Na pressa de sair cedo, acabei por esquecer minha pasta de dentes no banheiro, mas fui. A Ruta 3 é pouco usada, mas é boa. O pneu da minha moto é que não aguentava mais, mas continuei viagem. Cheguei a Buenos Aires, onde tive que pagar três pedágios para entrar na cidade (moto paga pedágio na capital). Eram 15 horas.

Fui a um hotel no centro que havia anotado o endereço, seria o primeiro caso em que já teria um endereço fixo para me hospedar, mas hoje não. Ao chegar ao hotel uma mulher disse que somente com reserva poderia me hospedar, mas me indicou na mesma rua que tinha um hotel no mesmo estilo bem próximo. Fui até o endereço, mas não achava e acabei por dar duas voltas na quadra até que me injuriei e perguntei ao senhor de uma banca que disse ser em uma porta onde havia uma pequena placa avisando que era um hotel. Entrei e me atenderam muito bem, peguei o quarto e lá fora a moto ficou na rua, assim fui ao estacionamento ao lado e coloquei a moto até a manhã seguinte.

Como estava no centro e perto de vários pontos turísticos pude visitar a Casa Rosada, Obelisco, Praça de Mayo, as charmosas ruas e o metrô (não peguei). Comi em um fast food (uma vez na vida não mata) e dei uma volta pela noite, notando que a cidade fecha meio cedo, já eram 19 horas e estavam fechando a maioria das lojas.

Voltei para o hotel e dormi muito mal.

Percorridos 690 km

Comentários (0)

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Characters
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.