A viagem para Puerto Madryn foi na mais absoluta tranquilidade. O frio que temíamos não veio e o dia foi muito agradável. Nesse momento que vos escrevo, tem muito sol, inclusive com alguns banhistas se divertido nas águas azuis e geladas dessa costa.

O dia seria perfeito se não tivesse acontecido um imprevisto: fui sacar pesos no caixa eletrônico e tive a desagradável surpresa de saber que havia restrição para fazer saques, tanto num banco como no outro. Engraçado é que venho pagando quase tudo ao longo da jornada com cartão de credito. Contactei com a porcaria do Banco Itaú e até agora não me responderam. Com a merda do Banco do Brasil nem sequer consegui contato, o telefone toca, toca e toca, mas ninguém atende (telefone 24 horas a disposição do cliente que está no exterior).

Nosso colega João é que está nos ajudando, fazendo alguns saques em espécie e me passando. Espero resolver essa situação até amanhã.

Daqui de Puerto Madryn vamos dar um pulo na maior pinguineira da Patagônia, ela fica num local chamado Punta Tombo. O marketing das agências daqui diz que existem mais de um milhão de pinguins na colônia.

Amanhã conto detalhes dessa visita.

Saída de Bahia Blana/AR para Puerto Madryn/AR: 6 horas – 694 Km - Duração do trecho: 10 horas

Combustível: R$ 149,00
Alimentação: R$ 153,00
Hospedagem: R$ 182,00
Manutenção: R$ 0,00
Diversos: R$ 187,00 (par de luvas – reparo de pneu)

Comentários (10)

This comment was minimized by the moderator on the site

É sempre um grande prazer ler este relato desta bela e emocionante viagem realizada por estes três companheiros.Seu relato ficou preciso para que a gente também possa quem sabe algum dia destes quem sabe planejar uma viagem para o "FIM DO MUNDO."Parabéns aos nobres colegas pela bela reportagem. FIGUEIREDO

This comment was minimized by the moderator on the site

É isso mesmo Figueiredo, tudo é possível. No dia que vieres ao fim do mundo de moto vais se emocionar com o desafio, É vento, muito vento e para ilustrar, bem gelado. Mas só vi semblantes felizes de outros motociclistas que encontramos no camino. A alegría é unanimidade, cada qual contando as peripécias de como conseguiram dominar a máquina num quase furacão. Ao chegar a Usuhaia a emoção bate forte. É a conquista do fim do mundo numa moto. Abraços, Edmilson, Elielza e João Frank.

This comment was minimized by the moderator on the site

Quanto ao banco itau, acabei de chegar da Argentina e voce precisa entrar no site e efetuar o desbloqueio do seu cartão para viagens internacionais. Arruma uma conexão de internet e no seu celular mesmo voce faz esse desbloqueio.

This comment was minimized by the moderator on the site

Caro leitor, fiz isso antes de sair do Brasil. Obrigado pela dica

This comment was minimized by the moderator on the site

Lendo relatos deliciosos como este que passo a ter mais certeza de como sou cagão.... rsrsrsr sempre naquela esperença de que um dia...quem sabe...vai dar certo.... e tambem faço uma viagem dessas...... Parabens a vcs... que Deus os proteja durante a jornada.

This comment was minimized by the moderator on the site

Prezado Silvio, quando decidires viajar de moto, veras que eh muito divertido.

This comment was minimized by the moderator on the site

Esta é uma bela aventura, só de ouvir a narrativa ficamos com desejo de estar participando da mesma. Este Banco do Brasil a cada dia que passa fica pior, isto é incrível.

This comment was minimized by the moderator on the site

Valeu Advail, por essas bandas temos muito problemas de Internet. Já tinha visto tua mensagem antes mas não consegui responder. A gente avança para outra cidade e normalmente responde os comentarios do dia (via Lan House), já que a chance de Internet boa é minima. Quando aparece uma oportunidade como essa, 3 (três) días numa cidade, aproveito e respondo o que passou batido. Portanto me desculpa se não te respondi antes. Aliás, nesse interím, estava sem Netbook, pois o Ching Ling que trouxe não liberava a opção de senha para entrar em rede WiFi.

This comment was minimized by the moderator on the site

Grande Edi! Que viagem cara! Estou acompanhando! Um grande abraço!

This comment was minimized by the moderator on the site

Grande Jordão, o que escrevi ao meu colega de trabalho Advail serve para ti também, eis: "Valeu Jordão, por essas bandas temos muito problemas de Internet. Já tinha visto tua mensagem antes mas não consegui responder. A gente avança para outra cidade e normalmente responde os comentarios do dia (via Lan House), já que a chance de Internet boa é minima. Quando aparece uma oportunidade como essa, 3 (três) días numa cidade, aproveito e respondo o que passou batido. Portanto me desculpa se não te respondi antes. Aliás, nesse interím, estava sem Netbook, pois o Ching Ling que trouxe não liberava a opção de senha para entrar em rede WiFi.

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

  1. Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Characters
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.