Nordeste do Brasil

Colors: Orange Color

Durante 15 dias do mês de março passado o motociclista Otávio Araújo, o Gugu, de 69 anos, fez uma viagem de 7.215 km de Taubaté, São Paulo, até Currais Novos no Rio Grande do Norte, percorrendo estradas de onze estados Brasileiros. Seu objetivo era rever as belezas do Nordeste Brasileiro utilizando uma Honda XL 1000 Varadero. A ida ele fez pelas estradas do interior e a volta pelo litoral.

Desde criança eu tenho um grande fascínio por motos e viagens. Mas somente aos 30 anos de idade eu tive a oportunidade de comprar a minha primeiro moto. E como o sonho de percorrer o brasil era grande, após um bom planejamento, parti para minha primeira viagem de moto saindo de Belo Horizonte com um destino em mente: chegar aos grandes Lençóis Maranhenses.

Comecei a planejar a viagem em 09 de fevereiro de 2010. Inicialmente, a data escolhida para a saída seria 10/05/2010, retornando dia 25/10/2010. Escolhi maio por ser um mês que normalmente chove pouco, com uma temperatura amena. Pretendia fazer dessa viagem a união de 2 prazeres: passear de moto pelo Brasil e curtir as férias em praias maravilhosas que eu ainda não conhecia.

Procurei por toda a internet dicas para esta viagem, porém não encontrei nada que me ajudasse, por isto resolvi escrever este artigo e compartilhar com os leitores do Viagem de Moto. Eu e minha namorada Carol somos de São Paulo e nunca havíamos feito este trajeto. Entre Fortaleza e Jeri existem algumas das mais belas praias e lagoas do Brasil, e imaginava que uma viagem de moto por este caminho seria magnífica.

Vou relatar para vocês uma viagem de moto que realizei entre 30 de dezembro de 2009 e 29 de janeiro de 2010, durante a qual percorri 5.056 km de estradas de quatro estados brasileiros: São Paulo, Espírito Santo, Rio e Bahia. Nesta viagem tirei muitas fotos, que podem ser vistas na apresentação abaixo, e tive o prazer de rever velhos amigos e conhecer muitos novos.

Estava tudo pronto para passarmos o Natal juntos, meus irmãos e eu. Mas, uma notícia inesperada nos pegou de surpresa: nosso irmão Gil que mora em Teresina dera entrada na UTI com altas taxas de diabetes. E não pôde vir mais para o Natal. Então, decidi fazer uma surpresa: decidi ir a Teresina. De moto. Mas era uma decisão que eu precisava pensar com calma, pois era nada mais nada menos que 1200 km para ir e voltar. Não eram os meros 120 km que eu estava acostumado a fazer indo a praia de Flecheiras ou à Serra de Guaramiranga no Ceará. Então, tinha que pensar, pois o que mais me preocupava era a dormência e dor causadas pelo longo tempo sentado na moto. Aquilo era de um desconforto terrível e não sei como lidaria com isso. Poderia atrasar a viagem com longas e frequentes paradas.

O empresário mineiro Diogo Lima fez agora em dezembro uma viagem de moto para a Chapada Diamantina, na Bahia. O interessante na viagem do Diogo é que ele utilizou uma Yamaha Drag Star para ir até a Chapada, e seus relatos mostram claramente que este destino não é impossível de ser alcançado utilizando motos customs, como todos imaginam. As estradas até Lençóis, cidade com estrutura para receber os visitantes do Parque Nacional da Chapada Diamantina, são asfaltadas, o que facilita o acesso dos motoviajantes a algumas das mais belas paisagens do Brasil.

Página 4 de 4

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.