Entrar

Viana (MA) - Araguaína (TO)

Viagem de moto pelo Nordeste do Brasil - Maranhão e Tocantins

Hoje o dia todo foi de estrada pelo trecho entre Viana/MA à Araguaína/TO, percorrendo 840 km.

Ainda na casa do meu irmão, após analisar o melhor percurso, resolvemos mudar o destino excluindo do roteiro a BR–222 em virtude das serras com inúmeras curvas, sem acostamento e com vários abismos o que deixa o caminho bastante perigoso.

A alternativa seria rodar aproximadamente 100 km mais, por algumas rodovias estaduais, passando por Arari, Matões do Norte, São Mateus do Maranhão, Peritoró, Dom Pedro, Presidente Dutra, Barra do Corda, Grajaú, Santana, Porto Franco e Estreito, todas no estado do Maranhão.

A divisa dos estados do Maranhão e Tocantins é feita pelo Rio Tocantins através de uma grande ponte.

A viagem foi incrível, no início da manhã cruzei com uma motocicleta de baixa cilindrada no acostamento. Na garupa havia um cidadão que carregava uma bandeira vermelha que despertou a minha atenção. Após cruzar a moto e fazer uma curva, defrontei com várias cabeças de boi (travessia de gado) de uma região para outra em virtude dos alagamentos.

Fui obrigado a parar no acostamento e esperar a passagem da comitiva.

Após tomar um tremendo susto, continuei viagem, mas não sabia que logo a frente estaria dentro de uma reserva indígena e, naquele momento confesso que fiquei muito preocupado.

São muitas aldeias a beira da estrada. Em cada aldeia existe uma lombada na pista que nos obriga a reduzir a velocidade e neste momento os índios aproveitam para esticar uma corda entre as duas pistas. Como fiquei assustado, consegui furar todos os obstáculos, mas sempre preocupado com o que poderia acontecer pela frente.

Após percorrer aproximadamente 25 km, deparei com uma árvore grande ocupando parte de uma pista e do acostamento que é utilizada para bloquear a estrada.

Por sorte, tudo correu bem e consegui passar pela reserva indígena sem nenhum problema.

A título de alerta, os 30 km entre as cidades de Santana a Porto Franco a estrada está em péssimo estado de conservação com muitos buracos.

Já próximo ao destino final do dia, deparei com uma carreta tombada na estrada, só que desta vez sem congestionamento. O acidente aconteceu num trecho onde a estrada está bem conservada, numa reta com pouco fluxo de veículos.

Obs. Coloquei algumas fotos de Jumentos e Jegues atropelados a título de protesto. A quantidade de animais no interior do Maranhão mortos pela rodovia é algo assustador.

Cheguei a Araguaína no Tocantins por volta da 17h30min.

Amanhã se o tempo ajudar desejo rodar até Taguatinga/DF.

Até breve,

Comentários (4)

  1. Alemao1

Olá Nadylson,<br /><br />Utilizei a camera GOPRO instalada no capacete. Tudo é muto simples. Além do suporte preparado para o capacete, ela também possui um ventosa especial possibilitando instalar em vários lugares.<br /><br />Outro detalhe importante é que além do suporte e da ventosa, ela também possui um compartimento a prova d'agua. <br /><br />Filma e tira fotos. Permite ser programada para tirar fotografias automáticas de acordo com o tempo programado. Isso tudo em HD.<br /><br />Vale a pensa o investimento. Aqui no Brasil em torno de R$ 1.000,00<br /><br />Abs,<br /><br />Alemão

  1. Nadylson M. B. Rodrigues

Parabéns pela bela viagem de moto. Outrora fiz esse trecho de carro saindo de Porto Velho. Achei interessante a câmera instalada no capacete.Se vc poder, me dê as dicas de como instalar uma em meu capacete, pois, pretendo também realizar uma viagem longa que nem a sua, de moto claro. Estou me preparando e aceito dicas de viagens. Um grande abraço e bastante sucesso.

  1. aluisio

Parabens, bela viagem amigo.

  1. Marlon

Boa sorte companheiro. Vai com Deus

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Characters
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização