Entrar

América do Sul de NX350 Sahara

Viagem de moto pela América do Sul

10.500 km pela América do Sul em 25 dias em uma moto com 25 anos

O sonho de rodar pela América do Sul durante o período de férias surgiu de certa forma inesperada, primeiro através de uma viagem de moto pela Argentina que fiz em 2013. Depois apareceu o desejo de conhecer o salar de Uyuni (o deserto de sal a 3600m de altitude na Bolívia), o lago Titicaca e Machu Picchu no Peru. Mas a idéia dessa aventura tomou forma mesmo após a leitura de dois livros:

Viagem de moto pela América do Sul

1º dia de viagem - Belo Horizonte - Divisa com Itumbiara

"A estrada é longa e a vida é curta"... Finalmente a insônia e ansiedade que antecedem uma aventura chegaram ao fim... Moto na estrada acompanhada de forte frio. No estômago e no pensamento as perguntas: "porque estou entrando nessa loucura, porque deixar a zona de conforto, a família, os amigos, o meu amor?"

Viagem de moto pela América do Sul

2º dia de viagem - Itumbiara - Rondonópolis

O segundo dia de uma viagem de moto é mais leve, você já superou a tensão do primeiro dia, quando a motocicleta, o equipamento e você foram testados em tempo de voo. É realmente como se fosse uma decolagem de avião. Depois disso você estabiliza.

Viagem de moto pela América do Sul

3º dia de viagem - Rondonópolis - Pontes e Lacerda

Foi um dia completo do ponto de vista de uma viagem de moto. Primeiros 150 km rodados numa estrada péssima, com pista simples, sem sinalização e abarrotada de carretas bi-trem. Muito calor que aumentava na medida que me aproximada de Cuiabá (MT), a capital do Pantanal.

Viagem de moto pela América do Sul

4º dia - Pontes e Lacerda - Ji Paraná

Decolei rumo ao norte/noroeste. Mais um dia perfeito para pilotar, com temperatura agradável, pouco trânsito e estrada boa. Segundo o escritor Romulo Provetti, “- o homem que sai numa viagem de moto volta outro homem.“

Viagem de moto pela América do Sul

5º dia de viagem - Ji Paraná - Rio Branco

Rumo ao norte, o dia prometia ser um dos mais punks da viagem e com certeza se superou. Primeiro por conta da distância e segundo pela condição das estradas. Saindo de Ji-Parana (RO) são 30 km até a cidade de Ouro Preto do Oeste (RO), um trecho bastante perigoso e com muitos bi-trens. Após isso, a partir de Ariquemes, muito tranquilo numa estrada boa de andar até Porto Velho (RO).

Viagem de moto pela América do Sul

6º dia de viagem - Rio Branco

Dia de manutenção e cuidados com a Capitão América antes de prosseguir a aventura. Troca de Óleo, uma seta com lâmpada queimada e o aro traseiro quadrado, resultado das crateras lunares de ontem à noite (imagina se fosse de Hayabusa Rs).

Viagem de moto pela América do Sul - Peru

8º dia de viagem - Puerto Maldonado - Urcos

Após um bom café da manhã no hotel Cabaña Quinta (muito bom, mesmo), sai para fazer o SOAT, uma espécie de seguro obrigatório peruano, similar ao nosso DPVAT e obrigatório segundo me informaram na aduana peruana. Havia uma seguradora que fazia a apenas duas quadras do hotel e o processo é bem rápido. O valor é de US$35 para 30 dias.

Viagem de moto pela América do Sul - Peru

9º dia de viagem - Urcos - Ollantaytambo

"Munay (Amor); Yankay (trabalho); Yachay (sabedoria). Que aprendamos com os rios, com as montanhas, com as árvores, com os animais. Que aprendamos a ver com os olhos da alma, nos comprometendo com o essencial. Que nossas vidas sejam repletas de abundância, reciprocidade, amor, trabalho e sabedoria." (Pensamento Inca)

Viagem de moto pela América do Sul - Machu Picchu

10º dia de viagem - Machu Picchu

Como bom mineiro, não podia perder o trem, que às 06h10, pontualmente, partiu. Peguei o expedition da PeruRail. Muito confortável, cadeiras em disposição de 4 com mesa ao centro, janelas amplas e janelas panorâmicas no teto, serviço de bordo com um lanchinho e decoração das paredes do vagão com motivos incas.

Viagem de moto pela América do Sul - Lago Titicaca

11º dia de viagem - Ollaytamtambo - Puno

Parti de Ollaytamtambo ainda com as imagens da Cidade Sagrada dos Incas na cabeça. Nunca mais vou esquecer Machu Pichu, onde passei umas seis horas. Um lugar mágico, místico e com uma energia que mexe com você. Foi fantástico.