No sábado fiz uma caminhada pela praia de Manguinhos, na cidade de Serra/ES, antes de ir para a estrada e depois segui para Campanário/MG, onde me encontrei com minha família.

Peguei a BR-101 até João Neiva e de lá a BR-259 até Governador Valadares e a BR-116 até a cidade mineira de Campanário. No dia seguinte retornei até Valadares onde peguei a BR-381 até Belo Horizonte.

Próximo a uma cidade chamada Fundão, na BR-101, o tráfego estava parado e tinha uma fila de 16 km. Passei pelo corredor (quando tinha), pela outra pista (quando podia) e na própria pista, devagar e de forma sofrível. Gastei 40 minutos para fazer este trecho.

A BR-259 acompanha o Rio Doce até Governador Valadares e está na maior parte em boas condições de manutenção e tinha um volume razoável de carros, mas que me permitiu desenvolver bem a viagem.

A BR-116 também está em bom estado no pequeno trecho que percorri, de menos de 70 km. A BR-381 entre Valadares e o entroncamento com a BR-262 foi muito tranquila de percorrer, mas depois o movimento excessivo de carros e caminhões e grande quantidade de curvas mal feitas, que jogam a moto para fora da estrada, tornam os últimos 100 km uma das mais difíceis estradas do Brasil e justificam sua fama de "estrada da morte"

Cheguei em casa depois de percorrer com minha moto 10.027,4 km de estradas de 11 estados em 24 dias. Nessa viagem, passei pelas capitais de todos os estados nordestinos, conheci a Chapada Diamantina, Sete Cidades, a Foz do Paranaíba, Jericoacoara, o sertão e o litoral nordestino e muitos lugares impressionantes, que fazem deste nosso país lindo e único.

Rodei 449,8 km no sábado e 384 km no domingo.

Cidade Bandeira Litros Valor R$ Distância R$ / Litro km / litro
Resplendor/MG BR 11,620 36,01 214,7 3,099 18,5
Jampruca/MG Shell 13,140 39,41 227,6 2,999 17,3
Timóteo/MG Shell 10,927 31,36 198,1 2,870 18,1
Belo Horizonte/MG BR 9,460 27,90 185,7 2,949 19,6