Livro sobre viagem de moto histórica

Nos Deliciosos Anos Dourados

Relato de uma viagem de moto do Rio de Janeiro até a Paraíba, realizada no final dos anos 1950.

Viagem de moto America do Sul

Expedição 5 Fronteiras

Um grupo de motociclistas realiza uma viagem de moto pelas estradas do Brasil, Uruguai, Argentina, Chile e Paraguai.

22 Viagem de moto America do Sul 060

Norte da América do Sul

Viagem de moto pelo norte do Brasil, Guiana Francesa, Suriname, Guiana e Venezuela.

viagem de moto

Projeto Vientos Blancos

Atravessando as fronteiras do Brasil, Argentina, Bolívia e Chile para conhecer América do Sul.

viagem de moto

Nordeste do Brasil

Com uma Yamaha Midnight Star, motociclista paulista faz uma viagem de moto pelo Nordeste.

viagem de moto

Volta à América do Sul de 125cc

Motociclista português realiza uma viagem com uma moto de baixa cilindrada pela América do Sul.

Rumo à capital dos incas

Entre os dias 30 de maio e 15 de junho o motociclista Pedro Rocha de Miranda fez uma viagem solo de 10 mil km com sua Harley-Davidson V-Rod,...

Leia Mais...

Passagem do Norte para o Nordeste

Entediados com a possibilidade de ser mais uma dentre tantas férias que passamos em períodos anteriores e estimulados por estarmos a alguns meses em um...

Leia Mais...

Passeio de moto até Itu pela Estrada dos Romeiros

Como eu trabalho em regime de plantão (12 x 36) à noite, hoje, em plena sexta-feira normal, resolvi pôr a branquela na estrada e ir até a cidade dos...

Leia Mais...

Viagem de BH a Curitiba com uma PCX

Uma viagem de moto de mais de 2 mil km protagonizada por uma jovem sonhadora Acredito que toda viagem tem início no momento que você decide...

Leia Mais...

Um casal recifense e 14.875 km de aventura!

Somos Rosana e Luciano, recifenses, que percorremos com nossa moto Honda CB 500X um total de 14.875 km de estradas de vários estados brasileiros e...

Leia Mais...

Livro viagem de moto Ushuaia e PatagôniaLIVRO COM PLANEJAMENTO, RELATO E FOTOS DE UMA VIAGEM DE MOTO ATÉ USHUAIA

Mais viagens.

The Ultimate Alps Special Tour

Desde o principio do ano eu e o Jose Luiz planejavamos uma viagem de moto pela Europa. Convidamos...

Leia Mais...

Projeto Serra do Rio do Rastro

Tenho uma Fazer 250 Blue Flex 2014/15 que já me acompanhou em algumas viagens, sempre com minha...

Leia Mais...

Pelos Caminhos do Ouro de Minas

Aproveitando o feriado de Corpus Christi de 2017, fizemos essa viagem de moto pelos "Caminhos do...

Leia Mais...

De YBR 125 até Foz do Iguaçu

Um dia, eu e minha esposa tivemos um sonho: conhecer as Cataratas do Iguaçu. Realizamos esse sonho em...

Leia Mais...

Textos legais

Porque ser motociclista estradeiro?

Para poder sentir inebriante liberdade no corpo, na alma, na mente. Nas estradas, para ele não existe fronteiras nem destino prévio porque, embora...

Leia Mais...

Um norte

Na vida é preciso ter um norte,E seguir sempre na direção dele,Seria bom ter uma boa companhia,Mas se a barra pesar, e a solidão chegar, a vó nos...

Leia Mais...

Não desista de seus sonhos

Aos amigos e irmãos de estrada, meus cumprimentos. Minha história começa quando eu tinha 13 anos e troquei minha bicicleta e meu vídeo game por uma...

Leia Mais...

Livros

História da Motocicleta

A História do Colete de Moto Clube

O colete é um ícone indelével na cultura das motocicletas. Usados pelos pilotos como um testemunho do estilo de vida com suas motocicletas, os...

Leia Mais...

Viagem de Moto pela Europa em 1953

O inglês Paul Gander estava folheando alguns dos álbuns de fotografias de seu pai, Geoffrey Gander, que falecera dois anos atrás, quando teve a...

Leia Mais...

A primeira viagem de moto de que se tem registro no Brasil

Uma nota no jornal DIÁRIO DOS CAMPOS, datado de 23 de agosto de 1923, diz o seguinte: “Hoje, às seis horas da manhã, partiram desta cidade, em...

Leia Mais...

A motocicleta de Daimler

As motocicletas evoluíram a partir da bicicleta de “segurança”, que oferecia muitas vantagens em estabilidade, frenagem e facilidade de montagem. Os recursos essenciais de uma bicicleta de segurança incluíam:

  • rodas dianteira e traseira raiadas de aproximadamente 76 cm de diâmetro (comparadas à bicicleta "normal", que tinha uma roda dianteira de cerca de 121 cm e uma roda traseira de cerca de 76cm);
  • roda traseira acionada por corrente;
  • um pinhão de corrente dianteira aproximadamente duas vezes maior que a coroa;
  • baixo centro de gravidade;
  • direção dianteira direta.

A primeira bicicleta a fornecer todos esses recursos e ganhar a aceitação do mercado foi a Rover Safety, projetada por John Kemp Starley em 1885. Depois que o padrão de Rover assumiu o mercado, as bicicletas de segurança foram simplesmente chamadas de “bicicletas”.

primeira bicicleta Rover Safety John Kemp Starley
Uma das bicicletas Rover Safety desenhadas por John Kemp Stanley

Não levou muito tempo para alguém pegar o bom desenho para o usuário da bicicleta de segurança e aplicar um motor de combustão interna nela. O primeiro a fazer isso de forma bem sucedida foi Gottlieb Daimler, a quem é atribuída a criação da primeira bicicleta motorizada - ou motocicleta - em 1885. A motocicleta de Daimler incluía um motor de ciclo Otto monocilíndrico montado verticalmente no centro da máquina. Também tinha uma roda na frente, uma roda na traseira e uma roda lateral articulada por mola em cada lado para estabilidade adicional. Seu chassi consistia em um quadro e rodas de madeira com raios de mesmo material e aros de ferro. Tais projetos eram chamados de “quebra-ossos” devido ao rodar acidentado e trepidante que proporcionavam.

1885-Gottleib-Daimler-motorcycle
A motocicleta de Gottlieb Daimler de 1885

A próxima motocicleta notável foi projetada em 1892 por Alex Millet. Millet incorporou o desenho básico da bicicleta de segurança, mas adicionou pneumáticos às rodas e um motor rotativo de cinco cilindros embutido na roda traseira. Os cilindros giravam com a roda, enquanto o virabrequim formava o eixo traseiro.

Alex-Millet-Motorcycle
A motocicleta de Alex Millet de 1892

A Hildebrand & Wolfmueller foi a primeira produção bem-sucedida de veículo de duas rodas, patenteado em Munique, em 1894. Mais de 200 unidades foram produzidas. A Hildebrand & Wolfmueller decidiu resfriar seu motor bicilíndrico paralelo à água, o que exigia um tanque de água e um radiador. Sua solução foi criar o sistema de arrefecimento em cima do pára-lama traseiro.

Hildebrand-Wolfmuller-Motorcycle
A motocicleta da Hildebrand & Wolfmueller de 1894

Em 1895, a DeDion-Bouton apresentou um motor que revolucionaria a indústria de motocicletas, tornando a produção em massa possível. O motor da DeDion-Bouton era um quatro-tempos pequeno, leve e de alta rotação que podia gerar 0,5 cv. Embora a DeDion-Bouton usasse o motor em seus triciclos a motor, fabricantes de motocicletas do mundo inteiro copiaram e usaram o desenho.

alt

Motor desenvolvido pela DeDion-Bouton

As motocicletas de produção americana também se basearam no motor da DeDion-Bouton. Os dois mais famosos fabricantes de motocicletas americanos a incorporar o motor de DeDion-Bouton, entretanto, foram a Indian Motorcycle Company e a Harley-Davidson. A Indian, como ficou conhecida, foi a motocicleta mais vendida do mundo até a Primeira Guerra Mundial.

A "Indian Motocycle Co." foi fundada em 1897 originalmente como Manufacturing Company Hendee por George M. Hendee para a fabricação de bicicletas. Os primeiros modelos foram batizados de "Silver King" e "Silver Queen", em alusão ao "American Indian", mas rapidamente foram mudados para "Indian", a partir de 1898, por dar um melhor reconhecimento do produto nos mercados de exportação. Carl Hedström Oscar se juntou a Hendee em 1900 com a meta de produzir na cidade natal de Hendee, Springfield, uma “bicicleta a motor para o uso diário do público em geral”. Em 1901 eles conseguiram concluir seu primeiro projeto, uma motocicleta com um motor de 1,75 cv e um cilindro que podia alcançar uma velocidade de 40 km/h. A moto, batizada de Single, foi um sucesso. Eles inovaram com a decisão de utilizar pela primeira vez um nome comercial em motocicletas.

Indian Single
A Single, 1º motocicleta produzida pela Indian

Fundada por William S. Harley e Arthur Davidson em 1902, a Harley-Davidson Motor Company passou a produzir a maioria das máquinas influentes da indústria. Seus primeiros modelos usaram a configuração básica da DeDion-Bouton e copiaram muito dos desenhos de chassis já empregados por outros fabricantes de motocicletas, incluindo a Indian, a Excelsior e a Pope. A Harley-Davidson eventualmente tornou sua presença conhecida com suas máquinas robustas, potentes e duráveis. Em 1908, Walter Davidson, pilotando o que veio a ser conhecida como Silent Gray Fellow (amiga cinzenta silenciosa), marcou perfeitos mil pontos no 7º Enduro e Concurso de Confiabilidade Anual da Federação de Motociclistas Americanos. Logo depois, Walter Davidson, irmão de Arthur, estabeleceu o recorde de economia da FAM com 80 quilômetros por litro. Em 1920, a Harley-Davidson era a maior fabricante de motocicletas do mundo.

Harley Davidson 1903
Harley-Davidson de 1903

Fonte: HowStuffWorks, Wikipédia e Internet

Comentários (1)

This comment was minimized by the moderator on the site

Ola amigos, estou postando este recado para dizer a todos que estarei saindo para mais uma viagem de moto e desta vez é para Ushuaia no extremo sul do continente, a data da saida está marcada para dia 30/11 de Marechal Candido Rondon Pr. Serão aproximandamente 10.000 km e 25 dias na estrada. Estou indo com uma moto de 250cc, pretendo dormir apenas 6 noites em hoteis e fazer 10 refeições em restaurante, as demais noites serão na barraca e as refeições também farei. Estarei levando um fogareiro(espiriteira) a alcool. Isto da mais expirito de aventura.

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

  1. Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Caracteres
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização