Entrar

Moto Aventura Norte Sul - parte I

Viagem de moto Rodovia Transamazônica

"As viagens longas, aventuras sempre dramáticas exigem preparação e planejamento pra serem saboreadas na sua plenitude. Temos que deixar a vida a limpo, quase como se fossemos deixá-la pra trás, casa, filhos, bichos, trabalho, tudo tem que estar na melhor condição que nos seja possível. Não é fácil pra nós...

Mas vale a pena, pois além das aventuras, desta vez temos por destino terras onde amigos queridos, alguns que ainda nem conhecemos fisicamente, nos esperam de braços e corações abertos.

Sim, esperamos mesmo fazer jus às expectativas daqueles que se preparam pra receber-nos em tantas cidades distantes... quanta honra !

Obrigado, amigos que compartilham essa aventura, seja trilhando os quilômetros das estradas, seja lendo e acompanhando na mente nossos caminhos. Que esta viagem seja mais uma consolidação desta ponte de amizade chamada "Biduzidos", que nos liga de norte a sul !"

14/07 Pernoite em Catalão-GO
15/07 Aniversário do Wallace e pernoite em Uruaçu-GO
16/07 Pernoite em Paraíso-TO (738)
17/07 Pernoite em Araguaína-TO
18/07 Pernoite em Marabá
19/07 Marabá
20/07 Saída para Carolina-MA
21/07 Carolina
22/07 Carolina=> Araguaína (110)
23/07 Araguaína
24/07 Pernoite em Natividade
25/07 Saída para pernoitar em Brasília
26/07 Brasília/Motocapital
27/07 Brasília/Motocapital
28/07 Brasília/Motocapital
29/07 Pernoite em Campo Belo
30/07 Chegada em casa.

Um vento franco e quente vindo do norte varreu e revigorou nosso moto grupo. Rapidamente fomos envolvidos e quando nos demos conta estávamos num projeto maior: Queríamos conhecer o nascedouro dessa onda renovadora, dessa gente cheia de alegria e energia que amava o motociclismo de uma Forma tão simples e sedutora. Iríamos ao nortão encontrá-los.

No princípio o projeto era subir de moto até Marabá e dali junto com os amigos do norte, feitos no fórum, retornar a Brasília para participar de um enorme evento motociclístico. Mas o sonho se tornou mais ambicioso e logo envolvia conhecer todas as capitais do nordeste e suas principais praias, entrando a partir de Fortaleza para o oeste, passando por Teresina para chegar a Marabá. Os quase 9.000 km da viagem foi meticulosamente planejados e já principiávamos selecionar os hotéis, pousadas e passeios quando o inesperado aconteceu. Meses antes eu fora questionado pelo FF quanto à firmeza de nossa decisão de viajar e respondi que apenas um problema de saúde nos afastaria dos planos. Como uma maldição, pouco mais de um mês antes do 05 de julho, a data prevista para iniciar a aventura, fui diagnosticado com problemas de vesícula que exigiam imediata cirurgia. Tive que realizá-la no dia 13 de junho e isso mandou por água abaixo o projeto . Desistir ? Nem pensar. Mas fomos obrigados a remodelá-lo de acordo com as novas condições. Voltamos ao início. Marabá seria o objetivo inicial e Dalí voltaríamos conhecendo tudo quanto possível.

Estávamos preocupados não apenas com minha recuperação, mas também pelo fato de que sairíamos sozinhos, Marcia e eu por muitos e muitos quilômetros de estradas desconhecidas. Apesar da confiabilidade de nossa Harley Electra, não negligenciamos as revisões, trocamos pneus, preparamos mapas, GPS, equipamentos e ferramentas para emergências, enfim cercamos tudo quanto possível para aumentar nossa autoconfiança. A ansiedade era muito grande e podíamos percebê-la também de nossos anfitriões.

Comentários (1)

  1. Ney

Olá, Genaro e Márcia!
Esta aventura teve de tudo, do bom e do melhor: amigos, poeira, estrada, motos...Parabéns pelo relato.
Do "Véio Gô" dos Biduzidos

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Characters
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização