgestone (180-70-16) não aguentou o violento vento do fim do mundo, só durou 10.000Km, quando deveria aguentar no mínimo 15.000Km. O que está me deixando puto da vida é o total desprezo da Yamaha para nós proprietários dessa moto. Em qualquer revenda que se vá, tanto faz aí no Brasil, como aquí nos países da América do sul, o desprezo da YAMAHA é magnifíco, tanto faz aí no Brasil, como foi no Uruguai, como foi no Chile, como está sendo na Argentina. O cáncer já virou metástese, não tem mais cura. Infelizmente essa é uma triste realidade para os proprietários de motos Yamaha. Comentei anteriormente, NUNCA MAIS COMPRO UMA MOTO YAMAHA, apesar da minha Mid ser tão bonita, ela será a última.

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

  1. Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Characters
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.

Motos Adventure - expedição de moto pelo mundo

Livro sobre viagem de moto até o Atacama