Hoje o dia foi excelente, cheio de descobertas. Percorremos com a Harley as ótimas estradas de Portugal e conhecemos alguns lugares muito bonitos e surpreendentes, a começar pela Serra da Estrela, com suas curvas divertidas e seguras de fazer com moto.

Assim que tomamos o pequeno almoço (café da manhã) no hotel, fui ver o problema do GPS. Acabei descobrindo que havia complicado uma instalação que era muito simples de fazer. Sanado o problema, fomos para a estrada.

Só que o danado nos indicava uma estrada que eu sabia que não era a que percorria a Serra no seu cume. Paramos em um posto para pedir informações e o atendente nos informou o nome de uma cidade do outro lado, que programei como novo destino. Agora funcionou.

A Serra da Estrela é um ótimo local para percorrer de moto, asfalto muito bom, curvas aos montes e um visual muito diferente. Existem dezenas de mirantes que nos convidam a parar a todo momento para apreciar a paisagem. E paramos muito e tiramos muitas fotos, tanto que não rendeu muito a viagem. O céu estava totalmente limpo, um calor infernal sob o sol, mas fresco na sombra.

Almoçamos um prato a base de cabrito em um pequeno restaurante depois que descemos do outro lado. Já comi comidas melhores...

Enquanto almoçávamos, passava na televisão as notícias do país. Uma matéria me chamou a atenção: "a morosidade da justiça e a prescrição das penas". Me lembrou um certo país...

O próximo destino seria Vila de Lousã, mas por falta de preparação prévia, acabamos não passando por lá porque no GPS apareciam dezenas de cidades com o nome Lousã.

Fomos então conhecer o Santuário de Fátima, na cidade de Fátima, onde "os três pastorinhos" presenciaram as aparições de Nossa Senhora. Uma obra surpreendente, preparada para receber peregrinos de todo o mundo.

Depois fomos para Óbidos, onde existe uma grande fortificação. Como chegamos já anoitecendo não deu para percorrer toda a extensão da muralha, mas passeamos pelo interior da fortificação e conseguimos tirar algumas fotos bem legais.

Por fim seguimos para Lisboa, onde chegamos já depois das 9 horas da noite. jantamos peixes em uma cantina perto do Hotel que estamos hospedados.

Sobre as estradas, depois que passamos pela Serra da Estrela eu tirei a restrição do GPS para auto estradas para ganhar tempo. Passamos então a percorre-las. São excelentes, pouco movimento, mais caminhões que na Espanha mas muito menos que no Brasil, estrutura de apoio, andamos entre 110 e 120 km / h, que é o limite recomendado, e toda hora éramos ultrapassados por automóveis que nos faziam parecer tartarugas, ou seja, o pessoal não respeita muito o limite. Só que os pedágios são muito caros. Você pega um ticket quando entra na estrada e paga quando sai de acordo com a distância percorrida. Foram 17,95 Euros no dia gastos com pedágios.

Percorremos hoje 437 km; total = 910,8 km

Gastos: hotel = $ 37,00; pedágios = $17,95; Gasolina = $ 25,16; Almoço = $ 28,00; Lanche = $ 8,20 ; Jantar = $ 27,00

Abastecimento: 275,9 km; 15,641 litros; 17,64 km/l; $ 25,16; 1,61 Euros / litro

Comentários (2)

  1. presidente

Olá Rômulo,
Poder rodar num lugar tão bonito, com uma máquina perfeita e ainda com a presença do filho é simplesmente fenomenal. Parabéns pela viagem e também pelas fotos.
Abs,
Alemão
Asas-MC
Presidente

  1. Fred Michel

Que fantástico, Rômulo!
E as fotos estão demais!!!
Boa viagem!
Abração!

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Characters
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização