Entrar

9º dia de viagem - Urcos - Ollantaytambo

Viagem de moto pela América do Sul - Peru

"Munay (Amor); Yankay (trabalho); Yachay (sabedoria). Que aprendamos com os rios, com as montanhas, com as árvores, com os animais. Que aprendamos a ver com os olhos da alma, nos comprometendo com o essencial. Que nossas vidas sejam repletas de abundância, reciprocidade, amor, trabalho e sabedoria." (Pensamento Inca)

Antes de decolar da pequena Urca com destino a Ollantaytambo, dei uma volta a pé pela pequena praça e tirei algumas fotos. Uma vila bem pobre com muitas senhoras de expressão cansada carregando seus filhos tipo em mochilas, ou nas esquinas vendendo frutas e legumes. Havia um movimento para embarque em vans e ônibus, e pela janela os vendedores tentavam convencer seus clientes a comprarem seus produtos.

Viagem de moto pela América do Sul - Peru

Após a laguna Huracan, peguei uma estrada que era margeada pelo rio e pela linha de trem que vem de Cusco para Machu Picchu. À beira da estrada e nas margens do rio, a cultura de uma planta com flores roxas. Fui pilotando sem pressa, curtindo o visual ao longo daquela estrada boa. Apesar do sol, a temperatura era de 15º C e a altitude estava próxima aos 3.000 metros.

Viagem de moto pela América do Sul - Peru

Passadas algumas vilas, com os tradicionais quebra-molas, comecei a observar pedras e galhos sobre a pista. Mais adiante, em outra vila, a estrada estava fechada com pedras e haviam pessoas sentadas nelas. Depois vim a descobrir que era o dia "del paro", um dia de manifestações, onde fecham as estradas na entradas e saídas de cada vila. Desliguei a moto e fui conversar. No sorriso e diplomacia, expliquei que era brasileiro, que estava viajando de moto por muitos quilômetros e que precisava chegar ao hotel em ollantaytambo para descansar. Após uma espécie de votação, me permitiram passar.

Viagem de moto pela América do Sul - Peru

Mas a cada vila ficava mais difícil. Continuei usando a mesma estratégia e, com paciência e muita diplomacia. Numa outra vila, um senhor me pediu uma "contribución" voluntária para passar. Dei 2 soles e retiraram uma pedra por onde passei. Numa outra vila, vim passando devagar e gritaram "estranjero". Nem olhei pra trás.

Cheguei a uma das últimas vilas e havia uma fila de carros parados. De repente todos começaram a manobrar e fazer meia volta. Um dos carros passa por mim e o cara fala: "- vamos por otro camino." Virei a moto e passei a segui-los. Entramos em uma estrada vicinal de terra do outro lado do rio e andamos uns 10 km por ela. Acabamos saindo atrás da estação de trem de Ollantaytambo. Então atravessei com a moto uma ponte de pedestres, toda de madeira e cordas, sobre esse rio e cheguei à cidade... Foi tenso.

Viagem de moto pela América do Sul - Peru

Ollantaytambo é ponto de partida e ou passagem obrigatória para quem vai a Machu Picchu. Só existem dois caminhos para a cidade inca, de trem ou trilha a pé com guia autorizado. Acho que são 5 dias de caminhada. De trem são 3 horas. Ollantaytambo é como se fosse a capital mundial dos mochileiros e aventureiros. O movimento de vans trazendo estrangeiros é intenso. Vi muitos americanos, ingleses, canadenses e franceses chegando em excursões.

Viagem de moto pela América do Sul - Peru

A cidade de Ollantaytambo era uma cidade fortaleza para proteger o vale sagrado dos incas, com um complexo militar e religioso. Chama a atenção o templo del sol e os solos para guarda de alimentos construídos pelos incas nas montanhas (fotos).

O resto do dia de hoje e amanhã, a Capitão América ficará descansando nos jardins do hostal. Vou pegar um trem para Machu Picchu, a cidade sagrada dos Incas.

Fui dar uma volta pela cidade. Estava acontecendo uma festa religiosa e houve uma queima de fogos. Passei pela feira de artesanato e comi um delicioso "lomo a la moda". Fui dormir cedo, pois terei que chegar à estação amanhã às 05h40. O trem partirá às 06h10. Estou em um hostal a 200 metros da estação.

Que Deus continue nos protegendo. Obrigado a todos os amigos que me enviam mensagens de apoio e sucesso nessa aventura.

Viagem de moto pela América do Sul - Peru

Comentários (6)

  1. pedro pereira

Wlad, só tenho a lhe desejar boa viagem, tenho acompanhado sua aventura pela américa do sul, fácil leitura, objetiva, minha sugestão seria ao final vc fazer, na medida do possivel um relato sobre a rota, locais de hospedagem e outras dicas que podem ser complementadas,claro, com mais tempo ....um grande abraço

  1. Wladimir Rocha    pedro pereira

Valeu meu irmão... boa dica...abcs

  1. Marcelo

Parceiro, você terá que ficar na cidade de Águas Calientes, vai no restaurante Índio Feliz, é o melhor restaurante do lugarejo, você não vai se arrepender! O proprietário é um francês muito simpático que atender todos os estrangeiros como se estivesse em casa.

  1. Wladimir Rocha    Marcelo

Marcelo... valeu, boa dica. Fui no "Índio Feliz" e deixei lá uma marca como deixam todos os turistas, realmente muito interessante aquele lugar.

Abrass Wlad

  1. Igor Passos dos Santos

Prezado Wladmir;

Parabéns por tua viagem, belas fotos e descrição da aventura!
Siga firme e forte na empreitada, sempre postando as novidades para inspirar mais amigos motociclistas.
Divirta-se muito com a Capitão América - que aliás está belíssima!
Grande abraço, tudo de bom na pilotagem!

  1. Wladimir Rocha    Igor Passos dos Santos

Igor valeu meu amigo... Tamos Juntos... Abcs

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Characters
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização