Entrar

18º dia - Uruguaiana - Torres

  • Categoria: PHDs do gelo

Atacama 107

Enquanto tomávamos café em Uruguaiana, conhecemos um simpático vendedor que roda muito pelas estradas do Rio Grande do Sul. Antes de conversar com ele, estávamos com a ideia de seguir pelo caminho que o Google Maps indicava até Curitiba que passa por São Borja, Santo Ângelo e toda aquela região das missões, mas fomos desencorajados pelo vendedor. Ele falou que o estado da estrada era muito ruim até Itaqui e que, na opinião dele, era melhor seguir até Porto Alegre e de lá "surfar" em pista dupla até Pouso Alegre. Aumenta "apenas" 250 kms.

Agradecemos, pegamos as Harleys e a estrada rumo a Porto Alegre e Torres. Frio, neblina, animais passando na pista na frente das motos (preás segundo os gaúchos), óleo na pista (Alberto sambou numa mancha de óleo na saída de um posto), trânsito e muitos buracos. Foi o pior trecho da viagem. Cansamos!! Dado o visual que já havíamos conhecido anteriormente, esta estrada do Rio Grande do Sul não tinha nada de interessante. Similar à Argentina e Chile, passamos também em uma grande quantidade de postos da Policia Rodoviária Federal. Mas o diferente era que nunca havia equipe no controle da estrada. Quando havia alguém, víamos apenas uma cabeça lá dentro da cabine fazendo alguma atividade burocrática ou nada mesmo!

A viagem já está em clima de finalização mesmo. Assim, apenas abastecíamos as motos e seguíamos viagem.

Entre Porto Alegre e Torres ha uma estrada excelente. Lembra um pouco a Imigrantes entre Sao Paulo e Santos. Pistas duplas e triplas, tuneis e todos os recursos de uma autopista. Uma ilha de modernidade no trajeto deste dia.

Chegamos a Torres no começo da noite com uma leve garoa. O Max desistiu sabiamente de continuar viagem até Floripa e pegamos um bom hotel a duas quadras da praia. E como de costume, saímos e fomos jantar um bom peixe em um restaurante ali perto (foto). Ultima foto do grupo completo antes do final da viagem.

No dia seguinte sairemos juntos e o Max ficará em Florianópolis e eu e o Alberto tocaremos para Curitiba.

Comentários (0)

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Characters
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização