Guarantã do Norte, MT a Rosário do Oeste, MT - 620 km

Quase não consegui dormir, me senti mal a noite inteira, tomei novamente os remédios e voltei pra cama. Ainda sem noticias dos companheiros, mas decidido a continuar.

Fui novamente até a farmácia, comprei mais soro, preparei e coloquei 2 garrafinhas com 1 litro no bolso da calça. Almocei em Sinop em um restaurante popular que estava lotado, comida livre por R$ 9,00 e muito boa por sinal, tomei meu ½ litro de soro misturado com agua gelada e mais uma água tônica.

Na frente do restaurante tinha uma oficina de moto onde pedi para o mecânico dar uma olhada, eu estava desconfiado que os separadores da roda estavam montados invertidos. Ele disse que estava tudo normal, mas a roda empenada. Eu não acreditei totalmente na versão dele, pois a roda estava 100% antes com pneu de trilha. Ainda acho que foi excesso de aperto dos raios e montagem errada dos separadores de roda. Ainda não levei a moto para revisão pós viagem, depois saberei a verdade.

Segui até chegar em uma serra em obras, com uma fila imensa. Cuidadosamente fui ultrapassando todos, pois haviam tachões na pista.

No final da tarde, cheguei em Rosário do Oeste, me instalei em um hotel, tive que pagar adiantado, barbudo e todo sujo, todo mundo ficava com medo, hahahaha. Até o dono do hotel pedir para eu colocar a moto em um canto, e não na vaga em frente ao meu quarto, neguei e perguntei qual seria a diferença entre quem tinha camionete e quem tinha moto, já que ele falou que eu tinha que deixar vaga para as camionetes que chegariam...

Ingeri pelo menos 6 litros de líquidos, e me restabeleci novamente.

Neste dia tive o retorno das mensagens que havia enviando para o Fábio e para o Berini. O Berini me ligou e fiquei sabendo o que havia acontecido: "Eles seguiam na frente, quando o Fábio caiu dentro de uma vala na lateral da estrada, entortando e estragando alguns itens da moto, seguiram então até a localidade de Caracol, onde se dirigiram para uma oficina para efetuar o conserto, pelo tempo que se detiveram no local, decidiram dormir por ali. À noite, quando estavam jantando, encontraram com os gaúchos, que contaram que eu havia seguido, achando que eles assim haviam feito.

A chuva não deu trégua a noite e no outro dia em Caracol, e devido à dificuldade de condução, em um dia todo só conseguiram chegar em Moraes de Almeida depois de muitos tombos." Onde havia ficada uma noite anterior. Eles estavam um dia de atraso no roteiro. Decido continuar, mas em um ritmo mais tranquilo.

Jantei um frango grelhado no point da pizza, e fui dormir.

Frango R$ 12,00 Lanche à tarde R$ 4,00

Comentários (0)

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Characters
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.