Entrar

Ushuaia – Fim do mundo

Viagem de moto Ushuaia

12º dia - Ushuaia

1º de abril (não é mentira). Saí do hotel às 9 horas e resolvi passar na praça e tirar a famosa foto com a placa de Ushuaia (a pronúncia é Uchaia, bem rápido) do Fin del Mundo. Após isso abasteci e subi até o glaciar Martial onde fica uma pista de esqui e trekking.

Depois fui para o parque Lapataia, onde percorri 20 km de rípio, mas com pouca pedra. Observava os picos com pouca neve e tive que pagar 100 pesos para entrar no parque. Uma mulher me pediu para fazer a “integração” do parque, disse que não precisava que já havia decorado o trajeto. Segui até a placa onde tirei uma foto e visitei a Bahia Lapataia, laguna verde, lago Roca (este é bonito), enseada Zaratiegui onde fica o Correio do Fin del Mundo, sempre atento ao clima, que não estava ajudando.

Viagem de moto Ushuaia

Do parque fui ao aeroporto para ter uma visão da cidade, mas o tempo ruim não ajudou, se estivesse com sol ficaria melhor.

Me aventurei pela estrada de rípio que leva a Playa Larga e fui até o final. Consegui ver o Farol do Fin del Mundo, assim como um maldito maconheiro que estava no mirante. Se eu estivesse equipado, teria feito esse maldito engolir. Mas um turista argentino, que viveu no Brasil, me avisou que tinha bastante desse tipo de gente por ali e já era comum na cidade.

Fui ao mercado La Anônima e comprei o lanche da tarde e a janta. O clima piorou por volta das 14 horas, então resolvi encerrar e ir descansar, uma vez que não tinha mais nada para visitar com a moto.

Comentários (0)

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Characters
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização