Entrar

Nos pampas

Viagem de moto Ushuaia

2º dia – São Borja (RS) – Mercedes (ARG) - 861 Km

Levantei cedo ansioso para passar pela aduana de São Borja. Sabia que teria que pagar o pedágio da ponte, mas eu acordei cedo. Já os funcionários do hotel, esses não. Tive que esperar até às 6 horas para sair, atrasando um pouco o cronograma, mas foi tranquilo.

Passaporte, Permissão internacional para dirigir - PID, seguro carta verde, SOAPEX e seguro de vida (este foi por precaução, já que iria enfrentar 1000 km de rípio). Tirei uma dica de um viajante da Venezuela quando estava em Potosí na Bolívia que tinha em sua moto adesivos com números do seguro e de familiares caso houvesse uma emergência. Fiz o mesmo, adesivo no capacete, na moto e no bauleto. Li e ouvi relatos de que algo indesejado pode ocorrer na viagem. Mais para frente vou dizer o que ouvi sobre acidentes (acontece galera, acontece).

Viagem de moto Ushuaia

Já na Argentina e nas temidas Rutas 14 e 12 (rodovias da extorsão), tudo correu bem, paisagens similares aos pampas gaúchos e rodovia muito boa, mas sempre de olho na estrada para visualizar os policiais que tem exclusiva atenção a motociclistas (evite chamar a atenção).

Abastecia com o cartão de crédito, pois visava uma viagem econômica e longa, então economizar dinheiro em espécie é sempre uma boa ideia (dinheiro para comida, hotel e emergências sempre em grana viva).

Viagem de moto Ushuaia

Me hospedei em Mercedes (Argentina) depois de um dia longo e com uma só parada pela Gendarmeria Argentina. Foi tranquilo, viram meu cantil e perguntaram onde iria, respondi Bariloche e me liberaram com tranquilidade.

O hotel, esse sim, pelo preço foi triste, mas só queria dormir, aproveitei e coloquei a roupa em ordem, tudo lavada e cheirosa, como se iniciasse a viagem do zero.

Comentários (0)

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Characters
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização